Sesc SP

Untitled-1
Baiana de Irecê, com a cabeça no cosmo e os pés no chão, incorpora todos os elementos do berço de nossa cultura brasileira, aplicando variadas cadências ao seu Samba e trazendo uma identidade própria para seu trabalho.

Em seu álbum “Mulher de Fibra”, Yvani Coelho apresenta músicas inéditas, composições próprias e com parceiros, trazendo também regravações marcantes. Sua banda, composta por violão 6 e 7 cordas, cavaco, bateria, sax/flauta, e 2 percursionistas, com figurinos e cenário caracterizados ao tema, o repertório buscará músicas como: "Se o caminho é meu"; "Alguém me avisou"; "Sonho meu"; "O Mar Serenou"; "Eu só quero te namorar"; "Marinheiro Só"; "Sorriso Aberto"; "Olodum", "Força Divina"; "Galo cantou". 

A cantora e compositora, Yvani Coelho sempre conviveu próxima à música, e iniciou sua observação desde muito cedo, participando das atividades musicais na igreja que a família frequentava. Porém, decidiu assumir o dom como profissão já após adulta. Iniciada musicalmente como profissional sob apoio e influência de seu irmão, a cantora vem aprimorando seu trabalho a cada dia. Curiosamente, tem o hábito de cantar descalça, o que tornou sua marca registrada, em símbolo a liberdade. 

Foi em muitas mulheres guerreiras que a cantora se espelhou, e a influenciaram em muitos momentos da vida e carreira.
Buscando também valorizar a figura feminina neste universo musical, e numa forma de homenagem, apresenta um repertório de sambistas femininas, como Clara Nunes, Leci Brandão, Dona Ivone Lara, Beth Carvalho, Jovelina Pérola Negra, Clementina de Jesus, Elza Soares.

Adriana Moreira tomou contato com a música desde muito cedo, através de sua família, que frequentava e pertencia a comunidade da tradicional escola de samba Camisa Verde e Branco, situada no bairro da Barra Funda, agremiação que passou a frenquentar. É neta do professor e intelectual Jaime de Aguiar, fundador de O Clarim da Alvorada, um dos principais jornais de imprensa negra de São Paulo no inicio do século XX.
Dentre os muitos trabalhos realizados, a artista já tocou com artistas como Carlinhos Vergueiro & Orquestra Paulista de Samba, Nelson Rufino e Riachão; integrou o coletivo Multirão do Samba e também participou do CD Eduardo Gudin & Notícias dum Brasil - Um jeito de fazer samba; em 2006 lançou o disco Direito de Sambar - Adriana Moreira canta Batatinha e em 2012 participou do programa do Ensaio da Tv Cultura, apresentado por Eduardo Faro.

(Foto: Divulgação) 

 
Música

Yvani Coelho convida Adriana Moreira Show L

Essa atividade aconteceu em 10/04/2016 no Sesc Campo Limpo.

Mas nossa programação não para!
Quer fazer uma nova busca?
Clique em Programação e fique por dentro de tudo o que está acontecendo nas Unidades do Sesc em São Paulo