Sesc SP

Esta atividade faz parte da

E se eu ficasse eterna? - 10 anos sem Hilda Hilst - Especial com temporada de espetáculo teatral inédito, apresentações de dança, teatro e leituras. saiba mais

portal
Lázaro, um dos cinco textos que constituem a obra Fluxo-Floema, de Hilda Hilst, publicado em 1970, apresenta uma narrativa com estilo peculiar em que a pontuação torna difícil identificar, imediatamente, quem fala e com quem falam os personagens no texto. Lázaro é o pastiche do texto bíblico A ressurreição de Lázaro (João:11, 1-46), ou seja, é uma reescrita do texto original dentro do contexto contemporâneo. 
Com esta transfiguração poética, Hilda Hilst reinventa a fábula das Sagradas Escrituras, atingindo seu corpo mais proibido: ontológico e ôntico unidos no "silêncio feio do escuro da víscera". Lázaro injeta sua língua epifânica em confronto direto com o próprio sopro ressuscitador, aqui exposto num golpe de inominável subversão. Deus-verme, deus, ver-me enfrentado no verbo movediço, e transcendente como nunca, deste conto publicado em 1970 no livro "Fluxo-Floema", a retumbante estreia de Hilda Hilst na literatura ficcional.

Leitura do conto Lázaro, de Hilda Hilst. 
Concepção e leitura de Luiz Päetow.  

Luiz Päetow
Ator, diretor, dramaturgo, iluminador. Em 1997, no Centro de Pesquisa Teatral, inaugura sua dramaturgia “atoral” com a criação do projeto Prêt-à-Porter, no qual atua, dirige e escreve cinco obras: Passageiros, Debaixo da Ponte, Cem Concerto, Horas de Castigo e Asas da Sombra. As edições conjuntas recebem o Prêmio Shell.
Ainda no CPT, implanta o Círculo de Dramaturgia, coordenando o primeiro ano do curso e dirigindo a Oficina de Dramaturgia Atoral. Junto com Antunes Filho, foi diretor-assistente de Fragmentos Troianos, premiado com o Shell e o APCA de melhor direção, e apresentado na Turquia e no Japão. Também foi diretor-assistente de Daniela Thomas em Da Gaivota, com Fernanda Montenegro. Em 2000, assina a encenação da ópera The Fairy Queen de Henry Purcell, no Teatro Sesc-Anchieta. Em 2003, protagoniza 4.48 Psicose, a primeira montagem brasileira de Sarah Kane. Em 2006, é indicado ao APCA de melhor ator por Leonce & Lena de Georg Büchner. Em 2010, recebe o Prêmio Shell por Music-Hall de Jean-Luc Lagarce. Em 2012, realiza duas criações contempladas pelo Fomento à Dança: Ocorrências e Ou Memória Reinventada. Há 8 anos, produz, dirige, atua e escreve uma série de solos performáticos: Peças de Gertrude Stein, Abracadabra (indicado ao Prêmio Shell em 2011), Ex-Máquinas e W (estreia em 2014).






Sala de Espetáculos II. 
Duração: 1h30





Grátis
Teatro

Lázaro 12

Essa atividade aconteceu em 15/04/2014 no Sesc Belenzinho.

Mas nossa programação não para!
Quer fazer uma nova busca?
Clique em Programação e fique por dentro de tudo o que está acontecendo nas Unidades do Sesc em São Paulo