Foto: Alicia Peres
Foto: Alicia Peres

Iniciação teatral para jovens – teatro como semente para novos tempos

Com Camila Andrade, e participação do Coletivo Sementes

Bom Retiro

12

atividade presencial

Grátis

Local: TEATRO

Data e horário

De 04/10 a 06/12

Terça

Das 14h30 às 17h30

Foto: Alicia Peres
Foto: Alicia Peres

Nesta oficina, jovens participantes terão a oportunidade de experimentar elementos fundamentais do teatro e compreender as etapas de um processo colaborativo de criação. Na busca por um fazer teatral decolonial, serão convidadas e convidados a refletirem sobre questões pertinentes à juventude, que atravessam suas vidas e seu tempo, descobrindo o teatro como espaço de construção de novos imaginários sociais, que se contraponham às narrativas hegemônicas que nos são impostas. Durante os encontros haverá a participação de jovens integrantes do Coletivo Sementes, que compartilharão suas experiências no teatro, além de ministrarem atividades de outras linguagens para colaborar com as criações, como: percussão corporal, dança, literatura e SLAM.

Camila Andrade
Camila Andrade é multiartista , produtora e professora de teatro com 22 anos de carreira. Dedicou parte de sua carreira à formação de coletivos de teatro e foi contemplada com editais a nível municipal (VAI I, VAI II, Fomento ao Teatro, Lei Aldir Blanc), estadual (ProACs) e nacional (Prêmio Myriam Muniz de Teatro), para a realização de seus projetos. Fundadora do Coletivo Quizumba (2008), do Coletivo Joanas incendeiam (2009) e do Coletivo Sementes (2016) e integrante do Impulso Coletivo (2007). Atua na formação de atores e atrizes no Teatro Escola Macunaíma desde 2012. Como educadora atuou em escolas formais, ONGs e em programas do Estado e do município, como o Vocacional Teatro e o

Fábricas de Cultura. Atua como iluminadora de teatro, dança, música e circo desde 2005, tendo sido duas vezes indicada a prêmios.

Coletivo Sementes

O Coletivo Sementes é formado por jovens artistas e trabalhadories, migrantes de diversas regiões do Estado de São Paulo e do nordeste do país. Foi fundado em 2017, movido pelo desejo de seus e suas integrantes dialogarem com a população jovem , principalmente periférica. Desde então circulou por diversos equipamentos culturais na cidade de São Paulo e cidades do interior. Foi contemplado com os editais VAI I (2019) e VAI II (2020) e recentemente com o Prêmio Zé Renato de Teatro.

Utilizamos cookies essenciais, de acordo com a nossa Política de Privacidade, para personalizar e aprimorar sua experiência neste site. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.