Sesc SP

Esta atividade faz parte da

Sesc Jazz 2019 - A segunda edição do Sesc Jazz reúne artistas de quatro continentes para mostrar as vertentes da produção contemporânea saiba mais

Marc-perrenoud-mais

Marc Perrenoud Trio
Suíça

Há 12 anos, o pianista nascido na Alemanha e radicado na Suiça, Marc Perrenoud conduz esta formação, da qual fazem parte o baixista alemão Marco Müller e o baterista suíço Cyril Regamey. Juntos, já realizaram mais de 300 shows em alguns dos principais festivais e clubes de jazz ao redor do mundo.
O trio tem um repertório eclético: suas influências vão desde o trompetista norte-americano Chet Baker e o pianista canadense Oscar Peterson, passam pelo pianista e compositor russo Igor Stravinsky e o francês Maurice Ravel, e chegam até a banda inglesa de trip hop Massive Attack.
Em suas apresentações, gostam de dar liberdade e desafiar uns aos outros. O resultado disso é uma música instrumental que ganha tônus ao longo dos acordes. "Para nós, cada show é uma ocasião única. Já tocamos muito e ainda nos sentimos como crianças quando chega o momento de subir ao palco. É importante manter esse espírito de criança!", diz Marc Perrenoud.
Atualmente eles preparam o lançamento de seu quinto álbum e vão apresentar em primeira mão algumas das novas composições no Sesc Jazz.
Marc Perrenoud (piano)
Marco Müller (baixo)
Cyril Regamey (bateria)

Nelson Ayres Big Band
Brasil – SP

Nelson Ayres é um dos artistas mais conceituados da música instrumental brasileira. Aos 72 anos, o pianista, compositor e maestro contabiliza uma série de parcerias com artistas estrangeiros e nacionais – de Dizzy Gillespie a Vinicius de Moraes –, além da regência por uma década da Orquestra Jazz Sinfônica do Estado de São Paulo e também de diversas outras prestigiosas, como a Orquestra Filarmônica de Israel.
A big band que leva o seu nome existe desde 1973 e virou referência para as que vieram depois, como a Banda Mantiqueira e a Soundscape. É formada por 14 músicos. Entre eles, há dois que costumavam assistir às apresentações da formação original desde a plateia (Ubaldo Versolato e Nahor Gomes) e outros dois que nem sequer tinham nascido quando a big band nasceu (Cássio Ferreira e Rubinho Antunes).
A mistura de música brasileira com jazz virou a marca da banda, que vai tocar no Sesc Jazz algumas composições que fazem parte da sua história, como "Meio de Campo", de Gilberto Gil, com arranjo de Ayres, "Corcovado", de Tom Jobim, e "Organdi e Gomalina", do próprio maestro. Essas duas últimas integram o álbum mais recente do grupo, "Nelson Ayres Big Band", lançado em 2017.
Nelson Ayres (piano)
Cássio Ferreira (saxofone)
Mauro Oliveira (saxofone)
Lucas Macedo (saxofone)
César Roversi (saxofone)
Ubaldo Versolato (saxofone)
Nahor Gomes (trompete)
João Lenhari (trompete)
Bruno Belasco (trompete)
Rubinho Antunes (trompete)
Fábio Oliva (trombone)
André Tinoco (trombone)
Joabe Reis (trombone)
Diego Calderoni (trombone)
Alberto Luccas (baixo)
Ricardo Mosca (bateria)
 

Teatro

Música

Marc Perrenoud Trio (Suíça) + Nelson Ayres Big Band (Brasil – SP) 12

Essa atividade aconteceu em 23/10/2019 no Sesc Santos.

Mas nossa programação não para!
Quer fazer uma nova busca?
Clique em Programação e fique por dentro de tudo o que está acontecendo nas Unidades do Sesc em São Paulo