Sesc SP

Matérias do mês

Postado em

Na nova rotina cabe fazer tudo, inclusive nada

*Por Júlio César Pereira Júnior

Parece que já se passaram algumas semanas... Mas aqui no Estado de São Paulo estamos APENAS no meio da segunda semana da quarentena implementada pelo Governador. Na terça-feira, dia 24 de março, as determinações de distanciamento social, restrição de circulação de pessoas e oferta de serviços não essenciais passou a valer de verdade. E ainda não sabemos quanto tempo mais ela irá durar.

A ansiedade para o retorno à vida normal se faz presente em muitas residências. Nas nossas relações sociais virtuais, nos grupos de mensagens, chegam relatos, memes, áudios, vídeos, que nos trazem essa sensação, não é mesmo?

Para quem entende a gravidade da situação, o único remédio é a calma.

No meio desse cenário nada confortável, inquietante e repleto de dúvidas, é possível sedimentar algumas certezas que não serão abaladas pelo mundo já transformado pela crise.

Uma dessas certezas pauta a atuação dos profissionais da área de esportes do Sesc São Paulo: a de que a inserção da prática diária de uma atividade física neste novo cotidiano que estamos vivenciando - e que não sabemos como irá ser depois desse primeiro momento de susto - também possui a capacidade de nos conectar com essa calma que precisa ser alcançada e exercitada, cada vez mais.

Por incrível que pareça, o confinamento tem trazido para muita gente a oportunidade de experimentar essa certeza, que a gente aqui sabe de cor e salteado. Aliás, nesses dias iniciais de distanciamento físico social, já podemos perceber outra verdade, aquela contida num conhecido bordão, que diz que toda “crise também é sinônimo de oportunidade”, ou algo parecido com isso. Experimente!!

****

Hoje acordei novamente no horário habitual do meu dia-a-dia. Antes do despertador até.

É consenso entre os profissionais da saúde e da economia, os protagonistas desses dias, que a melhor fruição e eficiência desta travessia que acabou de começar, tem na organização do cotidiano uma forte aliada. Neste sentido, é importante tentar encontrar a sua o mais rápido possível, principalmente porque não sabemos quanto tempo essa situação vai durar, ainda que o desejo comum de todos é que seja o mais breve possível. 

Assim, acordar com despertador e ter já planejado o horário de cada uma das (muitas!!!) tarefas que você identificar na sua nova rotina é uma receita recomendada para qualquer pessoa, de qualquer idade, sem qualquer contraindicação. Há uma única e importante recomendação: não preencha todo o tempo; deixe reservado uns minutos ou uns instantes para não fazer nada! Assim, você evita de cair em um ritmo ainda mais frenético do que aquele que você possivelmente se encontrava antes da quarentena. Verifique se você previu isso no planejamento, do seu jeito .

****

Agora, suponhamos que esse não fazer nada seja, por exemplo, passar uns minutos na posição de cócoras!

"- Oi?"

Sim, cócoras, foi isso mesmo que você leu!

Hoje, depois de acordar antes do despertador , navegando nas redes sociais no celular na cama, passou no meu feed o perfil do Sesc Santo André no Instagram e nele me deparei com um convite do Educador Felipe Dantas. Não tive dúvidas. Experimentei a dica durante meu dia.

Inauguramos no Instagram o perfil @esportenosesc e temos o desejo de contribuir para que este momento tão diferente possa marcar a tomada de decisões importantes na vida de cada um de vocês, como por exemplo, descobrir que pode te fazer muito bem inserir uma prática de atividade física regular no seu cotidiano. Aquela que tiver mais a ver com você. Que seja do seu jeito, com seu perfil.

Aqui nesta nova forma de transmitir o que fazemos regularmente sem o distanciamento físico que agora experimentamos, você vai encontrar um cardápio diverso, plural, com a cara do acontece todos os dias nas nossas unidades.

Em breve elas estarão de novo de portas abertas!

*****

Para saber mais:
Livro citado pelo educador “Evolução e Movimentação Humana - Introdução ao Raciocínio Evolucionário na Saúde e no Movimento”, Pablo Santurbano.

*Júlio é Educador Físico e atualmente integra a equipe de Assistentes Técnicos da Gerência de Desenvolvimento Físico Esportivo do Sesc São Paulo.

Outras programações