Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Massembas de Ialodês – Candaces: mulheres guerreiras em movimento

com Helena Theodoro, Luana Bayo, Maitê Freitas, Nina Rosa e Sueli Carneiro

Dossiê da Diáspora - Presença e Resistência Negra no Mundo

Pompeia

Duração: 120 minutos

L

atividade presencial

Grátis

Local: Comedoria

Retirada de ingressos com uma hora de antecedência.

Data e horário

De 31/08 a 31/08

Quarta

Dia 31/08 às 20h

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Um encontro entre amigas. Duas mulheres da mesma geração que construiram um legado intelectual e de fortalecimento do movimento de mulheres negras no Brasil, na América latina. Nesta conversa, Sueli e Helena conversam sobre os saberes e construção de futuro.

Helena Theodoro (RJ)
Bacharel em Direito, Pedagoga, Mestre em Educação pela UFRJ, Doutora em Filosofia pela UGF, pós- doutora em História Comparada. Autora de vários livros, sendo o último “Martinho da Vila reflexos no espelho”. Autora do enredo Resistência do Acadêmicos do Salgueiro de 2022. Foi jurada do Estandarte de Ouro do jornal O Globo por 27 anos.

Sueli Carneiro (SP)
É filósofa, doutora em Educação pela Universidade de São Paulo (USP) , escritora e ativista do movimento social negro e do movimento de mulheres negras no Brasil. Fundadora e atual diretora do Geledés ¿ Instituto da Mulher Negra, considerada uma das principais autoras do feminismo negro no Brasil.

Maitê Freitas (SP)
Doutoranda em Mudança Social e Participação Política e Mestre em Estudos Culturais, ambos pela USP. É ensaísta, jornalista e gestora cultural. Idealizadora da plataforma Samba Sampa e coordenadora executiva da Editora Oralituras. Colabora nas ações e produção da websérie Empoderadas. Participou de coletâneas literárias como autora e editora. É organizadora e idealizadora da Coleção Sambas Escritos (Pólen, 2018). Co-fundadora do coletivo de pesquisadoras negras Acadêmicas das Sambas. É jornalista pesquisadora do Observatório de Territórios Sustentáveis e Saudáveis (FioCruz).

Intervenção musical

Nina Rosa (RJ)
Representa a geração de novos talentos da música brasileira, despontando no cenário do samba com sua voz marcante e interpretação forte. Da canção ao carnaval, a cantora carioca vai dos palcos de teatro às rodas de samba, do carnaval e à mpb. Lançará ainda este ano Nina Rosa canta Nei Lopes – 80 anos, com direção de Carlinhos 7 cordas.

Luana Bayo (SP)
Cantora, compositora, educadora e pesquisadora. Tem um trabalho fortemente marcado pela presença das tradições afro-brasileiras e pela música negra em diáspora. Seu trabalho mais recente é o Disco “Tambú”, que traz a presença da influência da musicalidade dos povos bantos nos batuques paulistas.

Instrumentistas – Massembas

Analu
Cantora ,musicista, integrante do projeto Zanza e amigas, com residência no Bar 34, área central de São Paulo a quatro anos, integrante do projeto Dinastia Preta com as pretas e gordas. Bacharel em Direito.

Carol Nascimento
Cantora, compositora e educadora do Grajaú. Em 2014 integrou a ala dos compositores do Kolombolo diá Piratininga. Em 2015 participou das Sambadas, roda de samba de mulheres. No mesmo ano entrou para o elenco da Cia. de Artes do Baque Bolado onde teve contato as linguagens da dança, percussão e perna de pau. Em 2019 é convidada pela Cia. dos Inventivos de Teatro onde atuou como artista criadora até o fim de 2021.

Helô Ferreira
É bacharel em música e mestre em Educação. Como violonista e arranjadora atua no novo cenário do samba paulistano. Em 2021 e 2022 atuou como diretora musical de dois festivais no Vale do Paraíba e está dirigindo o primeiro disco do Grupo Dona Rua.

Kamila Alcantara
Musicista, há 20 anos e integrante do Samba de Dandara .

Kelly Adolpho
Cavaquinista, percussionista, ritmista de escola de samba,iniciou na música aos 16 anos, passou por alguns projetos sociais como Pingo de Gente , acompanhou cantores como Glória Bonfim,Mart,nalia, Fabiana Cozza,Leci Brandão, Toninho Nascimento,faz parte dos conjuntos musicais,Samba pros Orixás,Massembas de Ialodês, Raquel Tobias e Mulheres no Sincopado

Monalisa Madalena
Percussionista de samba . Desde 2011 é integrande do grupo de samba Roberta Oliveira e o Bando de Lá onde tem como instrumento fixo , pandeiro, cuíca e efeitos. Também é percussionista do compositor Anderson Soares e Daniel Arruda, onde participou da gravação do cd de ambos.

 

Utilizamos cookies essenciais, de acordo com a nossa Política de Privacidade, para personalizar e aprimorar sua experiência neste site. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.