Sesc SP

Esta atividade faz parte da

Mostra Sentidos - A Longevidade na Arte - Espetáculos de dança e teatro permeados pelo tema do envelhecer em suas narrativas, dramaturgias, formatos, elencos e propostas. saiba mais

1

Luis Arrieta e Luis Ferron levam para cena uma questão latente, a morte, refletindo sobre o presente sem passado ou futuro - o presente como sentido vital e a morte como certeza final.

"Reza a lenda que os Corvos são mensageiros da morte. Quando me deparei com ela, pensar a morte deixou de ter o pesar pregado pela cultura ocidental e as suas crenças. Ao contrário, pensá-la me levou ao encontro da vida. Talvez os Corvos não sejam os mensageiros da morte, mas da vida." Luis Ferron.

FICHA TÉCNICA
Direção: Luis Arrieta e Luis Ferron Intérpretes: Luis Arrieta e Luis Ferron Projeto de luz e operação: Mauro Martorelli Edição de trilha eletrônica e operação de som: Teo Ponciano Arranjo para piano e violoncelo: Pedro Assad Músicos: Pedro Assad (piano), Thiago Vilela (violoncelo) Tambores: Almir Jesus de Almeida (Tata Ybadan), Danilo Luango de Almeida (Tata Dassazume) e Ricardo Souza. Todos do Templo de Cultura Bantu Redandá. Figurino: Fause Haten Voz em off: Fátima Silva Registro Fotográfico: Clarissa Lambert Produção: Núcleo Corpo Rastreado. 

No Teatro.

(Foto: Clarissa Lambert)

Teatro

Os Corvos com Luis Arrieta e Luis Ferron 12

Essa atividade aconteceu em 13/10/2019 no Sesc Santo André.

Mas nossa programação não para!
Quer fazer uma nova busca?
Clique em Programação e fique por dentro de tudo o que está acontecendo nas Unidades do Sesc em São Paulo