Foto: Aline Maria
Foto: Aline Maria

Congada de Santa Ifigênia


Com a Capitã-mor Gislaine Afonso e grupo

Centro de Música

Consolação

Duração: 120 minutos

L

atividade presencial

Grátis

Local: Convivência (térreo)

Data e horário

De 05/02 a 05/02

Sábado

15h30 às 17h30

Foto: Aline Maria
Foto: Aline Maria

A Congada de Santa Ifigênia (Mogi das Cruzes, SP) integra a programação de bate-papos, vivências e apresentações semanais, sempre aos sábados, com grupos de cultura popular tradicional. 

Congada de Santa Ifigênia
Embora a prática de se coroar reis esteja adormecida atualmente no Estado de São Paulo, as Congadas estão vivamente presentes nas festividades populares, seja por ocasião de comemorações regionais ou de datas do catolicismo popular, como as festas de São Benedito e do Divino Espírito Santo. Em Mogi das Cruzes, há indícios de que a Festa do Divino seja realizada desde o século XVII, sob influência dos colonos portugueses, tendo entre seus grandes momentos a Entrada dos Palmitos, as Alvoradas, o Império, a Passeata das Bandeiras e a Procissão Solene do Domingo de Pentecostes. Nestes momentos, além da participação da Folia do Divino, destaca-se o significativo número de grupos de Congos ou Marujadas, alguns provenientes da região de Conselheiro Lafaiete, Minas Gerais. Dentre estes grupos, destaca-se a Congada de Santa Efigênia, recriada em 7 de janeiro de 1984 por José Batista Afonso, o lendário Capitão Zé Baiano, como continuação da congada fundada por seus pais, Maria Bahiana e Passarinho Afonso, em sua cidade natal, Santana dos Montes, MG. Com o falecimento do Capitão Zé Baiano em 1999, o grupo passa a ser liderado por sua filha, a Capitã-mor Gislaine Afonso, que herda do pai o bastão de capitão que é passado de geração para geração há 190 anos, tendo ainda como Capitã sua mãe, Iracema Afonso.

 

O que preciso saber antes de comprar um Ingresso:

Pessoas com mais de 12 anos deverão apresentar comprovante de vacinação contra COVID-19, evidenciando DUAS doses ou dose única para ingressar em todas as unidades do Sesc no estado de São Paulo.

O comprovante pode ser físico (carteirinha de vacinação) ou digital e um documento com foto.

O uso da máscara é obrigatório durante toda sua permanência na Unidade.

Para atividades com ingresso, será necessário apresentar o QR Code na entrada da atividade.

Consulte antecipadamente em sescsp.org.br sobre o funcionamento do estacionamento da unidade promotora do evento.

Utilizamos cookies essenciais, de acordo com a nossa Política de Privacidade, para personalizar e aprimorar sua experiência neste site. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.