5º SIMPÓSIO DE ATIVIDADE FÍSICA E SAÚDE DA REGIÃO SUDESTE

23/04/2022

Compartilhe:

“Atividade física e Saúde Coletiva: um olhar além das recomendações e da responsabilização das pessoas”

O SIMPÓSIO 

Ao longo das últimas décadas muito se tem evoluído sobre o conhecimento em atividade física e saúde. Atualmente, as evidências acerca dos seus efeitos benéficos sobre os parâmetros de saúde física e mental são grandes, o que coloca a atividade física como uma importante ferramenta não-farmacológica na prevenção e controle de diversos agravos à saúde. Entretanto, é importante ressaltar que a atividade física leva a benefícios que vão além do biológico, promovendo possibilidades de interação social, com o ambiente, além das possibilidades de criação de vínculos com a prática. 
 
Com o aumento do corpo de evidências científicas em atividade física e saúde, poderia ser esperado o aumento do nível de atividade física da população brasileira, entretanto isto não tem sido observado. A maioria dos estudos aponta para uma manutenção ou piora destes níveis, mostrando que a evolução do conhecimento sobre os benefícios da atividade física para a saúde não está diretamente associada à mudança do comportamento da população. Assim, os pesquisadores da área passaram a se ocupar com investigações acerca das barreiras para a prática de atividade física que podem estar ligadas à percepção do ambiente, como a falta de estrutura ou segurança, e também relacionadas à condição socioeconômica, quando condições básicas de vida como, por exemplo, estar empregado, poder se alimentar, ter moradia e saneamento básico, não são atendidas. Como recomendar a atividade física nestas condições? Parece estar claro que as escolhas saudáveis dependem de condições objetivas, conforme citado anteriormente. 

O Brasil ocupa lugar de destaque nas pesquisas publicadas relacionadas à atividade física e saúde na América Latina e boa representatividade no contexto mundial. Nas últimas décadas, pesquisadores brasileiros identificaram a importância de constituir uma representação institucional junto à comunidade acadêmica e científica nacional que também pudesse ter representatividade internacional. Foi neste contexto que foram fomentadas as discussões sobre atividade física e saúde que fortaleceram a criação da Sociedade Brasileira de Atividade Física e Saúde (SBAFS) em 2007. A SBAFS foi criada com a intenção de congregar profissionais e organizações interessadas no desenvolvimento da atividade física no Brasil, apoiando e estimulando os trabalhos técnicos e científicos, divulgando os resultados e cooperando com as pessoas físicas e jurídicas na solução de problemas relacionados às áreas de interesse. 

A SBAFS é responsável pela organização do Congresso Brasileiro de Atividade Física e Saúde (CBAFS), que acontece bianualmente nos anos ímpares. Em 2021 foi realizada a XIII edição organizada pela Universidade Federal do Amazonas (UFAM). Também de forma bianual, nos anos pares, acontecem os Simpósios Regionais de Atividade Física e Saúde. Uma Instituição de Ensino de cada uma das cinco regiões do Brasil é escolhida para desenvolver tal evento, que tem a chancela da SBAFS, mas é organizado de forma independente pela Instituição proponente. A primeira edição do Simpósio Regional aconteceu no ano de 2014, na cidade de Rio Claro/SP; em Muzambinho/MG e Passos/MG em 2016; Belo Horizonte/MG em 2018 e Presidente Prudente/SP em 2020 (on-line). 

Procurando dar continuidade a estas discussões, assim como trazer novas perspectivas e enriquecimento para a área da Atividade Física e Saúde, a Escola de Educação Física e Esporte de Ribeirão Preto (EEFERP) da Universidade de São Paulo (USP) e o Serviço Social do Comércio – Sesc, realizam a quinta edição do Simpósio de Atividade Física e Saúde da Região Sudeste, de 7 a 9 de setembro de 2022, com o tema norteador “Atividade física e Saúde Coletiva: um olhar além das recomendações e da responsabilização das pessoas”. 

Em 2022, o 5º Simpósio de Atividade Física e Saúde da Região Sudeste reunirá acadêmicos de graduação e pós-graduação, profissionais, estudantes e pesquisadores de diferentes áreas de todo o Brasil que abordam e/ou têm interesse nos diferentes aspectos que envolvem a relação atividade física e saúde, como por exemplo políticas públicas, percepção do ambiente, barreiras e efeito de programas de exercício físico em aspectos relacionados à saúde. O evento oportunizará a troca de experiências e conhecimentos nos vários âmbitos da atividade física e saúde, além da ampliação da rede de contatos. 

O formato original, composto por conferências, mesas temáticas, minicursos e apresentação de trabalhos por meio de comunicação oral, acontecerá no período supracitado nas dependências do Sesc Ribeirão Preto no primeiro dia, na EEFERP-USP e no Auditório da Faculdade de Direito de Ribeirão Preto-USP no segundo e terceiro dia. 

 Os resumos aceitos pela Comissão Científica serão confirmados após o pagamento e confirmação da inscrição do(a) primeiro(a) autor(a) do trabalho. 

Inscrições a partir de 1 de maio

PROGRAMAÇÃO

DIA 7/9, QUARTA

LOCAL: SERVIÇO SOCIAL DO COMÉRCIO – SESC 

14h
Credenciamento 

15h às 17h
PRÉ-SIMPÓSIO
Mesa temática : Os desafios da promoção da atividade física para a saúde

A sociedade cansada pós-pandêmica e os desafios da promoção da atividade física para saúde
Prof. Dr. José Clerton de Oliveira Martins – Universidade de Fortaleza- UNIFOR

Os desafios da promoção da atividade física em diferentes ambientes e no ciclo da vida
Prof. Me. Luís Carlos de Oliveira – CELAFISCS   

17h
Intervalo 

18h
Abertura 

18h30
CONFERÊNCIA DE ABERTURA

Adesão à prática de exercício/atividade física: condicionantes sociais e as possibilidades de escolhas individuais
Prof. Dr. Renato Francisco Rodrigues Marques EEFERP-USP   

DIAS 8 e 9/9, QUINTA E SEXTA
MANHÃ

LOCAL: EEFERP/USP 

8h às 10h30
MINICURSOS *
* Cada participante poderá escolher 2 opções, uma para cada dia.

Minicurso 1
Práticas Corporais e Atividades Físicas: trajetória da agenda no SUS 
Prof. Dr. Fábio Fortunato Brasil Carvalho – INCA  
Prof. Me. Leonardo Araujo Vieira – SOE Vitória  

Amparado por aspectos teóricos conceituais relacionados ao campo da Educação Física e da Saúde Coletiva, o minicurso visa possibilitar a compreensão das Práticas Corporais e Atividades Físicas (PCAF) como direito e a relevância de políticas públicas para a garantia de maior equidade no acesso a estas práticas. Será apresentada a trajetória da inserção das Práticas PCAF no SUS, a partir do reconhecimento da Política Nacional de Promoção da Saúde (PNPS) como principal marco da agenda das PCAF na política pública de saúde. E ainda serão analisados as ações, programas e estratégias que contribuíram para desenvolvimento das PCAF, e consequentemente para a inserção de profissionais de Educação Física no SUS com vistas a estimular reflexões e debates sobre os próximos passos para o fortalecimento das PCAF enquanto política pública de saúde. 

Minicurso 2
Promoção da atividade física: convergência com outras agendas da gestão municipal
Prof. Dr. Douglas Roque Andrade – EACH/USP  
Prof. Esp. Marcos Vinicius Moura e Silva – PRODHE/CEPEUSP  

Considerando as ações, programas e políticas de saúde, educação, esporte, lazer e transporte que já estão, em diferentes proporções, presentes nas cidades brasileiras, geralmente organizadas de forma setorial e uniprofissional, como podemos utilizar a agenda da promoção de modos de vida ativo em suas diversas manifestações como um tema potencial agregador para criar a necessária convergência e sinergia entre diferentes agendas da gestão pública? Como construir pontes de gestão e intervenção entre a Política Nacional de Promoção da Saúde, Objetivos do Desenvolvimento Sustentável, Planos Municipais de Saúde, Plano Diretor, Plano Municipal de Mobilidade, entre outros? Venha refletir conosco como eu, você e nós podemos ser os agentes disparadores desse compromisso! 

Minicurso 3
Ações estratégicas relacionadas à abordagem da atividade física na Atenção Primária em Saúde 
Prof. Me. Leticia Aparecida Calderão Sposito – UNESP Rio Claro   
Prof. Dr. Paulo Henrique de Araújo Guerra – UFFS – Chapecó/SC  

Visto seu importante papel no processo saúde-doença, a atividade física é tema prioritário das políticas públicas de saúde brasileiras, inserida nas ações de cuidado integral que podem ser conduzidas pelos diferentes especialistas da equipe multiprofissional na Atenção Primária à Saúde, incluindo médicos, profissionais da enfermagem, agentes comunitários, profissionais de Educação Física, entre outros. Considerando os contextos e as possibilidades de atuação, neste minicurso serão apresentadas e discutidas as principais estratégias utilizadas para a promoção da atividade física, principalmente aquelas relacionadas ao aconselhamento para a prática nos cenários da Atenção Primária à Saúde, levando em conta os contextos e barreiras percebidas pelos usuários. 

Minicurso 4
A importância do exercício físico no tratamento da dependência química
Prof. Esp. Eduardo Luiz da Rocha Cesar    

A prescrição de exercícios físicos como tratamento não farmacológico das doenças relacionadas à dependência de drogas, está melhorando a qualidade de vida do paciente no âmbito físico e mental. Recomendar e prescrever a prática do exercício físico de forma segura e eficaz, subsidiará a reflexão e o entendimento dos fatores modificáveis que envolvam o estilo de vida desta parcela de indivíduos já comprometidos pela doença relacionada à dependência química. Por isso, os profissionais de Educação Física e da Saúde possuem papel fundamental na promoção da saúde desta população. E é esse contexto que será abordado no minicurso sobre a importância do exercício físico no tratamento da dependência química. 

Minicurso 5
Programas de atividade física na Atenção Primária à Saúde: desenvolvimento e avaliação de resultados 
Prof. Dra. Priscila Missaki Nakamura – Muzambinho/IFSUL  
Prof. Me. Camila de Paula Monteiro (FAEPA – HCFMRP) – Ribeirão Preto/SP

A promoção das práticas corporais e atividades físicas apresenta elevada importância nas ações da Atenção Primária à Saúde (APS), especialmente a população de baixa e média renda. Diversos estudos já demonstraram que essas intervenções foram efetivas em aumentar o nível de atividade física em curto prazo. Para além de dados, refletir sobre a atuação nesta área torna-se um desafio constante para profissionais de Educação Física e de Saúde, frente às demandas que a população apresenta na busca destes serviços. Dessa forma, os objetivos deste minicurso são: a) apresentar programas de práticas corporais e atividades físicas na APS; b) recomendações para desenvolver intervenções exitosas nesses locais; c) Apresentar os materiais desenvolvidos para implementação e avaliação de programas em duas Unidades de Saúde da Família (USF); d) Apresentar e discutir os serviços prestados nestas USF e suas articulações com a sociedade. 

Minicurso 6
Condicionamento Físico Aquático *
Prof. Esp. Gabriela dos Santos, educadora em atividades físico-esportivas do Sesc São Paulo
* Atividade teórico-prática na piscina da EEFERP-USP

Prática aquática coletiva que estimula o desenvolvimento das capacidades físicas por meio de exercícios intensos, desafiadores e divertidos. Este minicurso abordará reflexões teóricas e atividades práticas que permeiam a construção do curso (em etapa de implantação no Sesc) e a elaboração da proposta, bem como as estratégias utilizadas nas aulas, levando em consideração diferentes objetivos e os valores da instituição, como a autonomia, a diversidade, a socialização e o respeito mútuo.  

Minicurso 7
Ginástica Multifuncional para Idosos e os componentes de aptidão física
Prof. Milena Cazarotto e Prof. Vanessa Gonçalves Rodrigues de Paula, educadoras em atividades físico-esportivas do Sesc São Paulo.  

O Programa de Ginástica Multifuncional do Sesc São Paulo oferece várias possibilidades de exercícios, desenvolvendo as capacidades físicas (força, resistência aeróbia, flexibilidade e velocidade), por meio de habilidades motoras (correr, saltar, arremessar, chutar, rebater, etc), estimulando maior percepção e reconhecimento da gestualidade e exercitando o repertório motor e cognitivo de forma criativa, afetiva e social. As reflexões teórico-práticas do minicurso transitarão pelo conceito do Programa e pelas relações entre os componentes de aptidão física de acordo com a sequência hierárquica das fases de desenvolvimento, com ênfase no público idoso. 

Minicurso 8
Esporte Criança – Esporte para a vida toda
Prof. Me. Nicole Chiba Galvão, educadora em atividades físico-esportivas do Sesc São Paulo. 

A aprendizagem esportiva dentro do Programa Sesc de Esportes baseia-se no ensino com significados e na ampliação dos conhecimentos sobre o universo da cultura corporal e suas possibilidades, com ênfase em aprender esporte e a gostar de esporte. Neste minicurso serão apresentados, de forma prática, os conceitos do Programa por meio de experimentações lúdicas de jogos e modalidades, tendo como premissa o desenvolvimento de valores e habilidades para a vida toda. 

10h30
Intervalo 

11h às 13h
Apresentação de Trabalhos – Comunicação Oral – EEFERP/USP 

13h às 15h
Almoço 

DIA 8/9, QUINTA

LOCAL: AUDITÓRIO DA FACULDADE DE DIREITO DE RIB. PRETO – FDRP/USP 

15h
MESA TEMÁTICA 1
Barreiras e facilitadores para a prática de atividade física

Barreiras e facilitadores para a prática de atividade física: reflexões em crianças e adolescentes 
Profa. Dra. Maria Cecília Marinho Tenório – UFRPE  

Domínios e desigualdades sociais na prática de atividade física
Prof. Dr. Inácio Crochemore Mohnsam da Silva – UFPEL    

Promoção da atividade física em um cenário global de agendas urgentes
Prof. Dr. Ricardo Brandão de Oliveira – UERJ   

17h
Intervalo 

17h30
MESA TEMÁTICA 2
Novas evidências sobre atividade física e saúde

Aplicação da Tecnologia na Medida e Mudança da Atividade física e Comportamento Sedentário  
Prof. Dr. Jeffer Eidi Sasaki – UFTM  

Efeito de diferentes modalidades de exercício físico no tratamento da hipertensão arterial
Prof. Dra. Alessandra Medeiros – UNIFESP   

Atividade física e sono: como a qualidade do sono pode afetar a nossa saúde
Prof. Dra. Hanna Karen Moreira Antunes – UNIFESP- campus Baixada Santista   

DIA 9/9, SEXTA

LOCAL: AUDITÓRIO DA FACULDADE DE DIREITO DE RIB. PRETO – FDRP/USP 

15h
CONFERÊNCIA ESPECIAL

Guia de atividade física para a população brasileira
Prof. Me. Sofia Wolker Manta – CGPROFI/DEPROS/SAPS/MS  

15h30
MESA TEMÁTICA 3
Experiências exitosas na promoção das práticas corporais e atividade física 

Redes Vidas Ativas: uma articulação sistêmica
Prof. Esp. Marcos Vinicius Moura e Silva– PRODHE/CEPEUSP    

Da extensão universitária às ações nas Unidades de Saúde: relato de experiências na promoção da atividade física
Prof. Dra. Priscila Missaki Nakamura – Muzambinho/IFSUL  

Influência do ambiente construído das cidades na prática de atividade física
Prof. Dr. Alex Antonio Florindo – EACH/USP  

17h30
Intervalo 

18h
CONFERÊNCIA DE ENCERRAMENTO

Práticas corporais e atividades físicas no SUS no próximo ciclo governamental: pelo que lutar
Prof. Dr. Fábio Fortunato Brasil Carvalho – INCA  

PALESTRANTES

Prof. Dr. José Clerton de Oliveira Martins
Universidade de Fortaleza – UNIFOR
Doutor e Mestre em Psicologia pela Universitat de Barcelona (Espanha). Pós-doutorado em Estudos Culturais (2018-2019), realizado na Universidade de Aveiro (Portugal). Pós-doutorado em Estudos sobre Ócio e Desenvolvimento Humano (CAPES 2005-2006) realizado na Universidad de Deusto/UD (Espanha). Pós-graduação em Gestão de Recursos Humanos (UFC/Brasil), Gestão do Marketing (UECE/Brasil) e em Cultura Folclórica Aplicada (IFCE/Brasil). Psicólogo e Historiador com graduações realizadas em IES no Brasil. Formação em Dinâmica Energética do Psiquismo (ICDEP/SP) e Psicologia Integral (CDH). Professor Visitante do Programa de Doutoramento em Estudos Culturais das Universidades de Aveiro e do Minho (Foundation Calouste Gulbenkian/Portugal (2012/2013). Coordena o OTIUM/Grupo de Estudos sobre Ócio, Trabalho e Tempo Livre do Programa de Pós-graduação em Psicologia da Universidade de Fortaleza (Brasil) onde é Professor Titular. É Vice-coordenador do GT AION – Interdisciplinaridade da pesquisa em Psicologia Analítica no Brasil da ANPPEP – Associação Nacional de Pesquisa e Pós-graduação em Psicologia. É membro fundador da Asociación Iberoamericana de Estudios de Ocio/OTIUM e da Associação Brasileira de Pesquisa e Pós-graduação em Estudos do Lazer/ANPEL. 

Prof. Me. Luís Carlos de Oliveira
CELAFISCS 
Possui graduação em Educação Física pela Escola Superior de Educação Física de São Caetano do Sul (1989) e mestrado em Educação Física pela Universidade São Judas Tadeu (2006). Membro do Grupo de Pesquisas em Promoção da Atividade Física e Saúde do Programa de Pós-graduação da Universidade São Judas Tadeu. Consultor técnico-científico da Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo / Programa Agita São Paulo; Instrutor de pesquisa do Centro de Estudos do Laboratório de Aptidão Física de São Caetano do Sul (CELAFISCS). Atua ainda como professor convidado em cursos de pós-graduação, nível de especialização e lato sensu na área de Educação Física e Ciências do Esporte. Contemplado com a Comenda de Benemérito da Educação Física pelo Conselho Regional de Educação Física da 4ª região – CREF 4 – SP, em 2018. Registro no CREF4/SP 01182-G  

Prof. Dr. Renato Francisco Rodrigues Marques
EEFERP-USP 
Professor Associado da Escola de Educação Física e Esporte de Ribeirão Preto – Universidade de São Paulo (docente USP desde 2011). Livre-docente na área de Sociologia da Educação Física e Esporte pela Universidade de São Paulo (2020). Realizou estágio de pós-doutorado na área de Sociologia do Esporte na Universidade Federal do Paraná (2017). Doutor (2010) e Mestre (2007) em Educação Física pela Universidade Estadual de Campinas. Pós-graduado lato sensu em Futsal (2004) pela Universidade do Norte do Paraná. Bacharel (2001) e Licenciado em Educação Física (2004) pela Universidade Estadual de Campinas. Líder e pesquisador do Grupo de Estudos e Pesquisa em Aspectos Socioculturais e Pedagógicos do Esporte (GEPESPE-RP – USP). Pesquisador e Secretário Geral da Asociación Latinoamericana de Estudios Socioculturales del Deporte (ALESDE). Membro da International Sociology of Sport Association (ISSA). Parecerista/assessor de periódicos acadêmicos nacionais e internacionais. Atua principalmente nas seguintes áreas de ensino, pesquisa e extensão: Sociologia do esporte; Pedagogia do esporte. 

Prof. Dr. Fábio Fortunato Brasil Carvalho
INCA 
Possui graduação em Educação Física pelo Centro Universitário da Cidade (2006) e doutorado em Saúde Pública pela Escola Nacional de Saúde Pública Sérgio Arouca – Ensp/Fiocruz (2019). Atualmente é Tecnologista em C&T do Ministério da Saúde, lotado no Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva (INCA). Atuou como Coordenador Substituto de Gestão da Atenção Básica e como Consultor Técnico na equipe do Programa Academia da Saúde no no Departamento de Atenção Básica do Ministério da Saúde. Atuou também como professor das Prefeituras Municipais de Duque de Caxias e de Nova Iguaçu, no RJ. É membro do GT de Promoção da Saúde e Desenvolvimento Sustentável da Associação Brasileira de Saúde Coletiva (Abrasco) e do GTT Atividade Física e Saúde do Colégio Brasileiro de Ciências do Esporte (CBCE). 

Prof. Me. Leonardo Araújo Vieira
SOE Vitória 
Possui graduação em Educação Física pela Universidade Federal do Espírito Santo (UFES) e Fisioterapia pela Universidade Vila Velha (UVV). Mestre em Educação Física pela Universidade Federal do Espírito Santo (UFES). Atua como Profissional de Educação Física na coordenação do Serviço de Orientação ao Exercício (SOE) da Secretaria Municipal de Saúde de Vitória/ES.  

Prof. Dr. Douglas Roque Andrade
EACH/USP 
Docente do curso de Educação Física e Saúde do Programa de Pós-graduação em Mudança Social e Participação Política da Escola de Artes Ciências e Humanidades da Universidade de São Paulo.  É Pesquisador do Grupo de Estudos e Pesquisas Epidemiológicas em Atividade Física e Saúde (GEPAF – EACH-USP), pesquisador do Grupo Internacional e Interdisciplinar de Estudos e Pesquisas em Formação de Profissionais da Saúde (GIEPS). Diretor de Comunicação e Pesquisador do Centro de Estudos, Pesquisa e Documentação em Cidades Saudáveis (2020-2022). Diretor de Educação e Conhecimento da Associação Brasileira de Qualidade de Vida (2022-2024). 

Prof. Esp. Marcos Vinicius Moura e Silva
PRODHE/CEPEUSP 
Graduado em Educação Física pela Escola de Educação Física e Esporte (1995). Educador do CEPEUSP. Atualmente é coordenador do Programa de Desenvolvimento Humano pelo Esporte (PRODHE) e articulador na Redes Vidas Ativas que reúne diversos coletivos que atuam na promoção da atividade física, mobilidade ativa, saúde e esporte e desenvolvimento humano.   

Prof. Me. Leticia Aparecida Calderão Sposito
UNESP Rio Claro 
Cursou Licenciatura e Bacharelado em Educação Física, no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sul de Minas Gerais, Campus Muzambinho. É Mestre em Ciências da Motricidade, na área de Atividade Física e Saúde, pelo Núcleo de Atividade Física, Esporte e Saúde (NAFES) da UNESP de Rio Claro – SP. Atualmente, é aluna de Doutorado na mesma Instituição, na área de Intervenção pelo movimento na saúde e no desempenho. Possui experiência em intervenções para promoção de Atividade Física com adultos e idosos, com foco nas temáticas de Educação em Saúde, Saúde do Trabalhador, Economia em Saúde e Sistema Único de Saúde. 

Prof. Dr. Paulo Henrique de Araújo Guerra – UFFS
Chapecó/SC  

Docente adjunto do curso de Medicina da Universidade Federal da Fronteira Sul e docente colaborador do Programa de Pós-graduação em Ciências da Atividade Física na EACH da Universidade de São Paulo. 

Prof. Esp. Eduardo Luiz da Rocha Cesar 
Bacharel em Educação Física pela Universidade Estadual Paulista UNESP (2001). Especialista em Dependência Química pelo Grupo Interdisciplinar de Estudos do Álcool e outras Drogas do Instituto de Psiquiatria da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo GREA-IPq-FMUSP (2008). Tem experiência na área de Educação Física, com ênfase em reabilitação física no tratamento de indivíduos portadores de transtornos relacionados ao uso de substâncias psicoativas e outros transtornos psiquiátricos. É fundador da Clínica Movimente. 

Prof. Dra. Priscila Missaki Nakamura
Muzambinho/IFSUL
Possui graduação em Educação Física pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (2003), mestrado (2007) e doutorado (2012) em Biodinâmica da Motricidade Humana pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho. Pós-doutorado na Universidade Federal de Pelotas (2014) e Pós-doutorado na Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (2017). Atualmente é professora do Instituto Federal de Educação, Ciências e Tecnologias – Sul de Minas. 

Prof. Me. Camila de Paula Monteiro
FAEPA – HCRP
Artista e professora universitária. Graduada em Educação Física, mestre em Ciências pela Escola de Educação Física e Esporte de Ribeirão Preto (EEFERP-USP). Atua em Unidades de Saúde da Família na cidade de Ribeirão Preto -SP (FAEPA- FMRP – USP). Supervisora do Programa de Aprimoramento Multidisciplinar em Hipertensão Arterial e Diabetes Mellitus (SMS de RP). Docente no Centro Universitário Moura Lacerda (disciplinas dança e cultura popular, exercício físico em academia e ginástica artística, fisiologia do esforço, ginástica laboral e atividades rítmicas e expressiva). Colaboradora de pesquisa no Grupo de Estudos e Pesquisas em Educação Física e Saúde (GEPEFS – USP). Possui especialização em prescrição de treinamento para Reabilitação Cardíaca, Populações especiais e cursa pós-graduação em Dança e consciência corporal. Pesquisadora na área de saúde coletiva e práticas corporais.  

Prof. Esp. Gabriela dos Santos
Sesc São Paulo
 
Graduada em Educação Física pela Unesp Bauru (2006). Participou do Projeto Rondon com o Ministério da Defesa na Operação Acre (2006). Residência multiprofissional na UFSCar e apoio matricial na estratégia de saúde da família e comunidade em UBS da cidade de São Carlos. Cursos de hidroginástica com ênfase em força e prescrição de treinamento no meio líquido pela Double H. Pós-graduada em bioquímica, fisiologia, treinamento e nutrição esportiva pelo Instituto de Biologia da UNICAMP. Formação em Hatha-Yoga pela Humaniversidade em São Paulo. Integrante do Grupo de Trabalho para escrita do documento norteador do Condicionamento Físico Aquático do Sesc São Paulo. Atualmente é educadora em atividades físico-esportivas do SESC/SP, na unidade Pinheiros em São Paulo. 

Prof. Milena Cazarotto
Sesc São Paulo
Graduada em Educação Física pela FEFISA – Faculdades Integradas, atua como educadora em atividades fisico-esportivas no Sesc Vila Mariana desde 2007. Desenvolve projetos e propostas nos programas de Ginástica Multifuncional, Atividades Aquáticas, Programa Sesc de Esportes e participa das ações voltadas para a qualidade de vida e saúde. Tem formação em Pilates, Dança Contemporânea Laban, Danças Brasileiras, nos métodos Reeducação do Movimento, realizado na Escola do Movimento Ivaldo Bertazzo, a Arte Brincante para Educadores, realizado no Instituto Brincante e Pilates de Solo pela Stott Pilates.

Prof. Vanessa Gonçalves Rodrigues de Paula
Sesc São Paulo

Graduada em Educação Física pela Universidade Municipal de São Caetano do Sul, atua como educadora em atividades fisico-esportivas no Sesc Vila Mariana desde 2008. Ministra aulas de Ginástica Multifuncional, práticas corporais e atividades aquáticas. Desenvolve projetos e ações voltadas para o público idoso, além de participar de campanhas institucionais como Semana de Prevenção de Quedas em Idosos. 

Prof. Me. Nicole Chiba Galvão
Sesc São Paulo  
Mestranda em Docência para a Educação Básica da UNESP/Bauru. Especialista em Educação Física Escolar pela Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) – São Carlos (2011). Graduação em bacharelado em Educação Física pelo Centro Universitário Padre Albino (2013) e graduação em licenciatura em Educação Física pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho – UNESP/Bauru (2009). Participa do grupo de estudos intitulado “Núcleo de Estudos e Pesquisas das Abordagens Táticas nos Esportes Coletivos” (NEPATEC); Atuou como professora de Educação Física do ensino fundamental II, na prefeitura de Uberaba (2011), do maternal ao EJA anos finais na APAE de Uberaba (2011) e, na rede Estadual do Estado de São Paulo, no ensino fundamental II em Bauru (2012). Atualmente é educadora em atividades físico-esportivas do SESC/SP, iniciando na unidade de Catanduva (2012), unidade de Ribeirão Preto (2014-2019) e atualmente, na unidade Bauru (desde 2020). Possui formação em Yoga pelo Instituto de Yogaterapia – Campinas (2017). 

Profa. Dra. Maria Cecília Marinho Tenório
UFRPE 
Possui graduação em Educação Física pela Universidade de Pernambuco (2002), Especialista em doenças crônicas degenerativas pela Universidade de Pernambuco (2003), Mestre em Hebiatria pela Universidade de Pernambuco (2007) e Doutora em Saúde da Criança e do Adolescente pela Universidade Federal de Pernambuco (2014). Realizou pós-doutorado (20018-2019) na Arnold School of Public Health na University of South Carolina. É professora da Universidade Federal Rural de Pernambuco- UFRPE, desde 2010. É sócia-fundadora e atual presidente da Sociedade Brasileira de Atividade Física e Saúde (SBAFS). 

Prof. Dr. Inácio Crochemore Mohnsam da Silva
UFPEL 
Graduação em Educação Física pela Escola Superior de Educação Física da Universidade Federal de Pelotas (2007), Mestrado (2010) e Doutorado (2015) em Epidemiologia no Programa de Pós-Graduação em Epidemiologia da UFPel. Realizou estágio de doutorado no Medical Research Council – Epidemiology Unit, University of Cambridge e Pós Doutorado no Programa de Pós-graduação em Epidemiologia da UFPel. Foi membro da diretoria executiva da Sociedade Brasileira de Atividade Física e Saúde durante dois biênios (2016 – 2019) e atuou durante seis anos como pesquisador do Centro Internacional de Equidade em Saúde (2015-2020). Atualmente é professor da Escola Superior de Educação Física da UFPel e professor permanente do Programa de Pós-Graduação em Educação Física e do Programa de Pós-Graduação em Epidemiologia da UFPel. Ainda, é coordenador do Grupo de Estudos e Pesquisas em Acelerometria (GEPEA) e Bolsista de Produtividade em Pesquisa Nível 2. 

Prof. Dr. Ricardo Brandão de Oliveira
UERJ

Graduado em Educação Física pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (2000). Mestre em Educação Física pela Universidade Gama Filho (2005). Doutor em Educação Física pela Universidade Gama Filho (2010) com estágio no exterior na Stanford University School of Medicine (2007 e 2008). Atualmente é professor adjunto da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), Coordenador do Laboratório de Vida Ativa (LaVA), Coordenador do Programa de Pós-Graduação em Ciências do Exercício e do Esporte e do Instituto de Educação Física e Desportos da UERJ. Bolsista do Programa Jovem Cientista do Nosso Estado (FAPERJ) e Pró-Cientista da UERJ.    

Prof. Dr. Jeffer Eidi Sasaki
UFTM

Possui graduação e mestrado em Educação Física pela Universidade Federal do Paraná (2004). É doutor em Educação Física pela University of Massachusetts Amherst (2013). Realizou estágio pós-doutoral na Universidade Federal do Triângulo Mineiro (2014-2015) e na University of Alabama at Birmingham (2017-2018). Atualmente é professor efetivo do Departamento de Ciências do Esporte e do Programa de Pós-Graduação em Educação Física da Universidade Federal do Triângulo Mineiro. Exerce também os cargos de Diretor de Desenvolvimento da Pós-Graduação da UFTM e Coordenador Substituto do Programa de Pós-Graduação em Educação Física. Atualmente é um dos editores chefes da Revista Brasileira de Atividade Física & Saúde (RBAFS).   

Prof. Dra. Alessandra Medeiros
UNIFESP – Campus Baixada Santista 

Bacharel em Educação Física pela Universidade de São Paulo (USP) (1997) e Doutora em Educação Física pela USP (2006). Pós-Doutorado na área de Genética Médica e Biologia Molecular realizado no Instituto do Coração (InCor-FMUSP) pela Escola de Educação Física e Esporte da USP (2009). Pós-doutorado na Universidade Norueguesa de Ciência e Tecnologia (NTNU), sob supervisão do Prof. Ulrik Wisloff (2014). É professora associada nível III da Universidade Federal de São Paulo, campus Baixada Santista. É credenciada como orientadora no Programa de Pós-Graduação Interdisciplinar em Ciências da Saúde do Campus Baixada Santista, área de concentração Mecanismos Básicos e Processos Biológicos em Saúde, sub área Estratégias interdisciplinares na pesquisa experimental de doenças endócrinas e metabólicas e área de concentração Promoção, Prevenção e Reabilitação em Saúde, sub-área Estratégias Interdisciplinares em Promoção, Prevenção e Reabilitação em Saúde e no Programa de Pós-graduação em Ciências do Movimento Humano e Reabilitação do Campus Baixada Santista, linha de pesquisa Efeitos agudos e crônicos do exercício físico. Atual coordenadora do Programa de Pós-Graduação Interdisciplinar em Ciências da Saúde da UNIFESP do Campus Baixada Santista.  

Prof. Dra. Hanna Karen Moreira Antunes
UNIFESP – Campus Baixada Santista 

Possui graduação em Educação Física Licenciatura Plena pela Universidade Federal de Uberlândia- UFU (1999), Mestrado em Psicobiologia pela Universidade Federal de São Paulo- UNIFESP, Departamento de Psicobiologia (2003) e Doutorado em Ciências pela UNIFESP, Departamento de Psicobiologia (2006). Atualmente é Professora do Departamento de Biociências da UNIFESP – Campus Baixada Santista, Docente do Curso de Educação Física – Modalidade Saúde.    

Prof. Me. Sofia Wolker Manta
CGPROFI/DEPROS/SAPS/MS  

Possui graduação em Educação Física Licenciatura pela Universidade Federal de Santa Maria (2009), Mestre em Educação pela Universidade Federal de Santa Maria (2014) e Mestre em Educação Física pela Universidade Federal de Santa Catarina (2017). Atualmente faz Doutorado em Educação Física (UFSC) e compõe a equipe técnica da Coordenação-Geral de Promoção da Atividade Física e Ações Intersetoriais (CGPROFI) do Departamento de Promoção da Saúde, no Ministério da Saúde. 

Prof. Dr. Alex Antonio Florindo
EACH/USP 
Graduado em Educação Física pela Universidade Camilo Castelo Branco (1996). Especialista em Saúde Pública pela Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo (1997). Mestrado (2000) e doutorado (2003) em Saúde Pública pela FSP-USP. É professor da Escola de Artes, Ciências e Humanidades da Universidade de São Paulo desde 2006. Realizou pós-doutorado pela Melbourne School of Population and Global Health da Universidade de Melbourne, Austrália, entre 2016 a 2017. Foi presidente da Sociedade Brasileira de Atividade Física e Saúde na gestão de março de 2018 a fevereiro de 2020. É líder do Grupo de Estudos e Pesquisas Epidemiológicas em Atividade Física e Saúde da Universidade de São Paulo (GEPAF-USP).

INSCRIÇÕES

Acompanhe as datas limite para inscrição e valores:

Data limite
para inscrições
Estudante (graduação e pós graduação)
ou Credencial Plena Sesc
Profissional sócio
da SBAFS
Profissional
31/05/22R$ 30,00R$ 42,00R$ 60,00
30/06/22R$ 35,00R$ 49,00R$ 70,00
31/07/22R$ 37,50R$ 52,50R$ 75,00
31/08/22R$ 40,00R$ 56,00R$ 80,00

Dúvidas referentes a inscrições e programação do evento: 
5safs.sudeste.ribeirao@sescsp.org.br 

SUBMISSÃO DE TRABALHOS

Os trabalhos devem ser enviados por meio do preenchimento do formulário:

Dúvidas relacionadas a submissão de trabalhos: 
vsafs.sudeste@usp.br

NORMAS

  1. DA INSCRIÇÃO  

a) O pagamento da taxa de inscrição no evento lhe assegurará o direito de participar somente das atividades que constam na programação do evento.  

b) A inscrição na qualidade de associado SBAFS implicará em apresentação de documento comprobatório da quitação da anuidade, disponível no site da SBAFS no dia do credenciamento. 

c) O estudante somente terá direito às prerrogativas do preço especial constante na tabela, quando no dia do credenciamento apresentar documentação válida que comprove a matrícula no curso de graduação ou pós-graduação. 

d) Matriculado(a) no Sesc que possui Credencial Plena deverá, como nas categorias supracitadas, apresentar sua Credencial válida no dia do credenciamento. 

  1. DA POLÍTICA DE DESISTÊNCIA E REEMBOLSO 

Não haverá reembolso no caso de desistência de participação no evento.  

  1. SUBMISSÃO DE TRABALHOS 

Instruções para a submissão de trabalhos 

  1. A data limite para envio dos resumos é 30 de junho de 2022; 
  1.  O envio do resumo representa um compromisso definido do(s) autor(es) em apresentar o trabalho, se aceito, durante o evento. Os trabalhos aceitos poderão ser apresentados pelo primeiro autor ou algum dos coautores, desde que estes estejam inscritos no evento. O limite é de 8 autores por resumo;
  1. Todos os trabalhos serão apresentados na forma de Comunicação Oral e deverão seguir as diretrizes elaboradas pela Comissão Científica do evento; 
  1. Será emitido um único certificado para cada trabalho apresentado, contendo o nome de todos os autores; 
  1. O primeiro autor com trabalho aceito deverá, obrigatoriamente, pagar a taxa de inscrição até o dia 1 de agosto de 2022. A ausência de comprovação do pagamento do boleto da taxa de inscrição até a data acima implicará na exclusão do trabalho da programação e do resumo dos Anais do Evento; 
  1. Os resumos serão avaliados quanto à forma e conteúdo antes do aceite para apresentação; 
  1. Todos os resumos deverão ser escritos em português, em parágrafo único e sem divisão entre as seções; 
  1. O resumo deve ser limitado a 2.000 caracteres; 
  1. Resumos submetidos com múltiplos erros ortográficos e gramaticais serão sumariamente rejeitados, assim como os resumos de projeto de pesquisa que não tenham resultados (relatos de experiência sem resultados e projetos que ainda serão executados não serão aceitos);
  1. Todos os resumos deverão ser submetidos utilizando o formulário disponível. O envio do resumo deverá ser feito exclusivamente via formulário, não serão aceitos resumos enviados para o e-mail do evento ou da comissão organizadora; 
  1. Após o envio do trabalho o mesmo somente poderá ser editado se a Comissão Científica julgar necessário. Neste caso um novo prazo será estipulado para que o autor faça a submissão do resumo revisado. Os autores dos resumos que não atenderem ou não apresentarem justificativas para os apontamentos dos revisores, serão rejeitados; 
  1. Todos os trabalhos serão publicados em Edição Suplementar da Revista Brasileira de Atividade Física & Saúde (RBAFS). Dessa forma, ao submeter o trabalho nesse formato o autor e os coautores transferem os direitos autorais do resumo à RBAFS. Os mesmos declaram também que participaram ativamente do planejamento, coleta de dados e redação do resumo e informam a inexistência de conflito de interesses em relação ao presente trabalho; 
  1. Os melhores trabalhos de cada área temática serão premiados com entrega de menção honrosa na cerimônia de encerramento; 
  1. Todos os resumos deverão ser submetidos por Área Temática a ser escolhida no momento da submissão dos trabalhos. Em caso do trabalho se encontrar fora da temática sugerida, a Comissão Científica realocará o trabalho para outra sem a obrigatoriedade de comunicação prévia;  

Áreas Temáticas de Submissão 

1) Determinantes socioculturais da Atividade Física e do comportamento sedentário  

2) Políticas públicas e ações em Atividade Física e Saúde  

3) Evidências experimentais e intervenções em Atividade Física e Saúde  

4) Uso de tecnologias para promoção, monitoramento e avaliação da Atividade Física e Saúde  

5) Atividade física, cineantropometria e desempenho humano  

Avaliação dos trabalhos que concorrem ao prêmio por área temática 

A partir da avaliação dos resumos submetidos, a Comissão Científica indicará três trabalhos de cada área temática para a segunda fase de avaliação;  

A Comissão Científica indicará o melhor trabalho de cada área temática considerando a avaliação dos resumos e a apresentação dos trabalhos nos dias e horários estipulados na programação; 

O melhor trabalho de cada área temática será revelado durante a cerimônia de encerramento do simpósio e o autor receberá um certificado de menção honrosa. 

Diretrizes para a apresentação de trabalhos 

  1. Os trabalhos aceitos poderão ser apresentados pelo primeiro autor ou algum dos coautores, desde que estes estejam inscritos no evento; 
  1. Os trabalhos serão apresentados em sessões temáticas nos dias 08 e 09 de setembro de 2022, conforme consta na programação do evento. A Comissão Científica informará ao autor do trabalho a data, horário e local de apresentação; 
  1. Cada apresentação terá duração de 10 minutos e será seguida de 5 minutos para perguntas e discussão; 
  1. A apresentação deverá ser elaborada utilizando o modelo disponibilizado pela Comissão Organizadora e enviado ao autor quando do aceite do trabalho. 

CONTATO

Produção Executiva da Comissão Organizadora do 
5º Simpósio de Atividade Física e Saúde da região sudeste 

Dúvidas referentes a inscrições e programação do evento: 
5safs.sudeste.ribeirao@sescsp.org.br 

Dúvidas relacionadas a submissão de trabalhos: 
vsafs.sudeste@usp.br

LOCAIS DE REALIZAÇÃO DO EVENTO

07 de setembro | Quarta-feira  

Sesc Ribeirão Preto 

Rua Tibiriçá, 50 – Centro – Ribeirão Preto/SP – Brasil

08 e 09 de setembro | Quinta e sexta-feira  

Escola de Educação Física e Esporte de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo
EEFERP-USP 

Avenida Bandeirantes, 3900, Campus da USP – Monte Alegre – Ribeirão Preto/SP

Auditório da Faculdade de Direito de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo
FDRP-USP 

Avenida Bandeirantes, 3900, Campus da USP – Monte Alegre – Ribeirão Preto/SP

CRONOGRAMA DE APRESENTAÇÕES
(SUBMISSÃO DE TRABALHOS)

Em breve.

INFORMAÇÕES

Endereços e telefones úteis durante a estadia em Ribeirão Preto.

Telefones úteis

190 
POLÍCIA MILITAR

192 
SAMU

193 
BOMBEIROS

Transporte

Aeroporto Doutor Leite Lopes – Ribeirão Preto 
Av. Thomaz Alberto Whately s/n 
+55 16 36263376 

Terminal Rodoviário de Ribeirão Preto 
Avenida Jerônimo Gonçalves, 640 
+55 16 35129849

Táxi 
+55 16 33237000
+55 16 39113000

APPs de transporte
UBER E 99taxi

Hotéis

Taiwan Hotel  
1,2 km do Sesc e 5,4 km da USP 
Rua Lafaiete, 1370  
+55 16 40098899 
taiwanhotel.com.br
Hotel Nacional Inn  
1,3 km do Sesc e 6,3 km da USP 
Rua Duque de Caxias, 1313 
+55 16 36056464 
nacionalinn.com.br 
………………..………………………..………
JR Hotel 
1,2 km do Sesc e 4,8 km da USP 
R. Campos Salles, 90 
+55 16 35054000 
jrhotel.com.br
Monreale Hotel  
0,8 km do Sesc e 4,8 km da USP 
Rua São Sebastião, 509  
+55 16 35151717 
monrealehotels.com
………………..………………………..………
Black Stream Hotel 
0,8 km do Sesc e 5,3 km da USP 
Rua General Osório, 830  
+55 16 39773939 
streamhoteis.com.br
Pousada Santa Rita  
5,3 km do Sesc e 0,3 km da USP 
Avenida do Café, 2295  
+55 16 39665404 / 39666409 
hotelpousadasantarita.com.br

Restaurantes próximos ao Sesc Ribeirão Preto

Pinguim 
Rua General Osório, 389  
+55 16 36108258 
pinguimochopp.com.br 
Travessa 
Rua Duque de Caxias, 459  
+55 16 36109438 / 36106172 
restaurantetravessa.com.br 
………………..………………………..………
Cantinho do Sabor 
Rua Álvares Cabral, 217  
+55 16 32361580 
*opções veganas e vegetarianas
Tempero Brasileiro 
Rua São Sebastião, 703 
+55 16 36362085 
temperobrasileiro.com.br
………………..………………………..………
Varanda da Picanha 
Rua Floriano Peixoto, 40 
+55 16 36257285 
varandadapicanharp.com.br
Toca do Esquilo 
Rua Cerqueira César, 540  
+55 16 32360168 
tocadoesquilo.com
………………..………………………..………
Cantina 605 
Rua Amador Bueno 563 
+55 16 36102446 
cantina605.com.br

Restaurantes próximos à USP

Restaurante Central (anexo ao campus – saída HC) 
Avenida Prof. Hélio Lourenço, s/n 
+55 16 33154640 
prefeiturarp.usp.br/restaurante 
Cantina da Filô (Seu Zé) 
(dentro do campus) 
Rua Prof. André R. Cruz, s/n 
………………..………………………..………
Convívio FEA Restaurante 
(dentro do campus) 
Avenida Bandeirantes, 3900 
Cantina do Valter (dentro do campus) 
Avenida Luigi Rosiello, 1158 
+55 16 33154732 
………………..………………………..………
Padaria e Restaurante Nossa Senhora Aparecida 
Rua Constituição, 1365 
+55 16 36335849
Restaurante Triângulo 
Rua Coronel Camisão, 1363 
+55 16 39631794
………………..………………………..………
Galpão da Picanha 
Avenida do Café, 1270 
+55 16 36306427
Cantina da Elaine 
Rua Ten. Catão Roxo, 705 
+55 16 36305322
………………..………………………..………
La Vecchia Villa Pizzaria 
(apenas jantar) 
Avenida do Café, 1545 
+55 16 36330404

COMISSÃO ORGANIZADORA

Prof. Dr. Átila Alexandre Trapé – EEFERP-USP
Prof. Dra. Camila de Moraes – EEFERP-USP

Matheus Alves de Amorim – Sesc
Priscila Soares Prado – Sesc

Conteúdo relacionado

Utilizamos cookies essenciais, de acordo com a nossa Política de Privacidade, para personalizar e aprimorar sua experiência neste site. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.