Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Potencialidades sensoriais da luz e do som

Com Julia Zakia

Ipiranga

Duração: 120 minutos

14

atividade online

Grátis

https://centralrelacionamento.sescsp.org.br/

Inscrições on-line pelo aplicativo Credencial Sesc SP ou no site centralrelacionamento.sescsp.org.br a partir de 24/1, às 14h.

Data e horário

De 31/01 a 09/02

Terça e Quinta

De 31/1 a 9/2, terças e quintas, das 19h às 21h.

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Atividade voltada para a investigação das potencialidades narrativas e sensoriais da luz e do som. Um desenho de memória é proposto como ponto de partida e, por meio dessas memórias luminosas de cada participante, conceitos básicos da fotografia como fontes de luz, recortes, intensidades e temperaturas de cor serão introduzidos e aprofundados a cada desenho de luz esboçado.

Essas noções irão ajudar o público participante a reproduzir e reinventar luminosidades, desenvolvendo temas sobre como criar sensações por meio das escolhas de iluminação e da combinação de sons, tensão, leveza, suspense e infinitas outras sensações. Da linearidade à descontinuidade, noções de tempo e movimento irão surgir dentro e fora do quadro, instigando a observação do entorno e a criação de pequenas narrativas e futuras inspirações.

A atividade será realizada pela plataforma Zoom.

Julia Zakia estudou Cinema e Teatro na Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo (ECA-USP), com especialização em direção e cinematografia. Desde 2004, trabalha nas duas funções, tendo escrito, dirigido e fotografado espetáculos e performances, curtas e longas metragens, exibidos em importantes festivais nacionais e internacionais. Entre eles, destaca-se Rio Cigano, Tarabatara, Rã, Planeta Fábrica e O chapéu do meu avô. Julia também produz e ilumina espetáculos de teatro e performances. Em 2007 mudou-se para Belgrado para trabalhar com linguagem teatral, sendo encarregada de desenvolver cenas com atores e não atores de zonas de conflito de guerra, em diversas regiões dos Balcãs, dando início a sua formação em preparação de elenco e linguagens híbridas. Em 2022, concluiu o mestrado em meios e processos audiovisuais pela USP e está finalizando seu segundo longa-metragem como diretora, Citrotoxic, com lançamento previsto para este ano.

Utilizamos cookies essenciais, de acordo com a nossa Política de Privacidade, para personalizar e aprimorar sua experiência neste site. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.