Sesc SP

Esta atividade faz parte da

Mulher de palavra: independente e coletiva - Difusão de obras literárias contemporâneas escritas por mulheres. saiba mais

Miriam Nobre   cred. Meritxell Rigol 2020-02-13-13-

Neste encontro será abordado um livro que trata da caça às bruxas de Salém, posteriormente retomada por diversos autores como alegoria de opressão e perseguição política, onde Tituba, uma mulher negra escravizada, foi a primeira acusada. Ainda assim, frequentemente é deixada de fora da narrativa. Nesta obra, a escritora francesa de origem caribenha Maryse Condé escreve a história de Tituba, criando literariamente para ela um destino que os livros de história ignoraram.

Miriam Nobre é militante da Sempre Viva Organização Feminista, publicou o artigo "Costuras, comidas e coisas concretas da vida" no livro "Inovação ancestral de mulheres negras - táticas e políticas do cotidiano" organizado por Bianca Santana e lançado pela editora Oralituras.

Local: Biblioteca (2º andar)

(Foto: Divulgação)

Ações para a Cidadania

"Eu, Tituba, bruxa negra de Salém" (de Maryse Condé. Tradução: Angela Melim) com Miriam Nobre e Coletivo Sycorax 12

Essa atividade aconteceu em 18/03/2020 no Sesc Bom Retiro.

Mas nossa programação não para!
Quer fazer uma nova busca?
Clique em Programação e fique por dentro de tudo o que está acontecendo nas Unidades do Sesc em São Paulo