Foto: Georgia Branco
Foto: Georgia Branco

Carlos Felipe em Apuros

com Grupo Namakaca

Queremos Férias!

Santo André

Duração: 45 minutos

L

atividade presencial

Grátis

Local: Área de Convivência

Data e horário

De 11/02 a 11/02

Sábado

16h às 16h45

Foto: Georgia Branco
Foto: Georgia Branco

Um artista circense, dois monociclos, um clarinete, um cavaquinho, cinco claves, um amplificador e uma bicicleta. Está pronto o cenário para que o artista e o público possam entrar em relação. “Carlos Filipe em Apuros” é um clássico espetáculo de rua, em que praticamente qualquer espaço pode se transformar num palco ou picadeiro. A plateia é recepcionada pelo artista em seu coração, ou seja, neste universo circense que é sua grande paixão. A partir daí começa uma viagem através de números de malabares, monociclo e equilibrismo, permeados pela sedução, picardia e doçura do palhaço Carlos Filipe.

O espetáculo foi apresentado em diversos festivais de circo e teatro no Brasil, além de uma turnê em Moçambique – África. Depois de mais de 70 apresentações, o espetáculo está de cara nova, com nova proposta estética e sob o olhar cuidadoso da diretora Rhena de Faria. Os números seguem com propostas renovadas, assim como o cenário e a trilha. E o figurino é agora concebido por Carol Badra. Tudo isso para tratar de uma temática fundamental em tempos de tanto ódio e intolerância: o AMOR.

Ficha Técnica:
Direção: Rhena de Faria
Elenco: Cafi Otta
Cenário e trilha sonora: Cafi Otta
Figurinos: Carol Badra
Operação de som: Juliana Mesquita
Produção executiva: Cristiani Zonzini

Sobre a Cia:
O Grupo NAMAKACA foi criado em São Paulo com o intuito de ampliar, contribuir e preservar, através de pesquisas contínuas, os horizontes da linguagem do circo e do palhaço brasileiro. Já realizaram mais de 1.500 apresentações destes espetáculos, a grande maioria com entrada gratuita e realizadas em espaços não convencionais como praças, ruas, escolas e ginásios de diversas partes do Brasil. Seu foco sempre foi a atuação nas fronteiras sociais, levando sua arte a pessoas com pouco ou nenhum acesso a espetáculos circenses e teatrais.

Sobre o artista:
Cafi Otta é um apaixonado pelas artes circenses, e através dessa
paixão permite que o público reflita sobre a importância das venturas e desventuras do amor, num desfile de habilidades e técnicas circenses recheadas de muito charme e sedução, suor e lágrimas, risos e gargalhadas.

Utilizamos cookies essenciais, de acordo com a nossa Política de Privacidade, para personalizar e aprimorar sua experiência neste site. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.