Sesc SP

Esta atividade faz parte da

MITsp - Mostra Internacional de Teatro de São Paulo - 7ª edição da mostra propõe trabalhos artísticos baseados em eixos que apontam para duas palavras-chave: transbordar e transgredir saiba mais

Portal programação (1)

Em "Farm Fatale", Philippe Quesne invoca as imagens da vida rural. No entanto, este lugar nostálgico foi abandonado: os sons da natureza desapareceram e as pessoas se foram. Apenas cinco espantalhos povoam o palco, uma página inicialmente em branco. Como em um livreto, esse local desolado se enche e se torna o lugar de um novo começo. Os espantalhos são arquivistas do passado em busca de mundos possíveis. Tudo pode se tornar protagonista aqui, até mesmo sons ou objetos insólitos. A noite conta - como em uma revista em quadrinhos - imagens de uma comunidade autônoma e solidária para a qual um outro mundo é possível. Como em trabalhos anteriores, Quesne combina teatro humorístico e artes visuais como uma colagem de imagens. O trabalho faz parte do repertório do Münchner Kammerspiele.

O espetáculo integra a MIT-SP 2020.

Ficha técnica

Concepção, direção e encenação: Philippe Quesne
Criado e interpretado por: Léo Gobin, Stefan Merki, Damian Rebgetz, Julia Riedler e Gaëtan Vourc’h
Colaboração cenográfica: Nicole Marianna Wytyczak
Figurinos: Nora Stocker
Máscaras: Brigitte Frank
Luzes: Pit Schultheiss
Som: Robert Göing
Assistentes de direção: Jonny-Bix Bongers e Dennis Metaxas
Dramaturgia: Martin Valdés-Stauber
Colaboração dramatúrgica: Camille Louis 

Local: Teatro Antunes Filho 

(foto: Martin Argyroglo)

Teatro

Farm Fatale Direção: Philippe Quesne 12

Essa atividade aconteceu em 14/03/2020 no Sesc Vila Mariana.

Mas nossa programação não para!
Quer fazer uma nova busca?
Clique em Programação e fique por dentro de tudo o que está acontecendo nas Unidades do Sesc em São Paulo