Sesc SP

Matérias do mês

Postado em

Da Fantasia à Criação

Em
Em "O Casamento da Baratinha" os bonecos enriquecem fabulas cheias de magia e animais.

Desde a infância somos manipuladores de bonecos, criando histórias e narrativas que, muitas vezes, ultrapassam a realidade e estimulam o imaginário. Pensando nesse universo lúdico, o projeto Bonecos: Da Fantasia a Criação, que acontece em agosto no Sesc Campo Limpo, reúne espetáculos, contações de histórias e oficinas que trazem o boneco como protagonista.

No teatro o uso de bonecos é feito através do movimento das mãos e do corpo do ator que o manipula e narra a história. A associação entre movimento e sonoridade combinada à imaginação e à arte dão vida a eles, transformando-os em personagens cativantes. Trabalhando as infinitas possibilidades do uso de bonecos em cena, os espetáculos O Casamento da Baratinha da Cia Stromboli e Balonário da Cia Navega Jangada trazem cada um em seu repertório diferentes propostas de dramaturgia. 

No espetáculo O Casamento da Baratinha a atriz Carú Lima é uma baratinha que está em busca do marido ideal para se casar. Ela investiga diversos bichos para escolher o felizardo: o Jacaré, o Sapo, o Carneiro, o Macaco e o Rato, que são bonecos de fios manipulados pelos atores João Grembecki e Affonso Lobo. E recebe os conselhos de sua amiga Coruja, com quem discute aspectos de sua própria identidade.

A sincronia entre o personagem real e as marionetes é tão grande que os manipuladores são ‘esquecidos’, “as crianças esquecem-se de que estão lá”, comenta a atriz. Isso acontece até mesmo ao final do espetáculo, quando levam as marionetes para ‘conversar’ com o público “os atores manipuladores estão sem o seu tradicional capuz de rosto preto, e as crianças tem foco total nos bonecos”.

Já em Balonário (O Balão do Imaginário) a tradicional manipulação às escuras é rompida e o manipulador participa ativamente da história. Eles se tornam cúmplices e companheiros todo o tempo, estabelecendo uma nova relação. Dois baloneiros aventureiros Zé Gabriel (o boneco) e sua amiga (a manipuladora) são o tema da montagem. Eles vão parar em uma pequena ilha deserta, após caírem com seu balão por causa de uma forte corrente de vento.

Além deste formato diferenciado o espetáculo tem a música ao vivo como forma de narrativa, a diretora e atriz manipuladora do espetáculo, Talita Cabral, explica que a Cia Navega Jangada desenvolve uma trilha que se une à linguagem não verbal. “Nasce assim, um espetáculo de bonecos sem fala, com toda trilha musical e sonorizações executadas por dois músicos.” Pesquisou-se ainda a possibilidade de manipular o boneco apenas com um manipulador, "descobrindo formas de ele andar, rir, pular, sentar e deitar”, conta a diretora. 

Por não haver falas, muitas vezes os pais deduzem que os filhos não entenderão e narram os acontecimentos durante a peça, porém Talita comenta que “na verdade, a criança em seu silêncio registra e absorve muito mais do que o adulto imagina. Os pequenos se sentem a vontade durante o espetáculo para falar, bater palmas e narrar tudo o que acontece” finaliza.

Para Carú é o boneco que dá asas à imaginação e “faz com que as crianças embarquem num espaço de muita magia. Vislumbramos neles uma maneira de enriquecer ainda mais essas fabulas cheias de magia e animais”, explica. Para não ficar apenas como espectador, as oficinas oferecem a oportunidade de se experimentar o trabalho destes artistas, apresentando as técnicas para construir: Boneca de Fio, Boneca Hippie, Boneca de Trança, Boneca de Fuxico, Matrioska, Bonecas Aboyomi e Bonecas de Feltro com materiais simples e acessíveis.

O mergulho neste cenário lúdico dos bonecos faz as crianças interagirem durante todo o tempo. Elas se identificam com os personagens e se esquecem de que são animados por atores manipuladores. Absorver a potência dessa linguagem teatral pode contribuir com o desenvolvimento dos pequenos e com a relação entre seus familiares. Pois, após terem contato com estas atividades, são naturalmente estimulados a prolongar a experiência criando suas próprias narrativas.

o que: Bonecos: Da Fantasia a Criação
quando:

Até 30/08. Diversos horários.

onde:

Sesc Campo Limpo | Rua Nossa Senhora do Bom Conselho, 120

ingressos:

Grátis.

 

Outras programações