Sesc SP

postado em 29/06/2018

Auditivos - Daniel Daibem

auditivos-sesc

Se tem uma coisa que distancia muita música do ouvinte é essa tendência em valorizar o que parece complicado. Um dos exemplos disso é o jazz. 

Com esse intuito nasceu Auditivos, próximo lançamento audiovisual do Selo. Chamamos Daniel Daibem, conhecido por apresentar o programa Sala dos Professores, da Rádio Eldorado, onde explicava como o jazz era feito, de maneira leve e fácil de entender até pro mais leigo dos ouvintes, para entregar uma série em DVD sobre os principais fundamentos do jazz. 

O próprio Daibem apresenta um pouco do que você vai encontrar no DVD, com show de lançamento no dia 18/7 no Sesc Pinheiros, além de um workshop que esmuiça os 5 episódios intitulado "Jazz - Que Idioma É Esse?". Veja o texto abaixo, depois do teaser.

“Se tá difícil, ou tá errado, ou ainda não é hora de mexer com isso”. Esta sábia frase do meu Professor de Música, Leive Miranda, sintetiza muito do que acredito, no entendimento e aprimoramento de qualquer disciplina. E isso aí, serve pra qualquer coisa: prática esportiva, conhecimento intelectual, gastronomia, engenharia, exatas, humanas, biológicas e, claro, a Música. Ela que é a mais exatas das disciplinas Humanas.

A nossa tendência em valorizar o que parece complicado é uma das razões pela qual músicos e ouvintes conseguiram distanciar o Jazz de onde ele mesmo veio: o povo.

Uma manifestação artística que surgiu de um ambiente humilde e sofrido, no entanto, extremamente rico, rítmica e melodicamente, não pode ser complicada de se entender.

Este material que você tem em mãos é a prova de que gostar de Jazz é apenas uma questão de hábito e orientação. Hábito, que a indústria fonográfica e a mídia conseguiram aniquilar do nosso cotidiano.

Orientação que, geralmente, é feita por gente que gosta de falar difícil; prato cheio para afastar as pessoas deste universo. No Auditivos, não. Estes episódios são fruto da trajetória de um menino, filho de educadores, que sempre procurou o esclarecimento através da simplicidade. Fiz isso no rádio, por muitos anos e, há muito tempo me perguntam “quando é que vai ter um programa de Tv assim?”.

Após tanto tempo de maturação, talvez, um “programa de TV” não seja a maneira mais atual de se nomear esta série, mas o importante é ter em mãos um legado de aprendizado e ensinamento que ultrapasse qualquer meio físico de mídia e armazenamento.

Só tenho a agradecer a meu Mestre, meus pais, ao Sesc e ao meu irmão paulistano Daniel Pereira, que sacou a parada desde o início e à Fuego Digital por tudo o que fizemos até aqui.

Viva a Música!"

Daniel Daibem

Produtos relacionados