Sesc SP

Esta atividade faz parte da

Sesc Jazz 2019 - A segunda edição do Sesc Jazz reúne artistas de quatro continentes para mostrar as vertentes da produção contemporânea saiba mais

edu-ribeiro-mais-

Edu Ribeiro Quinteto
Brasil - SC

Edu Ribeiro é autodidata e aprendeu a tocar bateria aos oito anos. Cursou música popular na Unicamp e fundou nesse período o Trio Água, ao lado do violonista Chico Saraiva e do baixista José Nigro. Já acompanhou diversos artistas brasileiros, como Dominguinhos, João Bosco e Zélia Duncan, e estrangeiros, como Brad Mehldau e Stacey Kent.

Em 2002, formou com o pianista Fabio Torres e o baixista Paulo Paulelli o Trio Corrente, que toca clássicos do choro e da MPB, além de composições próprias. Com o grupo, Edu foi premiado duas vezes com o Grammy pelo álbum "Song for Maura" (2012), gravado com o saxofonista cubano Paquito D'Rivera. O trabalho é uma homenagem à mãe de Paquito.

No Sesc Jazz, o baterista mostra as músicas de seu segundo álbum solo, "Na Calada do Dia", lançado em 2017, como "Maracatim", um maracatu cantável, nas palavras dele, cuja composição teve início como um canto e só depois foi combinada com os instrumentos.

Edu Ribeiro (bateria)
Daniel D'Alcantara (trompete)
Guilherme Ribeiro (acordeão)
Bruno Migotto (contrabaixo)
Fernando Correa (guitarra)


Maurício Einhorn
Brasil, RJ

Maurício Einhorn é um dos gaitistas mais importantes do Brasil. Já tocou com Toots Thielemans, um dos melhores do mundo na gaita, e artistas como Sarah Vaughan e Nina Simone. Integrou a cena musical que criou a bossa nova e compôs clássicos como "Batida Diferente" (com Durval Ferreira) e "Alvorada" (com Arnaldo Costa e Lula Freire), que fazem parte do primeiro de seus 12 álbuns solo, "ME" (1979), considerado item de colecionador.

Mesmo com tamanho histórico e contabilizando 87 anos de idade, ele não perde o pique. "Ainda tenho muito trabalho pela frente. A música não para nunca." Mauricio conta que já compôs "quase mil músicas com diversos parceiros" e apenas algumas dezenas foram gravadas. Por isso, está garimpando seu acervo em busca de novidades. "Revirei o baú e achei músicas que a meu ver não podem ficar mais nas gavetas."

Uma dessas inéditas estará no Sesc Jazz, "Conexão Leme-Copacabana" (parceria com Alberto Chimelli). As demais músicas do repertório, como "Já Era" (com Eumir Deodato) e "Estamos Aí" (com Durval Ferreira e Regina Werneck), estão em seu último álbum, "Ao Vivo no Teatro Vanucci" (2012).

Maurício Einhorn (gaita)
Natan Gomes (piano)
Luís Alves (baixo)
João Cortez (bateria)

 

Teatro
 

Música

Edu Ribeiro Quinteto (Brasil – SC) + Maurício Einhorn (Brasil, RJ) 12

Essa atividade aconteceu em 26/10/2019 no Sesc Santos.

Mas nossa programação não para!
Quer fazer uma nova busca?
Clique em Programação e fique por dentro de tudo o que está acontecendo nas Unidades do Sesc em São Paulo