Laboratório de futuros
Laboratório de futuros

Laboratório de futuros: Ferramentas digitais gratuitas e plataformas de inteligência coletiva

Com Priscila Menegasso e Gabriela Garcia

Avenida Paulista

Duração: 150 minutos

AO VIVO
18

atividade online

Grátis

Local: Pelo Zoom.

Vagas limitadas. Inscrições online, a partir de 2/8, 14h, para Credencial Plena e 5/8, 14h, para público em geral.

Data e horário

De 09/08 a 06/09

Terça

Das 19h às 21h30.

Laboratório de futuros
Laboratório de futuros

Pensando nas crescentes demandas pela presença nos meios digitais, este curso apresentará conceitos básicos da comunicação visual, conjuntamente a reflexões sobre que espaços temos construído e o que temos comunicado. Para isso, faremos o uso de softwares gratuitos para produção de conteúdos gráficos
digitais a partir de atividades propostas sobre o tema: comunicação aplicada a futuros. Todos os conteúdos no curso integrarão um repositório de possíveis novas formas de ser e estar no mundo, compartilhando de maneira aberta e livre com a comunidade toda a inteligência coletiva gerada.

Vagas limitadas. Inscrições online, a partir de 2/8, 14h, para Credencial Plena e 5/8, 14h, para público em geral.

Gabriela Garcia graduou-se em Arquitetura e Urbanismo (FAU-USP e ETSAM-UPM) e possui mestrado em Design para Futuros Emergentes (IAAC/Elisava-UPC). Projetos anteriores e atuais abordam tópicos relacionados à ecodesign, regeneração urbana, design participativo, fabricação digital, cultura material e compartilhamento de conhecimentos. Como uma pessoa sempre explorando novas artesanias e estratégias, acredita no poder do fazer como uma ferramenta de conexão e conscientização, ambas muito necessárias em nossos tempos.

Priscila Menegasso está explorando diversas possibilidades de ser e estar no mundo, carrega no corpo experiências nas áreas de conservação, restauro e projetos em arquitetura, ilustração, design e artes. Percebe a educação como um lugar privilegiado de integração das coisas, de encontros de pessoas. Integrou por anos a equipe de Ação e Pesquisa Educativa do Instituto Tomie Ohtake e atua como educadora-poeta, com pesquisa pessoal voltada para a elaboração de dispositivos poéticos na experimentação de múltiplas linguagens e os corpos como suporte dessas experiências. Arquiteta e urbanista (FAU-USP), licenciada em Artes Visuais (Centro Universitário Claretiano) e pós-graduada em Artes-Manuais para Educação (FACON – A Casa Tombada).

Utilizamos cookies essenciais, de acordo com a nossa Política de Privacidade, para personalizar e aprimorar sua experiência neste site. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.