Foto: divulgação
Foto: divulgação

Pagú – Até Onde Chega a Sonda

Direção: Elias Andreato

Pompeia

Duração: 80 minutos

12

atividade presencial

Local: Espaço Cênico

Vendas online a partir do dia 22/11 às 12h e nas bilheterias a partir de 23/11 às 17h

Foto: divulgação
Foto: divulgação

Os fragmentos escritos por Pagú na cela de uma prisão, reúnem diálogos imaginários com um personagem masculino, confissões e análises profundas sobre sua dor e seu papel no mundo. Sua prosa fluida e sem filtros, passeia pelos seus sonhos e reflexões, alternando ternura e desespero, desejo e niilismo. No fim do manuscrito encontra-se uma lista de “coisas para o ninho”, que pode ter sido deixada ao acaso ou foi ali colocada propositadamente. Em paralelo, Martha Nowill, mãe de gêmeos, traz seus relatos pós-pandêmicos nesse misto de narrativa onde Martha e Pagú se mesclam, num centenário de histórias.

FICHA TÉCNICA:

Dramaturgia: Martha Nowill a partir do manuscrito de Patricia Galvão – Pagú
Direção: Elias Andreato
Com: Martha Nowill
Cenografia: Marina Quintanilha
Trilha Sonora: Ed Côrtes
Iluminação: Elias Andreato e Junior Docini
Preparador corporal: Roberto Alencar
Figurino: Marichilene Artisevskis
Colaboração dramaturgia-escrita na cena: Isabel Teixeira
Assistente de direção e fotografia: Rodrigo Chueri
Coordenação técnica: Junior Docini
Preparação vocal: Lucia Gayotto
Visagismo: Louise Helene
Designer: Luciano Angelotti
Produção Executiva: Fani Feldman
Assessoria de imprensa: Pombo Correio – Helô Cintra e Douglas Picchetti
Operação: Henrique Sanchez
Direção de Produção: Dani Angelotti
Idealização: Martha Nowill
Realização: Mil Folhas e Cubo Produções

Sessão com tradução em Libras dia 15/12


Oficina de Solos Autorais Com Martha Nowill – Saiba mais aqui.

Utilizamos cookies essenciais, de acordo com a nossa Política de Privacidade, para personalizar e aprimorar sua experiência neste site. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.