Foto: Tico Dias
Foto: Tico Dias

Duas Beiras

Das Barrancas do Velho Chico às margens do Rio Pinheiros

Música de Raiz

Belenzinho

Duração: 90 minutos

A12

atividade presencial

Local: Teatro

Venda presencial a partir do dia 01/02 às 17h

Foto: Tico Dias
Foto: Tico Dias

Projeto musical das cantoras e compositoras Anabel Andrés e Priscila Magella, no qual compartilham canções, causos e reflexões ligadas aos seus rios, contextos de vida e a todos os rios do Brasil, numa travessia de profunda sensibilidade dedicada à consciência ambiental e à importância vital das águas do planeta.

 

Priscila traz a Música Barranqueira, movimento de valorização da cultura regional das Barrancas do Velho Chico, do qual é representante, sendo conhecida como “a voz do rio”. Nascida na cidade de Pirapora e região do Vale do São Francisco, norte de MG, compartilha do legado musical de Geraldo Magela, conhecido como o capitão Magela, seu tio, além de Marku Ribas e outros ícones precursores do movimento, somando esse rico legado a seu repertório autoral.

Anabel traz seu canto das frestas da Paulicéia apressada, e que transita pelas margens do Rio Pinheiros, da paisagem urbana com seu caos e sua riqueza cultural múltipla, feita por pessoas de toda parte do Brasil e do mundo e de suas andanças pela cultura de raiz com o grupo Vozes Bugras, do qual é uma das fundadoras, integrante e co-produtora. Compõe o que chama de música regional cosmopolita. De seu encontro brota um percurso musical que nasce na poética dos cantos sagrados das mães d’água, e navega na palavra engajada em prol da vida, do amor aos rios e do respeito ao meio ambiente, fluindo pelos veios de uma ecologia afetiva, que reverencia a Terra. Seu repertório autoral navega ao ritmo de xote, catira, boi bumbá, moçambique, samba, blues, funk e outros, revelando a diversidade de influências musicais das artistas, acompanhadas pelo percuterista e pesquisador Petezera.

Com Anabel Andrés (voz, violão, cavaquinho), Priscila Magella (voz, violão, percussão), Robson Petezera (percuteria, caixa de folia, pandeirão, pandeiro).

 

 

 

 

 

Utilizamos cookies essenciais, de acordo com a nossa Política de Privacidade, para personalizar e aprimorar sua experiência neste site. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.