Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Memória e Fluorescência

Ballet Stagium

Santos

Duração: 60 minutos

12

atividade presencial

Local: TEATRO

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

A palavra fluorescência advém do vocabulário da física, sendo a propriedade que certos corpos possuem de emitir luz quando expostas a radiações. “Fluorescência” estará propondo um diálogo entre vários pontos de vista, escapando assim do juízo e da ilusão de qualquer tipo de Verdade Última, unificadora ou absoluta. 

Na grande ciranda de “Fluorescência”, os passos e contra/tempos de Maria Betânia, Luckas Foss, João Apolinário, John Cage e Oswaldo Mendes estarão revolvendo e redesenhando o presente, pois é nele que repousa exclusivamente a nossa existência, nos comprometendo a uma viva experiência de Liberdade. 

Com concepção coreográfica de Décio Otero e direção teatral de Marika Gidali, “Florescência” tem como matéria substancial o nosso tempo/espaço presente. O colapso que vivenciamos é a demonstração evidente do fato de que o imprevisto sempre muda as perspectivas do inevitável. Nunca nos sentimos tão distantes e ao mesmo tempo tão unidos, e por outro lado, nunca nos sentimos tão distintos e ao mesmo tempo tão semelhantes. Diante desta visão, o Ballet Stagium, celebrando seus 50 anos de existência e resistência, novamente se posiciona perante este momento de escolhas e de ações. 

FICHA TÉCNICA 

Idéia e Coreografia: Décio Otero

Direção Teatral: Márika Gidali 

Música: Lukas Fosss, Maria Bethânia, Bethoven, John Cage 

Poesia: João Apolinário 

Narração: Oswaldo Mendes 

Edição da Trilha Sonora: Aharon Gidali 

Iluminação: Claudio Gutierrez 

Bailarinos: Marcos Palmeira, Ádria Sobral, John Santos, Eugenio Gidali, Pedro Vinicius Bueno, Nathália Cristina, Eduarda Julio, Gabriela Bacaycoa, Tatyane Tieri, Leila Barros e Jonathan Santos. 

Estagiárias: Bruna Costa e Carolina Allegrine 

Professores: Raphael Panta, Aline Campos e Iryna Kozareva 

Fotos: Arnaldo Torres 

Produção: Marika Gidali, Antonio Marcos Palmeira e Fabio Villardi 

Agradecimentos: Oficinas Culturais Oswald de Andrade 

IN MEMORIAM – ADEMAR GUERRA E ADEMAR DORNELLES 

Utilizamos cookies essenciais, de acordo com a nossa Política de Privacidade, para personalizar e aprimorar sua experiência neste site. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.