Sesc SP

obicho
Nessa performance, Wagner Schwartz manipula uma réplica de plástico de uma das esculturas da série Bichos (1960), de Lygia Clark. O objeto permite a articulação das diferentes partes do seu corpo através de suas dobradiças. O público será convidado a participar.
Wagner Schwartz é coreógrafo e performer baseado em Paris e São Paulo, foi selecionado pelo Rumos Itaú Cultural Dança em 2000/2001, 2003/2004, 2009/2010 e 2014. Seus projetos têm sido estudados em publicações dentro e fora do Brasil, como no livro de Jussara Sobreira Setenta, O fazer-dizer do corpo: dança e performatividade, ou em Am Rand der Körper: Inventuren des Unabgeschlossenen im zeitgenössischen Tanz [À borda do corpo: inventários da dança contemporânea inacabada], de Susanne Foellmer. É criador do espetáculo solo e do livro Piranha, ganhador do prêmio APCA de Melhor Projeto Artístico de 2012 e indicado aos 10 melhores do ano pelo jornal O Estado de S. Paulo.

Concepção e performance: Wagner Schwartz | Direção técnica, iluminação: (2005) Alexandre Molina (2015) Diego Gonçalves | Objeto: réplica da estrutura Bicho, de Lygia Clark | Acompanhamento final de projeto e imagens (2005): Maíra Spanghero | Realizado com o apoio do Fórum Internacional de Dança (FID)/Território Minas 


Duração: 50 minutos 

Local: Sala de Espetáculos II 

[Foto: Caroline Morares]
Dança

La Bête (O BICHO) 18

Essa atividade aconteceu em 17/04/2016 no Sesc Belenzinho.

Mas nossa programação não para!
Quer fazer uma nova busca?
Clique em Programação e fique por dentro de tudo o que está acontecendo nas Unidades do Sesc em São Paulo