Sesc SP

postado em 12/12/2017

O Théâtre du Soleil: os primeiros cinquenta anos

theatre-soleil-dest3

Valendo-se dos relatos de atores, artistas e técnicos, Béatrice Picon-Vallin constrói uma narrativa que nos coloca no centro dos acontecimentos, abrangendo história e memória, passado e presente

 

Premiado como melhor livro de teatro na França, O Théâtre du Soleil: os primeiros cinquenta anos, de Béatrice Picon-Vallin, narra a trajetória do grupo de teatro francês fundado por Ariane Mnouchkine na década de 1960. Enriquecida por extensa iconografia, a obra – uma coedição das Edições Sesc São Paulo e editora Perspectiva – é o primeiro relato histórico das cinco décadas iniciais do Théâtre du Soleil, conhecido pela originalidade de seu funcionamento e por seus métodos de trabalho, cujas práticas continuam a ser referência para grupos de teatro no mundo inteiro.

Considerado o mais longevo representante do teatro como arte colaborativa, o Théâtre du Soleil é uma mescla de tradições ocidentais e orientais em diálogo intenso com o presente. Em atividade até hoje, a trupe transmite a mensagem de que o teatro é um estilo de vida, uma forma de estar no mundo. Conforme a autora Béatrice Picon-Vallin explica na dedicatória do livro, “desde o início, quase tudo está lá, pois se trata de reinventar o teatro de nosso tempo, a partir do palco, do concreto, da ação, apoiando-se, conforme as descobertas, nas vozes dos grandes precursores e das autênticas tradições das artes do espetáculo que acompanharão a trupe sem jamais a limitar”.

Valendo-se de inúmeras fotografias de espetáculos, desenhos, fichas técnicas e, principalmente, dos relatos de dezenas de atores, artistas e técnicos, Picon-Vallin constrói uma narrativa cativante que nos coloca no centro dos acontecimentos, abrangendo história e memória, passado e presente. Ela revela o processo criativo e a dinâmica de trabalho coletivo que antecede a gestação de cada espetáculo da trupe, cujas montagens estão fartamente documentadas em imagens e textos.

“Há tanto a dizer sobre a existência do Théâtre du Soleil e dos diferentes grupos de atores que se sucederam ao redor de Ariane que este livro não poderá ser senão um reflexo. Para este retorno no tempo, eu não posso partir senão acompanhada pelas vozes daqueles que em diversos períodos cercaram Ariane Mnouchkine, e pela voz da ‘chefe de trupe’ que fala com tanta clareza”, afirma Picon-Vallin.
 

Veja também:

:: O caminho e a viagem | Amplamente ilustrado, O Théâtre du Soleil: os primeiros cinquenta anos narra a epopeia de um grupo que se destaca pela originalidade de seu funcionamento e método de trabalho

:: Encontro com a cena contemporânea | Reveladas as leis fundamentais que regem a construção da cena para Ariane Mnouchkine em seu Théâtre du Soleil

:: DVD Os náufragos da louca esperança | Filme construído a partir do espetáculo teatral homônimo, encenado pelo Théâtre du Soleil no Sesc Belenzinho, em outubro de 2011

:: Trecho do livro:

 

 

:: @edicoessescsp | facebook, twitter, instagram, youtube

Produtos relacionados