Sesc SP

Esta atividade faz parte da

A quem ousa educar - Os desafios da escola na atualidade saiba mais

1

Inspirado no texto "Confissão de Caboclo" do poeta Zé da Luz e no pensamento e prática do educador Paulo Freire, o espetáculo Ledores no Breu trata das relações entre o homem sem leitura e sem escrita com o mundo ao seu redor. Histórias entrelaçadas que acompanham analfabetos em pleno século XXI, homens percorrendo distâncias para elucidar suas dúvidas, seus erros e seus crimes. Há o homem que não lê, habitante do breu, que por isso mesmo é capaz de assassinar o bem maior de sua vida. Há também outro homem que lê, mas não consegue interpretar o texto, perdendo- se num mar de palavras sem sentido. Há ainda aqueles que leem as palavras, mas não leem o mundo: são muitos os Ledores no Breu.

Sobre a Cia do Tijolo
A Cia do Tijolo nasceu do desejo de fazer um espetáculo a partir da obra de Patativa do Assaré. Depois de nove meses de processo nasceu o Concerto de Ispinho e Fulo^.  A proximidade com a poesia como forma do discurso nos impeliu a acercarmo-nos de outro poeta, Federico Garcia Lorca, como fonte motriz e inspiradora do nosso segundo espetáculo Cantata para um Bastidor de Utopias. Mas não foi so´ a forma poética que nos levou de Patativa a Lorca. Ambos são poetas de sua terra e de seu tempo e transformaram suas vivencias cotidianas em experiências humanas, universais. Nosso terceiro espetáculo vem ao encontro do pensamento e prática do educador Paulo Freire.  Ledores no Breu trata das relações entre o homem sem leitura e sem escrita com o mundo ao seu redor. Em nosso último espetáculo O Avesso do Claustro, convidamos o público para um encontro com uma das figuras mais importantes da história brasileira do século XX, Dom Helder Câmara, o bispo vermelho. A biografia do grande homem já seria suficiente para justificar a escolha do tema do espetáculo. Dom Helder entra agora em cena para dialogar com esses tempos turbulentos em que vivemos.  “Invocamos o santo rebelde como companheiro de trincheira em tempos obscuros +e convidamos nossos companheiros, com Deus ou sem Deus, para se juntarem a nós nesse desafio cotidiano de reinventar formas de vida que anseiem o impossível”.

Ficha técnica
Atuação: Dinho Lima Flor
Direção: Rodrigo Mercadante
Assistente de Direção: Thiago França
Luz: Milton Morales, Dinho Lima Flor, Thiago Claro França e Rodrigo Mercadante
Pesquisa para o corpo: Joana Levi
Pesquisa dramatúrgica: Dinho Lima Flor
Concepção de cenário e figurino – Dinho Lima Flor e Karen Menatti
Contra regra: Cida Lima
Produção: Dinho Lima Flor

No Teatro.

(Foto: divulgação)

Teatro

Ledores no breu Com Cia no Tijolo 14

Essa atividade aconteceu em 16/10/2019 no Sesc Santo André.

Mas nossa programação não para!
Quer fazer uma nova busca?
Clique em Programação e fique por dentro de tudo o que está acontecendo nas Unidades do Sesc em São Paulo