Imagem: divulgação
Imagem: divulgação

Heloísa Fernandes Quarteto

Com Ari Colares, Toninho Carrasqueira e Zeca Assumpção

Instrumental Sesc Brasil

24 de Maio

Duração: 90 minutos

12

atividade presencial

Local: Teatro - 1º subsolo

Imagem: divulgação
Imagem: divulgação

A pianista e compositora Heloísa Fernandes possui uma linguagem original, de muita brasilidade, que mescla diversas fontes inspiradoras e que tem no improviso uma de suas características principais. Neste show, ao lado de Ari Colares (percussão), Toninho Carrasqueira (flauta) e Zeca Assumpção (contrabaixo), ela mostra suas composições, além de temas de Moacir Santos e Pixinguinha, em versões inéditas, surgidas do encontro destes músicos singulares, com espaço para duos, trios, muita riqueza de timbres, cores e paisagens contrastantes.

Heloísa Fernandes vem sendo descrita pela crítica como “lírica e luminosa, além de categorizações” (Tim Page, The Post and Courier, Charleston, USA). Com um repertório centrado em sublimes interpretações e criações instrumentais, uma das cinco finalistas premiadas no Prêmio Visa de Música Brasileira, tornou-se conhecida no Brasil e exterior consolidando sua carreira profissional através da pesquisa da cultura popular, que abastece suas composições como fonte catalizadora e inspiradora. Pianista e compositora, gravou seu primeiro trabalho autoral, Fruto, ao lado de grandes mestres como Zeca Assumpção e Naná Vasconcelos. Para o álbum seguinte, Candeias, pesquisou profundamente as melodias e ritmos documentados por Mário de Andrade e pesquisadores em 1936 e criou suas composições partindo destes materiais pertencentes à cultura popular brasileira. Durante turnê nos EUA, recebeu o convite de Thomas Zoells, diretor da Piano Forte Foundation em Chicago, para gravar um álbum solo. Este trabalho, intitulado Faces, registra composições e improvisações que nasceram das impressões da artista sobre o universo feminino e a sua relação com a Mitologia Grega. Seu quarto álbum, Inzu, ao lado do saxofonista Mané Silveira, foi resultado de pesquisa e inspiração sobre a obra da escritora tutsi Scholastique Mukasonga, sobrevivente aos massacres em Ruanda ocorridos na década de 90. A leitura do livro A mulher de pés descalços, de Sholastique, nutriu suas composições, que traduzem sua reverencia ao continente africano. A convite da Orquestra Sinfônica da USP, Heloisa orquestrou sua obra, que teve estreia em 2019 tendo a compositora como solista. Integrou do projeto Ms Mozart, idealizado pela agencia Almap BBDO, como pianista e autora da trilha instrumental, que recebeu premiação na D&AD em Londres em 2021, na categoria composição original. Sua música foi trilha para o documentário Desterro – a poiesis de Imre Kertész, escritor húngaro, sobrevivente do holocausto, Prêmio Nobel de Literatura em 2002. Realiza concertos no Brasil e exterior. Entre eles, destacam-se os solos no Spoleto Jazz Festival e a turnê de piano solo nos EUA.

Utilizamos cookies essenciais, de acordo com a nossa Política de Privacidade, para personalizar e aprimorar sua experiência neste site. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.