Cadê a árvore que estava aqui?

25/08/2023

Compartilhe:

Você sabia que aqui no Sesc Interlagos realizamos o manejo de árvores? E o que seria isso?  

O Manejo de árvores é a manutenção do plantio, corte, poda e replantio de árvores. Isso geralmente acontece quando adoecem ou chegam ao fim do seu ciclo de vida.

Os sintomas mais comuns incluem folhas amareladas ou com manchas escuras, casca rachada ou descascando, galhos secos ou quebradiços, presença de fungos, entre outros.   

No Sesc Interlagos, é feito um acompanhamento das árvores que oferecem riscos aos frequentadores do parque. Caso não seja possível recuperá-la, enviamos à prefeitura uma solicitação para sua retirada e quando avistamos bromélias, orquídeas, colmeias ou ninhos, realocamos para outras árvores.  

Neste momento, algumas espécies como Araucária e Carvalho Americano, estão sendo removidas, onde no seu lugar serão replantadas espécies nativas da Mata Atlântica.

*O procedimento de remoção destas árvores segue a Lei Municipal Nº 17.794 DE 27 DE ABRIL DE 2022. 

Autorização Despacho Nº 63/2023 – SEI 6057.2022/0003249-2 

Termo de autorização 129/SUB-CS/2022 – SEI 6057-2022/0003676-5 

Termo de autorização 028/SUB-CS/2023 – SEI 6057 – 2023/0000996-4 

Não faça podas e nem remoção de árvores sem autorização prévia do órgão responsável. 

Conheça algumas das características de cada espécie

(Foto: Tiago Fuentes)

Carvalho Americano (Quercus palustris

O Carvalho-americano, como o próprio nome indica, é nativo da América do Norte e está acostumado com climas frios.

As oscilações de temperatura, clima tropical, fazem os carvalhos adoecerem mais rápido, gerando risco de queda dos galhos e de tronco.

Sua substituição por árvores nativas tornará o ambiente mais rico para outras plantas e os animais que aqui vivem. 

Araucárias (Araucaria angustifolia) 

A araucária, também conhecida como pinheiro-brasileiro, pinheiro-do-paraná é nativa de parte do sudeste e do sul do Brasil e da América do Sul.

Se desenvolvem melhor quando dividem espaço com outras árvores e herbáceas da floresta Atlântica.

Os ancestrais dos Kaingang e Xokleng, grupos conhecidos coletivamente como Proto-Jê, já plantavam a espécie há 4 mil anos. 

Por ser uma espécie ameaçada de extinção, novas mudas de araucária são constantemente plantadas em toda a unidade. 

(Foto: Tiago Fuentes)

O Sesc Interlagos também conta com uma programação permanente de educação para a sustentabilidade, com ações que incluem a doação de mudas de espécies nativas da Mata Atlântica, através do Projeto Adote uma Árvore, que acontece uma vez por mês. 

Quer saber mais sobre o assunto? Consulte a programação completa do Sesc Interlagos aqui.


Confira o conteúdo publicado no Instagram do Sesc Interlagos sobre o manejo de árvores, como funciona o processo e de quais formas a madeira é reaproveitada aqui.


Pinha, pinhão, abelha sem ferrão 

Bosque das araucárias 

De muita tradição 

Tem saci, sagui, até gavião 

Madeira forte 

Vida e corte 

Virar orquídea 

Que sorte! 

– Eveline Gutilla, engenheira agrônoma da equipe de Gestão Ambiental do Sesc Interlagos
Conteúdo relacionado

Utilizamos cookies essenciais, de acordo com a nossa Política de Privacidade, para personalizar e aprimorar sua experiência neste site. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.