Sesc SP

Esta atividade faz parte da

Bienal Sesc de Dança 2019 - Um panorama diversificado da produção artística em dança contemporânea. saiba mais

O-banho---Joao-Caldas

Marta Soares
Brasil, SP

Como dançar o ponto de suspensão no qual nos encontramos entre vida e morte? Esta é uma das principais questões que a coreógrafa e bailarina Marta Soares aborda em ‘O Banho’, obra premiada pela Associação Paulista de Críticos de Artes (APCA) em 2004 que ela revisita após 15 anos de criação. Composta de elementos de dança, performance e vídeo, a instalação coreográfica propõe uma reflexão sobre a subjetividade de Dona Sebastiana de Mello Freire, a Dona Yayá. Mulher da elite paulistana, ao ser diagnosticada como doente mental, teve a sua casa parcialmente transformada em um hospital psiquiátrico privado e nela permaneceu isolada por ordens médicas entre 1919 e 1961, ano de sua morte.

Durante a apresentação, o corpo de Soares permanece imerso em uma banheira que, para a performer, seria a síntese da casa de Dona Yayá, ou seja, uma "banheira-casa-útero". Já as imagens em vídeo projetadas durante a ação remetem à dissolução do corpo e à passagem do tempo. "Há uma relação paradoxal entre o meu corpo que se move em um espaço restrito, a banheira, mas que está simultaneamente em relação com todos os elementos que compõem o trabalho e que remetem a um espaço de fora, a casa da Dona Yayá", comenta a artista, que explora via movimento os estados animado e inanimado do corpo tendo como referência as fotografias das histéricas realizadas no hospital Salpêtrière, em Paris, durante os experimentos médicos dirigidos pelo psiquiatra Jean Michel Charcot (1825-1893).

‘O Banho’ é, sobretudo, um ritual de limpeza, cura e uma homenagem à Dona Yayá e às mulheres que viveram ou vivem situações semelhantes a dela e resistem.

FICHA TÉCNICA
Concepção, direção e performance: Marta Soares
Desenho de som: Lívio Tragtenberg
Desenho de luz: Wagner Pinto
Câmeras: Hélio Ishii, Marta Soares e Nelson Enohata
Edição e finalização do vídeo: Leandro Lima
Coordenação técnica: Cristiano Pedott
Produção: Beto de Faria, Cais Produção Cultural e José Renato de Fonseca Almeida

Duração: 50 minutos

Local: CIS Guanabara | Armazém - Rua Mário Siqueira, 829 | Botafogo.

(Foto: João Caldas)

Dança

O Banho 14

Essa atividade aconteceu em 15/09/2019 no Sesc Campinas.

Mas nossa programação não para!
Quer fazer uma nova busca?
Clique em Programação e fique por dentro de tudo o que está acontecendo nas Unidades do Sesc em São Paulo