Divulgação
Divulgação

Introdução à produção audiovisual: etapas e estruturas

Com Denise Machado e Willy Biondani

Itinerância da 46ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo

Sorocaba

16

atividade online

Grátis

Local: Plataforma on-line

Inscrições a partir de 3/11, às 14h, na página de inscrições do Sesc Araraquara. Vagas limitadas.

Data e horário

De 30/11 a 01/12

Quarta e Quinta

das 19h às 22h

Divulgação
Divulgação

O curso tem como objetivo apresentar o conhecimento básico das funções e principais aspectos que envolvem a produção audiovisual. 

A partir de um estudo de caso de longa-metragem de ficção, despertar curiosidade para as diversas profissões técnicas e artísticas que participam da realização de um projeto audiovisual.  

Descrever as etapas a serem percorridas, desde a definição de equipe e organograma de funções, proporcionando melhor compreensão do processo criativo nas etapas de desenvolvimento, produção e pós-produção da obra audiovisual.

 

Conteúdo: 

– 1º dia será ministrado pela Denise Machado: falará sobre os processos de uma produção audiovisual (teórico);

– 2º dia será ministrado pelo Willy Biondani: como diretor de fotografia, ele mostrará story boards, frames e outros processos práticos que participam da produção de um filme.


Sobre:

Denise Machado tem formação em publicidade e pós-graduação em escrita criativa e atua há trinta anos com produção cinematográfica, tendo atuado na produção de filmes de ficção, documentários e séries de TV. Junto à produtora Bossa Nova Films, esteve envolvida em projetos como Casa de Antiguidades, de João Paulo Miranda (2020); “Ausência”, de Chico Teixeira, e “Violeta foi para o céu”, de Andrés Wood.

Willy Biondani estudou na faculdade Belas Artes e vem trabalhando como fotógrafo profissional e com fotografia de cinema desde 1982. Entre seus trabalhos destacam-se “Nocaute”, (1995) – “Diadorim e Riobaldo”(2009) e “Além do Homem” (2018), além de exposições como “La Gitane”, Palais de Chaillot (1990); Bienal Internacional de Fotografia de Curitiba (1996); Brazilian Art Project – Ludwigmuseum – Colonia – Alemanha (2005) e Bienal Internacional de Roma (2008).

Utilizamos cookies essenciais, de acordo com a nossa Política de Privacidade, para personalizar e aprimorar sua experiência neste site. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.