Foto: Montagem/Divulgação
Foto: Montagem/Divulgação

Tá no hype falar de HIV?

Contato

Consolação

12

atividade presencial

Grátis

Local: Sala Gama (7º andar), 1/12, e Convivência (térreo), 4/12

Inscrições no local com 30 minutos de antecedência

Datas e horários

De 01/12 a 04/12

Quinta

15h às 17h30

Domingo

14h às 16h

Foto: Montagem/Divulgação
Foto: Montagem/Divulgação
>> Por motivos de saúde, Spartakus não estará presente nos encontros dos dias 1 e 4/12. <<
 
Construções possíveis através do slam
Com a Coletiva Slam das Minas SP
1/12 – 15h e 16h30

Oficina de escrita e slam, com a sequente roda de conversa, serão as estratégias especialmente direcionadas ao público jovem inscrito em cursos do Sesc Consolação e também jovens que participam de outros projetos do território, para mobilizar a reflexão e aprofundar no conhecimento a respeito do HIV, da Aids e de outras IST’s – infecções sexualmente transmissíveis. A oficina de escrita e slam com a Coletiva Slam das Minas SP partirá de algumas perguntais iniciais para pensar nos temas propostos: O que é poesia? O cabe em um poema? A quem cabe escrevê-lo? De onde vem e para que serve o poema? Essas serão, então, algumas questões norteadoras desse encontro com jovens, com o intuito de provocar algumas reflexões importantes na busca do eu, poeta, diante de importantes e relevantes temas na discussão sobre diversidade, saúde pública, ética e direitos humanos. SLAM DAS MINAS SP – Primeira batalha poética com recorte de gênero de São Paulo, que atua com literatura em diversas linguagens, explorando as construções possíveis através das palavras. Propondo reconstruir conceitos e derrubar estereótipos e receitas de padronização.

Poesia, ciência e as infos mais atualizadas
Mediação do apresentador Spartakus Santiago; e como convidades, a poeta Priscila Obaci, multiartista e educadora, matrigestora de Xirezinho e Kisânsi, vive com hiv desde 2017; e o influenciador João Netto, do canal Super Indetectável
1/12 – 15h30
Nessa roda de conversa, profissionais e artistas convidarão o público a se aproximar e se aprofundar no conhecimento sobre o hiv e a aids através da poesia e da ciência. Personalidades que se fazem presentes na sociedade por meio de seus trabalhos em redes sociais, mobilizando conhecimento e reflexão social, irão compor um caldeirão de boas perguntas e possíveis respostas em um bate-papo com o público participante. SPARTAKUS SANTIAGO – Apresentador, criador de conteúdo e publicitário que ama cultura pop. Gay, negro e nordestino, busca usar a arte de forma política para transformar a cultura e educar. Mora em São Paulo, é formado em Comunicação Social – Publicidade pela UFF e em Direção de Arte pela Miami Ad School Rio/Nova York. Já trabalhou na Globo, Futura, GNT e Ogilvy NY. Atualmente é apresentador da MTV Brasil. Em 2020, foi selecionado pela Forbes como um dos 20 criadores negros mais inovadores do Brasil. Em 2022, foi um dos dois criadores brasileiros selecionados pela Adweek e Whalar para representar o país no Festival de Cannes. PRISCILA OBACI – É artista e educadora. Mãe de Melik Rudá e Bakari Mairê. Transita entre teatro, dança e poesia. Formada em Comunicação das Artes do Corpo e pós-graduanda em musicalização infantil. Professora da Dança Materna. Criadora de KISÂNSI – Consciência corporal para Mães – Bebês – Pais. Integrante do núcleo Black Babywearing Brasil – Carregar Preto. Autora de Poesias Pós-Parto (2020 – Oralituras) e a Calimba e Flauta em coautoria com Allan da Rosa. (2012 – Edições Toró). Ela considera que é uma honra falar sobre HIV na perspectiva de luta e não de luto. “Tenho 37 anos, sou mãe de 2. Descobri a minha sorologia há dois anos, no pré-natal do meu segundo filho. Soube do resultado na primeira consulta com a obstetra. Tive muito apoio das pessoas que estavam comigo. Minha mãe, meus amigos, isso foi de extrema importância.” JOÃO NETTO – João traz em sua bagagem informação científica e experiência pessoal, considerando sua vivência com o HIV e seu trabalho na área técnica do Ministério da Saúde focada no desenvolvimento de políticas públicas relacionadas ao HIV/Aids e no seu canal do YouTube “Super Indetectável” – o maior canal brasileiro sobre o tema, focado em ciência do HIV (e outras IST’s) e sexualidades. Ações realizadas no Ministério da Saúde: Curso de Jovens Lideranças; Protocolo Clínico e Diretrizes Terapêuticas; Aplicativo Viva Bem; Eventos internacionais como as Conferências Internacionais de Aids na Austrália, Holanda e Canadá, assim como eventos nos Estados Unidos, México e Irlanda; Manual do Cuidado Contínuo; Campanhas nacionais de HIV, principalmente para o Dezembro Vermelho e Carnaval, além das campanhas específicas para populações mais afetadas pelo vírus causador da Aids.
Apresentação de Slam
Com a Coletiva Slam das minas SP
4/12 – 14h

Ainda hoje nos percebemos, enquanto sociedade, evitando conversas sobre HIV e Aids. Mesmo em nossa família ou com a turma mais próxima de amigues, nem sempre parece haver espaço para esses temas, tido como difíceis e complexos. A arte pode ser estratégia para criar espaços de encontro. O slam, batalha de poesia falada, abrirá nossa roda para uma conversa potente e informativa sobre HIV e Aids. Após a apresentação, a Coletiva abre passagem para a abertura de uma Roda de conversa que pretende, sob as perspectivas da arte – especialmente pelo slam e pela poesia – e da ciência, trazer informações sobre a evolução do HIV e da Aids no Brasil e no mundo, evidenciando avanços científicos sobre métodos de prevenção e tratamento, e divulgando dados estatísticos sobre o avanço do HIV e da a Aids em diferentes grupos sociais – por exemplo, determinados grupos etários e de gênero. Slam e ciência serão as estratégias para ampliar o acesso à informação sobre Aids,  e outras IST’s. O enorme avanço científico na prevenção e tratamento da Aids não encontra correspondência no trato social sobre a doença, com a sociedade ainda replicando estigmas sociais de décadas passadas devido à falta de informação que também alimenta preconceitos.

 
Tá no hype falar de hiv? | Poesia, ciência e as infos mais atualizadas
Com mediação do apresentador Spartakus Santiago; e como convidades, a poeta hiv+ Marina Vergueiro, diretora do curta “Cartas Pra Mim” e o influenciador hiv+ João Netto, do canal do Youtube “Super Indetectável”
4/12 – 14h30
Nessa roda de conversa, profissionais e artistas convidarão o público a se aproximar e se aprofundar no conhecimento sobre o HIV e a Aids através da poesia e da ciência. Personalidades que se fazem presentes na sociedade por meio de seus trabalhos em redes sociais, mobilizando conhecimento e reflexão social, irão compor um caldeirão de boas perguntas e possíveis respostas em um bate-papo com o público participante.
MARINA VERGUEIRO – [ELA] poeta cineasta jornalista palestrante hiv+ | diretora de “Cartas Pra Mim” | autora de “Exposta”| apresentadora do “Senta Aqui” na @agenciaaids SPARTAKUS SANTIAGO – Apresentador, criador de conteúdo e publicitário que ama cultura pop. Gay, negro e nordestino, busca usar a arte de forma política para transformar a cultura e educar. Mora em São Paulo, é formado em Comunicação Social – Publicidade pela UFF e em Direção de Arte pela Miami Ad School Rio/Nova York. Já trabalhou na Globo, Futura, GNT e Ogilvy NY. Atualmente é apresentador da MTV Brasil. Em 2020, foi selecionado pela Forbes como um dos 20 criadores negros mais inovadores do Brasil. Em 2022, foi um dos dois criadores brasileiros selecionados pela Adweek e Whalar para representar o país no Festival de Cannes. JOÃO NETTO – João traz em sua bagagem informação científica e experiência pessoal, considerando sua vivência com o HIV e seu trabalho na área técnica do Ministério da Saúde focada no desenvolvimento de políticas públicas relacionadas ao HIV/Aids e no seu canal do YouTube “Super Indetectável” – o maior canal brasileiro sobre o tema, focado em ciência do HIV (e outras IST’s) e sexualidades. Ações realizadas no Ministério da Saúde: Curso de Jovens Lideranças; Protocolo Clínico e Diretrizes Terapêuticas; Aplicativo Viva Bem; Eventos internacionais como as Conferências Internacionais de Aids na Austrália, Holanda e Canadá, assim como eventos nos Estados Unidos, México e Irlanda; Manual do Cuidado Contínuo; Campanhas nacionais de HIV, principalmente para o Dezembro Vermelho e Carnaval, além das campanhas específicas para populações mais afetadas pelo vírus causador da Aids.
 
Inscrições no local com 30 minutos de antecedência.

Utilizamos cookies essenciais, de acordo com a nossa Política de Privacidade, para personalizar e aprimorar sua experiência neste site. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.