O Especial Horta Nas Alturas chegou para aquecer o seu inverno!

21/06/2022

Compartilhe:

Convidamos o Projeto Horta Comunitária da Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo para contar para a gente características sobre algumas espécies da nossa horta, além de receitas apetitosas para inspirar na cozinha. O resultado você confere aqui!

Episódio 1 – TAIOBA – Xanthosoma taioba E.G. Gonç.

Considerada uma PANC (Planta Alimentícia Não Convencional), a taioba pode ser refogada, cozida, frita, preparada como purê, processada para virar farinha e, até mesmo, substituir a couve. Folhas, talos, rizomas… Com a taioba, nada se perde, tudo se transforma!

Características: É uma planta da família botânica do inhame, versátil e muito apreciada. É bastante consumida na região sudeste do Brasil, sendo nativa de Minas Gerais. Em regiões tropicais, como é o caso do Brasil, a taioba pode ser cultivada o ano todo. É uma planta adaptada ao clima quente, desenvolve-se adequadamente em locais sombreados e necessita disponibilidade hídrica constante para seu cultivo. É necessário atenção para não confundi-la com a taioba-brava (com talos roxos), cujo consumo é prejudicial à saúde.

Benefícios: Os rizomas são calóricos, ricos em carboidratos e carotenóides. As folhas frescas da taioba são ricas em proteínas, fibras alimentares e minerais, como potássio, ferro e zinco. Além disso, a taioba é rica em vitamina B6, importante para o equilíbrio do humor, o relaxamento e o combate ao cansaço.

Usos: A taioba possui três estruturas que podem ser consumidas: folhas, talos e rizomas. Obrigatoriamente, precisa passar por fervura por alguns minutos para retirada do oxalato, substância que “pinica” e irrita a garganta. Sua vida útil é de até dois dias em temperatura ambiente. Sob refrigeração e protegida em embalagens, pode durar até uma semana.

Quer uma dica simples e deliciosa para inserir a taioba na alimentação do dia-a-dia?

Omelete com talo de taioba

Foto: Kristina Gain (Pexels)

Ingredientes: 

  • 3 ovos
  • 1 pimenta-de-cheiro picada
  • ½ xícara (chá) de cheiro-verde picado
  • ½ xícara (chá) de queijo minas ou muçarela ralado grosso
  • 3 talos de taioba sem pele e fatiado
  • Sal a gosto
  • Óleo para untar

Modo de preparo: 

  1. Afervente os talos de taioba por cerca de dois minutos. Escorra e reserve.
  2. Bata os três ovos ligeiramente, acrescente os temperos e os talos e misture bem.
  3. Despeje essa mistura em uma frigideira com óleo quente.
  4. Espere que a omelete esteja cozida, vire-a para cozinhar o outro lado e cubra com o queijo ralado.
  5. Quando estiver dourada, dobre a omelete e sirva quente.

Sugestão: utilize as folhas refogadas como recheio da omelete.

Tempo de preparo: 20 minutos  

Número de porções: 4

Fonte: LANA, M. M. et al. Hortaliça não é só salada: omelete com talo de taioba. DF: Embrapa Hortaliças, 2021. Disponível em: https://www.embrapa.br/hortalica-nao-e-so-salada/receitas/omelete-com-talo-de-taioba. Acesso 02 maio 2022.

Voltar para o início


Glossário

Rizoma – Tipo de caule que cresce horizontalmente, geralmente subterrâneo, mas podendo também ter porções aéreas, geralmente com formato cilíndrico. Apesar de ser parecido com uma raiz, o rizoma apresenta gemas, por isso é classificado como caule.

Caratenóides – Pigmentos, vermelhos, alaranjados ou amarelados, com ação antioxidante, importante para o fortalecimento do sistema imunológico.


A Horta da Faculdade de Saúde Pública da USP, é um espaço-laboratório ao ar livre, que desde 2014, promove aulas práticas, mutirões, oficinas, compostagem de resíduos do refeitório e outras atividades educativas que juntam sustentabilidade e alimentação. Nela, pessoas da faculdade e visitantes cultivam alimentos a partir dos princípios agroecológicos em uma área de 450 m² com grande biodiversidade de plantas e insetos.

Já a Horta Nas Alturas cresce, enfeita, colore e perfuma o 17º andar do Sesc Avenida Paulista.


Autoria do texto: Projeto Horta Comunitária da Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo – @hortafspusp – Adriana Fiorussi Higino, Leticia Machado, Raquel Nunes Silva, Samantha Marques Vasconcelos Bonfim e Cláudia Maria Bógus


Visite a Horta Nas Alturas do Sesc Avenida Paulista!

Foto: Igor Jatobá

Horário de Funcionamento:

Terça a Sexta – 10h às 21h30 (com agendamento)
Sábados, Domingos e Feriados – 10h às 18h30 (com agendamento)

Os ingressos são disponibilizados às sextas, às 12h, via aplicativo Credencial Sesc SP ou pelo sescsp.org.br/avpaulista (somente pelo computador) e permanecerão disponíveis enquanto houver vagas.
Conteúdo relacionado

Utilizamos cookies essenciais, de acordo com a nossa Política de Privacidade, para personalizar e aprimorar sua experiência neste site. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.