Foto: Sumidouro por Renata Armelin
Foto: Sumidouro por Renata Armelin

Laboratório de Curadoria

com Bruno Siniscalchi e Maria Borba

Pompeia

Duração: 120 minutos

AO VIVO
18

atividade online

R$ 24,00 Credencial Plena
R$ 40,00 Meia entrada
R$ 80,00 Inteira

Inscrições online a partir das 14h do dia 10/5 até às 23h59 do dia 25/5

Data e horário

De 03/06 a 29/07

Sábado

15h às 17h

Foto: Sumidouro por Renata Armelin
Foto: Sumidouro por Renata Armelin

O Laboratório de curadoria tem como proposta investigar a curadoria em um programa que ofereça aulas teóricas (que abrangem desde os estudos curatoriais, até a interseção destes com outros campos e saberes), condução de práticas coletivas para o desenvolvimento individual da pesquisa de cada participante, e um ciclo de conferências com palestrantes externas/os que pontue o percurso do trabalho realizado pelo Laboratório.

Para este trajeto com es/as/os participantes, o processo curatorial será abordado como um processo de tradução.

A prática curatorial pode ser reconhecida como um processo de tradução quando a compreendemos como veículo de comunicação sensível-conceitual, e também quando deslocamos para o centro dos nossos interesses no campo da curadoria a sua possibilidade intrínseca de fazer relações, seja entre materiais, poéticas, culturas, pessoas, territórios, epistemologias ou instituições. O objetivo desse deslocamento é permitir que tanto um recorte curatorial, quanto a relação estabelecida entre essas obras, possam ser pensados como um processo ativo de interações, que possibilitam a criação de outras perspectivas. Nesse exercício, como se verá, será necessário refletir a partir de distintos universos de saberes e autores/as sobre aquilo que constitui a atividade curatorial e, consequentemente, sobre o próprio estatuto de obra de arte, quando consideramos o sistema de relações, ou a tradução, que está em jogo em uma curadoria.

Esse trajeto permitirá ao laboratório investigar a questão da arte e da curadoria a maneira de uma tradução, isto é, através de termos e ferramentas oriundos de outras perspectivas e saberes que nos darão a oportunidade de movimentar os próprios limites desse mesmo campo.

O programa do Laboratório contará com conferências de David Joselit, Carlito Azevedo, Flora Süssekind, Jota Mombaça e Sandra Benites.

Pré-requisitos: para pessoas a partir dos 18 anos e aprovadas no processo seletivo.

Bruno Siniscalchi é artista e psicanalista. Trabalha em práticas artísticas, curatoriais e clínicas que investigam relações entre arte, política e psicanálise. Membro do EBEP-Rio, do coletivo Psi Maré e da clínica do Instituto de Estudos da Complexidade (IEC). Cofundador do Instituto Comum, organização dedicada a estabelecer espaço institucional “comum” a diferentes práticas, saberes e epistemologias.

Maria Borba é doutoranda em Literatura, Cultura e Contemporaneidade na PUC-Rio, mestre em Cosmologia e Gravitação pelo Centro Brasileiro de Pesquisas Físicas (ICRA/CBPF). Artista e criadora, em parceria com Bruno Siniscalchi, do Instituto Comum, espaço dedicado a abrigar e desenvolver trabalhos artísticos e pesquisas nas mais diversas práticas do conhecimento.


Inscrições – processo seletivo em duas etapas:

1. Preenchimento de formulário – das 14h de 10/5 às 23h59 de 25/5 acessando o link.
2. Entrevista com as pessoas selecionadas após análise dos formulários.

As pessoas selecionadas para participarem do curso serão comunicadas por e-mail no dia 1/6, para se inscreverem das 14h do dia 1/6 às 23h59 do dia 2/6.

Valores:
Credencial Plena – 2 parcelas de R$ 24,00
Meia Entrada (Pessoas com deficiência, aposentados, servidores de escola pública, maiores de 60 anos e estudantes) – 2 parcelas de R$ 40,00
Público Geral e Credencial Atividades – 2 parcelas de R$ 80,00

O pagamento da inscrição garante sua vaga e participação no curso.

Utilizamos cookies essenciais, de acordo com a nossa Política de Privacidade, para personalizar e aprimorar sua experiência neste site. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.