A Bananeira Mágica

15/09/2022

Compartilhe:

Essa lenda trata-se, especificamente, de uma bananeira mágica. Uma bananeira onde se era possível ouvir coisas, próximo a ela. Dona Yolanda, minha mãe, uma feiticeira de mão cheia, a batizou como mágica. Todas as suas partes, inclusive seus frutos, eram utilizados para as magias da senhora.

Certo dia, Dona Yolanda me chamou para ouvir a bananeira e presenciar as magias que ali aconteciam. Claro que eu naquele momento, como era pequena, pensei “Ouvir o quê? Até parece que essa bananeira vai falar alguma coisa!”. Mesmo duvidando do que poderia acontecer, fui vencida pela curiosidade. Quando cheguei à bananeira, vi Dona Yolanda fazendo um corte quadrado no caule e, ali dentro, colocou uma espécie de pó. Em seguida, fechou a bananeira com o mesmo pedacinho que cortou, selando a fissura com a própria sica da bananeira.

Em poucos minutos, ficamos em silêncio. Foi então que minha mãe falou: “Agora você terá a honra de ouvir o que a bananeira irá nos dizer!”. Se passaram alguns minutos e nada. Até pensei que minha mãe poderia estar imaginando coisas. Mas, de repente, começou uma ventania forte e a bananeira começou a chacoalhar, fazendo um barulhão! Comecei a ouvir algumas coisas, mas estava um pouco incompreensível, meio confuso. E claro, perguntei à minha mãe: “O que a bananeira está falando?? Não estou conseguindo entender!”. Minha mãe completou: “Ela está nos avisando para tomarmos cuidado ao sair de casa.”. Como se fosse um mau presságio.

Neste mesmo dia, não arredamos o pé de casa. Não fui à escola e minha mãe não foi ao trabalho. Porém, meu padrasto saiu. Não acreditando no que minha mãe estava falando, achando até que estava ficando louca. Pois bem, ele a ignorou! Simplesmente, pegou o carro do dono bar em frente a nossa casa para dar uma volta e, quando ele menos esperava, aparece um outro carro. Esse carro bate de frente com o que ele dirigia. O resultado? Perda total do carro do vizinho e vários machucados.

Ele não quis ouvir o conselho que a bananeira mágica havia nos dado. Dona Yolanda, por sua vez, pôde ouvi-la e evitar que o acidente pudesse ser ainda maior.

Conto “A Bananeira Mágica” por Mih Chilena | Mih Chilena é moradora de Registro/SP, oficineira, palestrante e escritora.

Ilustrações por Sávio Soares.

Utilizamos cookies essenciais, de acordo com a nossa Política de Privacidade, para personalizar e aprimorar sua experiência neste site. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.