Desvairar 22
Desvairar 22

DESVAIRAR 22

Com curadoria de Marta Mestre, Veronica Stigger e Eduardo Sterzi

Diversos 22

Pinheiros

L

atividade presencial

Grátis

Local: Espaço Expositivo (2º andar)

Data e horário

De 27/08 a 15/01

Terça a Domingo

Terça a sábado, das 10h30 às 21h. Domingos e feriados, das 10h30 às 18h.

Desvairar 22
Desvairar 22

A mostra DESVAIRAR 22, com curadoria de Marta Mestre, Veronica Stigger e Eduardo Sterzi parte da Semana de Arte Moderna de 22 para rememorar alguns dos acontecimentos que marcaram aquele ano, como o centenário da Declaração da Independência do Brasil, a Exposição Internacional do Centenário, a primeira transmissão de rádio no país e a descoberta da tumba de Tutancâmon.

Transitando entre fatos e imaginação, a exposição se propõe a explorar caminhos ainda não percorridos. Assim como os modernistas desvairaram ao invocar o povo brasileiro no esforço de criação de um país ainda inexistente, “Desvairar 22” convida os visitantes a um exercício de imaginação histórica para ressignificar o que passou.

São mais de 270 itens reunidos, entre obras, fotos, objetos, filmes, músicas, documentos e textos, apresentados no espaço expositivo, em quatro diferentes núcleos: “Saudades do Egito”, “Os Ossos do Mundo”, “Meios de Transporte” e “Índios Errantes”.

A exposição contempla a ação em rede “Diversos 22: Projetos, Memórias, Conexões”, desenvolvida pelo Sesc São Paulo.

 

SOBRE OS CURADORES

Marta Mestre é curadora e trabalha em Portugal e no Brasil. Atualmente é diretora artística do Centro Internacional das Artes José de Guimarães. Foi curadora no Instituto Inhotim, curadora-assistente no MAM-Rio, curadora-convidada e docente na EAV-Parque Lage. É membro do Conselho Geral da Universidade do Minho, Portugal. Entre outros projetos, foi curadora de “Farsa” [SESC-Pompéia, São Paulo, 2020] e “Alto Nível Baixo” [Galeria Zé dos Bois, Lisboa, 2020]. Atualmente prepara a retrospectiva “Philippe Van Snick: Dynamic World” [S.M.A.K, Ghent, Bélgica], que será inaugurada em 2022.

Veronica Stigger é escritora, curadora independente e professora universitária. Foi curadora, entre outras, das exposições “Maria Martins: metamorfoses” e “O útero do mundo”, ambas no MAM (São Paulo, 2013 e 2016); co-curadora, ao lado de Eduardo Sterzi, de “Variações do corpo selvagem: Eduardo Viveiros de Castro, fotógrafo”, no Sesc Ipiranga (2015), Sesc Araraquara (2016), Weltkulturen Museum (Frankfurt, 2017) e CIAJG ― Centro Internacional das Artes José de Guimarães (Guimarães, 2019); e co-curadora, ao lado de Eucanaã Ferraz, de “Constelação Clarice”, no Insituto Moreira Salles (São Paulo, 2021 e Rio de Janeiro, 2022) . Com a exposição sobre Maria Martins, angariou o Grande Prêmio da Crítica da APCA e o Prêmio Maria Eugênia Franco, concedido pela ABCA para melhor curadoria do ano.

Eduardo Sterzi é escritor, crítico literário e professor de Teoria Literária na Unicamp. Autor dos volumes de estudos literários Por que ler Dante e A prova dos nove: alguma poesia moderna e a tarefa da alegria, ambos de 2008, e Saudades do mundo, que será publicado ainda em 2022. Organizou também Do céu do futuro: cinco ensaios sobre Augusto de Campos. Foi co-curador das exposições “Variações do corpo selvagem: Eduardo Viveiros de Castro, fotógrafo” (SESC Ipiranga, 2015; SESC Araraquara, 2016; Weltkulturenmuseum, Frankfurt, Alemanha, 2017; e CIAJG ― Centro Internacional das Artes José de Guimarães, Guimarães, Portugal, 2019), e “Caixa-preta” (Fundação Iberê Camargo, Porto Alegre, 2018).

 

FICHA TÉCNICA

Curadoria: Eduardo Sterzi, Marta Mestre e Veronica Stigger

Assistente de Curadoria: Renato Menezes

Coordenação Curatorial: Marta Mestre

 

Equipe Sesc: Adriano Alves, Andréa Lanaro, Camila Hion, Claudia Talita Oliveira, Felipe Torres, Fernanda Monteiro, Fernanda Porta Nova, Fernando Fialho, Gabriela Farcetta, Helena Bartolomeu, Henrique Vizeu, João Paulo Guadanucci, João Victor Guerrero, José Lima, Karina Musumeci, Laise Guedes, Lidia Borba, Ligia Moreli, Luciano Amadei, Luciano Quirino, Maitê Lacerda, Márcio Donisete Lopes, Nathalia Lino, Nilva Luz, Paulo Roberto Ferreira, Sarah Degelo, Sidnei Oliveira, Silvio Miron, Suellen Barbosa, Thais Franco.

 

Produção Executiva: Madai – Angela Magdalena

Coordenação de Produção: Lorena Vilela

Produção: Isabela Vilela

Produção de Licenciamento de Imagem: Tatiane Takahashi

Assistente de Produção: Fernanda Mafra

Financeiro: Nelma Alós Assistente Financeiro Tatiane Monteiro

Projeto Expográfico: Ricardo Amado

Assistente de Expografia: Gabriela Pereira Rocha

Desenho de Luz: Camille Laurent

Colaborador de Iluminação: OMstudio

Assistente de Iluminação: Cyntia Monteiro

Design: Luciana Facchini e Flavia Castanheira

Assistente de Design: Bruna Sade

Tratamento de Imagem: Mariana Afonso

Edição de Vídeo: Luccas Villela

Revisão de Textos: Cícero Oliveira

Projeto de Acessibilidade: Silvia Arruda

Projetos de Estrutura, Climatização e Elétrica: Murilo Jarreta

Coordenação de Montagem: Primeira Opção – Sergio Santos e Agnes Rosa

Laudos de Conservação: Ângela Freitas, Angela Peyerl, Ana Carolina Boaventura, Dulcinéia da Paz Rocha, Lucimar Ines Predebon, Maria Cristina Ribeiro dos Santos, Marília Fernandes, Raquel Teixeira, Rebecka Borges e Veronica Cavalcante

Montagem Fina: Andrey Feixas, Éderson José de Abreu, Pedro Cruz e Samuel Borges

Coordenação de Ação Educativa: Lucas Silva de Oliveira e Nina Pauline Knutson

Supervisão do Educativo: Flora Valentini e Juan Gonçalves

Educadores: Ana Flávia dos Reis, Brenda Albertina, Laura Sapucaia, Manoel Davi Carneiro, Mariana Cristina, Poliana Moreira, Wes de Jesus e Yá Vitório

Assessoria de Imprensa: Sofia Carvalhosa Comunicação

Making of: Zulian & Sai Filmes

Execução de Cenografia: Maxxy Stands

Equipamentos de Iluminação: Santa Luz

Equipamentos de Audiovisual: WPA

Transporte: Millenium

Seguro: Affinité Seguros

 

Utilizamos cookies essenciais, de acordo com a nossa Política de Privacidade, para personalizar e aprimorar sua experiência neste site. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.