Sesc SP

Matérias do mês

Postado em

“Borboleta” | Coisas que viram fumaça, por Ricardo Terto

Ilustração: Oga Mendonça
Ilustração: Oga Mendonça

As três pás restantes do ventilador voltaram a rodar cinco minutos depois do previsto para o retorno da luz na zona. O corpo não estava exatamente cheirando a alguma coisa e isso significa que o borrifador afinal não era falso — ainda dá para confiar em alguns negociantes clandestinos.

No meu monitor a voz-padrão está configurada para feminina, 25, ocidental:

Moradores do distrito 14 reclamam que não estão conseguindo renovar seus vouchers de banho porque o sistema Amparo está fora do ar.

Os longos cabelos embranquecidos estavam propositalmente fora da termobag, mas, segundo o verso do borrifador, a decomposição pode ser retardada em até cinco horas após a aplicação. Havia calculado que nesse ínterim a zona receberia a segunda parcela de energia do dia e poderia pela última vez ver os fios dela, ralos, dançando como fumaça na luz.

A prefeitura informa que desconhece problemas no sistema e que vai continuar a cobrar a multa sanitária por não-utilização. Segundo nota da secretaria de tecnologia, a rede 5.5Gn sofre problemas devido a atos de vandalismo em cabos de fibraeon, feitos por militantes ecossocialistas.

Apenas o cabelo vivo, fora do plástico amarelo, era como uma borboleta se esticando para fora do casulo. Penso se haveria algo bonito a dizer, se realmente há escutas nos sacos amarelos e algum operador entediado numa central com fones transcritores.

No Debate Quente de hoje: divisão étnica em centros de banho é racismo?

Fico olhando os cabelos-fumaça, o sol mudou um pouco de posição e realça agora as zonas mais escuras dos fios. Talvez seja isso só mesmo, o cortejo são as pás do ventilador, o plástico amarelo espichando, a voz feminina-25-ocidental. Cacos.

Einstein, o digipet mais famoso do mundo, segue sendo reformatado em Alibaba do Sul depois da história não confirmada de jogos de suicídio envolvendo a versão s3.

Agora me ocorreu que na verdade não me lembro bem como deve ser feito o embalamento do cabelo. Tenho certeza que em algum lugar do saco tem as instruções. Ou talvez eu devesse só perguntar ao atendente da Amparo. Percebo que são mais pesados do que me lembrava. Deve ser só colocar pra dentro. Fecho o zíper e ativo o botão de conexão. Logo a rede aparece no monitor.

Amparo, Serviços Essenciais, Setor de Recolhimento de Corpos. Estou ciente dos termos de uso. Chamar.

Você acionou o Setor de Recolhimento de Corpos. No momento nossos servidores estão ocupados. Enquanto aguarda, aproveite para ficar por dentro dos programas que a rede Amparo criou para garantir mais qualidade de vida para você e sua família. Já se inscreveu no programa de Banhos Comunitários? Para quem tem menos de três infrações de desperdício, todas as sextas-feiras são distribuídos vouchers para um relaxante banho de até sete minutos. Garanta o seu acessando o sistema-

Setor de Recolhimento de Corpos. Com quem eu falo?

Boa tarde, com Artur.

Ok, senhor Artur, qual o distrito?

19.

Ok, em que posso ajudar?

Minha mãe morreu.

---

“Borboleta” é o primeiro episódio da série Coisas que viram Fumaça, do escritor, redator e roteirista Ricardo Terto, autor de Marmitas Frias (Lamparina Luminosa, 2017), Os Dias Antes de Nenhum (Patuá, 2019) e do ensaio A internet na era do distanciamento social (a ser publicado pela Editora Todavia). Toda semana, um episódio inédito. O texto integra o projeto Folhetim, experimento literário do Sesc Pompeia que convida escritores a criarem narrativas inéditas.

Outras programações