Foto: Ligia Jardim
Foto: Ligia Jardim

Dr. Anti

Com Cia. Extemporânea

Ipiranga

Duração: 75 minutos

16

atividade presencial

Local: Teatro

Foto: Ligia Jardim
Foto: Ligia Jardim

Seis personagens se reúnem para um jantar. Enquanto comem a salada e aguardam pelo prato principal, eles discutem sobre suas diferentes interpretações para a crise política e social dos últimos anos. Vendo que os presentes são incapazes de chegar a um acordo, um dos convidados propõe a realização de um pacto de sangue para sanar a crise do país.

Sobre a Cia. Extemporânea
A Extemporânea é um grupo teatral com sete anos de atuação na cidade de São Paulo. Realizou entre 2015 e 2020 as peças Fauna fácil de bestas simples (2015, dir. Pedro Massuela), A demência dos touros (2017, direção de Ines Bushatsky, dramaturgismo de Dodi Leal) e Roda morta – uma farsa psicótica (2018, direção de Clayton Mariano). Esta última, adaptada para o cinema, deu origem ao primeiro longa-metragem com realização e produção da companhia, Rompecabezas (direção de Dellani Lima), que estreou no 15º Festival de Cinema Latino-Americano de São Paulo, em dezembro de 2020. Além do longa, a companhia realizou o curta-metragem FALSO FILME, dirigido por Bushatsky e Mostazo, que estreou na Mostra de Cinemas Possíveis de 2021. Em julho de 2021, a cia. estreou o espetáculo online B de Beatriz Silveira e, em junho de 2022, O mistério cinematográfico de Sendras Berloni, ambos com direção de Ines Bushatsky e criados junto ao núcleo F de Falso, projeto artístico-pedagógico da companhia voltado à criação de montagens inéditas.

Dr. Anti é o sexto espetáculo da Extemporânea, e o quarto com texto original assinado pelo poeta e dramaturgo João Mostazo.

Ficha Técnica

Direção: Ines Bushatsky e João Mostazo
Texto: João Mostazo
Elenco: Ernani Sanchez, Felipe Carvalho, Letícia Calvosa, Mariana Marinho, Mau Machado, Regina Maria Remencius. André Capuano e Tetembua Dandara
Cenário: Fernando Passetti
Luz: Aline Santini
Figurinos: Marichilene Artisevskis
Direção musical: Gabriel Edé
Artista visual: Lídia Ganhito
Contrarregras: Julia Tavares
Operação de som: Jess
Operação de luz:
Produção: Corpo Rastreado – Anderson Vieira
Criação: Extemporânea

A sessão de 27 de novembro terá tradução em LIBRAS

Utilizamos cookies essenciais, de acordo com a nossa Política de Privacidade, para personalizar e aprimorar sua experiência neste site. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.