Sesc SP

Matérias do mês

Postado em

Lasar Segall: uma viagem através da gravura, da linha e do corte

Sesc Santo André recebe exposição que percorre a trajetória de Lasar Segall
Sesc Santo André recebe exposição que percorre a trajetória de Lasar Segall

Cada obra de arte possui um significado único e diferente e, geralmente, é um reflexo da época e cultura vivida pelo artista que a compõe.

Lasar Segall é um artista que desde a infância manifestou interesse pelo desenho. Nascido em uma comunidade judaica na Lituânia, em 1889, o pintor, escultor e gravurista ganhou destaque quando veio ao Brasil em meados de 1912 e teve seu contato com o Modernismo. No país, mostrou seus trabalhos em exposições em São Paulo e Campinas. Foi destaque no cenário da arte moderna e considerado um representante das vanguardas europeias.

Segall frequentou a Academia Imperial de Belas Artes de Berlim em sua formação artística. Retratava figuras e sentimentos humanos. Transitou pelos movimentos impressionista e expressionista. Destacava o sofrimento em suas obras.

Morreu em 1957, vítima uma doença cardiovascular e, dez anos após sua morte, em 1967, a casa onde morava na Vila Mariana, em São Paulo, foi transformada no Museu Lasar Segall.

A Gravura de Lasar Segall - Poesia Da Linha E Do Corte

Lasar é conhecido principalmente por suas pinturas, mas há outro lado deste artista singular que poucos conhecem. Este outro lado é mostrado na exposição: “A Gravura de Lasar Segall – Poesia da Linha e do Corte”, em cartaz no Sesc Santo André.

Através de matrizes originais – que foram especialmente reimpressas pelo Museu Lasar Segall – as 35 obras da mostra narram a trajetória do gravurista e revelam duas características dele: sua capacidade em expressar o ser humano e a importância da gráfica em seu percurso. 

Com técnicas de xilogravura (arte de fazer gravuras em relevo sobre madeira) e da gravura em metal, a exposição é abordada também em duas fases. A primeira é de quando Segall ainda morava em Berlim, na Alemanha. Nela é possível perceber um lado mais visceral e profundo do artista que buscou influências no pós-guerra. Já a segunda, há um olhar mais suave nos traços e que marca a chegada do pintor em terras brasileiras ao retratar tudo o que ele observou durante sua vinda para cá.

“A Gravura de Lasar Segall – Poesia da Linha e do Corte” integra o projeto ArteSesc, que tem o intuito de democratizar o acesso aos bens culturais e faz circular obras de artistas que ajudaram a construir a cultura artística do Brasil.

A exposição fica em cartaz até junho no Sesc Santo André.

Outras programações

Artes Visuais

O Tempo Mata - Imagem em Movimento na Julia Stoschek Collection

O Tempo Mata - Imagem em Movimento na Julia Stoschek Collection

SESC Avenida Paulista

Saiba mais