Foto: divulgação
Foto: divulgação

O brasileiro perdeu a identificação com a seleção brasileira? 

Com Pepe e José Roberto Torero. Mediação da jornalista Vanessa Faro 

Santos

L

atividade presencial

Grátis

Local: Auditório

Data e horário

De 09/12 a 09/12

09/12 • Sexta • 15h00
Foto: divulgação
Foto: divulgação

José Macia, o Pepe se apresenta como o maior artilheiro da história do Santos, afinal como ele mesmo diz, Pelé não é desse mundo. O ponta-esquerda recebeu o apelido de Canhão da Vila devido ao seu chute superpotente. Com 405 gols marcados com a camisa do Santos, ele ganhou todos os títulos possíveis na Vila Belmiro.  Bicampeão do mundo, como reserva, pela Seleção Brasileira em 1958 e 1962 e bicampeão mundial e da Copa Libertadores pelo Santos F.C. Pepe também fez sucesso como treinador, campeão pelo Santos e pelo São Paulo e teve a façanha de levar a Inter de Limeira ao inédito título de campeão paulista. Trabalhou em Portugal, no Japão e na Arábia onde foi treinador de Pepe Guardiola.    

José Roberto Torero é formado em Letras (português e espanhol) e Jornalismo pela USP.  Pela mesma universidade cursou Cinema e mestrado em Cinema, incompletos. É autor de 59 livros, entre eles O Chalaça (Prêmio Jabuti em 1995 – categoria romance), Uma história de futebol, Santos, um time dos céus, Futebol é bom pra cachorro, Dicionário Santista e Uns (contos sobre goleiros) (Prêmio Paraná de Literatura). Foi colunista da Folha de S.Paulo de 1998 a 2012. E do Jornal da Tarde entre 1995 e 1998. Como roteirista, escreveu o programa Retrato Falado (2000-2008), dez roteiros de longas-metragens, entre eles, Pelé Eterno, e dez roteiros de curtas-metragens, entre eles, Uma história de futebol, que concorreu ao Oscar em 2002. 

Vanessa Faro é uma jornalista apaixonada por esporte. Trabalhou quase 26 anos na Tv Tribuna, afiliada da Rede Globo, onde se especializou como setorista esportiva. Esteve à frente dos programas Corpo em Ação e Tribuna Esporte como apresentadora, repórter e editora. Foi a primeira mulher setorista do Santos F.C. pela Tv Tribuna e da região. Diz que é pé quente, pois quando cobriu o Santos o time voltou a ser campeão brasileiro (2002 e 2004). 

Cobriu Libertadores na Argentina, Copa do Mundo, Olimpíada de Pequim (2008), Olimpíada do Rio (2016), Mundial de Judô em Paris (2011), Mundial de Tamboréu na França. Fez reportagens especiais na Europa. Entre elas, foi a primeira repórter brasileira a acompanhar a prova Spartathlon na Grécia (2003 e 2010), entrevistando o ultramaratonista Valmir Nunes. Entrevistou Nenê no Paris Saint Germain (na França), Léo Baptistão no Atlético de Madrid (na Espanha), o ídolo Giovanni no Olympiakos (na Grécia). Sem falar que fez parte da equipe que acompanhou o rei Pelé na Copa Africana de Nações, no Gabão. Fã do eterno time do Santos, aprendeu muito sobre futebol com o saudoso capitão Zito.

Utilizamos cookies essenciais, de acordo com a nossa Política de Privacidade, para personalizar e aprimorar sua experiência neste site. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.