Crédito: Marcelo Macaue
Crédito: Marcelo Macaue

Figural

Bom Retiro

10

atividade presencial

Local: Teatro

Crédito: Marcelo Macaue
Crédito: Marcelo Macaue

Uma prosa corporal sobre os arquétipos que circundam a humanidade. Original de 1990, trata-se de uma remontagem da criação do artista Antonio Nóbrega. As danças mascaradas unidas à teatralidade e musicalidade formam um compilado poético e prosaico, cômico e austero, solene e despojado, em uma confluência de polaridades que, pela arte, irradiam luz sobre a realidade brasileira.

Criado em 1990 o espetáculo Figural, de Antonio Nóbrega, foi a primeira síntese corporal do artista que tem sua carreira marcada pela busca de uma dança e gestualidade brasileira. Conjugando simultaneamente dança, música e teatralidade, Nobrega revela não só um referencial gestual e musical, como a confluência de linguagens artísticas, uma das característica comum às tradições artísticas populares.

Ficha Técnica:
Concepção original: Antonio Nóbrega
Atuação e adaptação Maria Eugenia Tita
Colaboração: Rosane Almeida, Maurício Florez e Eduardo Rios
Direção Coreográfica: Mauricio Florez
Direção de Atuação: Eduardo Rios
Textos: Antonio Nóbrega, Eduardo Rios, Tiago Lubiana e Maria Eugenia Tita
Roteiro Musical: Antônio Nóbrega e Maria Eugenia Tita
Preparo Físico: Global Pilates | Luciana Cazotti
Desenho e operação de luz: Lica Barros
Desenho operação de som: Luana Alves
Máscaras e Figurinos Originais: Romero de Andrade Lima
Cabeção: Sandro Roberto
Restauração e confecção de máscaras: Zsa Zsa Fernandes
Restauração de Figurinos: Luciana Bueno
Cenografia: Armando Junior
Fotos: Marcelo Macaue
Projeto gráfico: Daniela Simões
Direção de produção: Thereza Freitas
Realização: Truleu Produções

Textos:
Martelo Agalopado início: Antonio Nóbrega
Mirrele Bejout: Antonio Nóbrega
Dançarina de Histórias: Eduardo Rios
Martelo Agalopado final: Tiago Lubiana e Maria Eugenia Tita

Roteiro musical:
Martelo Agalopado início: Antônio Nóbrega
Cazumba: Antônio José Madureira
Rasga do Nordeste: Antônio Nóbrega
Valsa das Flores: Tchaikovsky
Triunfando: Marcos César
Cheek to Cheek: Irving Berlin
Sur le Ciel de Paris : Humbert Giraud e Jean Drejac
Assanhado: Jacob do Bandolim
Feira de Mangaio: Glorinha Gadelha e Sivuca
Martelo Agalopado final: Tiago Lubiana e Maria Eugenia Tita

Maria Eugenia Tita é dançarina e pesquisadora, atua nos palcos desde os nove anos. Desenvolve um trabalho cênico e pedagógico a partir da união das danças tradicionais brasileiras às técnicas formais de dança teatro físico. Formada em história, compõe a equipe do Instituto Brincante e compartilha de prêmios dentre eles APCA de Dança, Melhor Espetáculo do Ano pela Folha de São Paulo.

A apresentação integra parte das atividades comemorativas dos trinta anos do Instituto Brincante (espaço cultural criado por Nóbrega e Rosane) e dos cinquenta anos de carreira de Antonio.

A remontagem testemunha um passado desenhado às linhas do futuro. Revela traços de um Brasil antigo e inovador e mostra-se atemporal, como um chamado ao legado e a criação, nas palavras de Nóbrega: “pequenas iluminuras do baú da nossa memória coletiva”.

TRANSPORTE: Oferecemos transporte gratuito entre a Estação Luz e Sesc Bom Retiro (saída da CPTM/Parque da Luz e José Paulino) nos dias de espetáculos. Embarque e desembarque na saída da CPTM, sentido Praça da Luz e José Paulino. Horários: Sextas e sábado, das 17h30 às 19h50. Domingo dia 13/11, das 15h30 às 17h50. Domingos, 20/11 a 18/12, das 13h30 à 15h50. Quarta (30/11), das 19h50 às 22h.

Utilizamos cookies essenciais, de acordo com a nossa Política de Privacidade, para personalizar e aprimorar sua experiência neste site. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.