Sesc SP

Matérias do mês

Postado em

Seminário Utopia 500 Anos

O Seminário Utopia 500 Anos ocorre nos dias 26 e 27 de abril de 2016, no Sesc Vila Mariana.


Clique aqui para fazer sua inscrição.

Com o objetivo de celebrar os 500 anos do clássico livro "Utopia", do escritor inglês Thomas More, o seminário, realizado pelo Sesc - Serviço Social do Comércio de São Paulo em parceria com o People’s Palace Project, instituição de arte independente inglesa e sem fins lucrativos voltada a projetos comunitários de caráter social,  com apoio do British Council, organização britânica para educação e relações culturais, e do Queen Mary - University of London,  apresenta um conjunto de discussões inspiradas nessa importante obra, que buscarão desvelar o contexto histórico de origem dos conceitos e do pensamento do autor, assim como perspectivas de análises contemporâneas relacionadas aos múltiplos sentidos do termo utopia.


Com Gregory Claeys, Jerry Brotton, Joad Raymond, Paul Heritage, Adauto Novais, Bia Lessa, Danilo Cymrot, Eduardo Suplicy, Edson Passetti, Flora Sussekind, Gersem Baniwa, Lygia da Veiga Pereira, Marcus Faustini, Mércio Pereira Gomes, Muniz Sodré, Orlando Zaccone, Renato Sztutman e Ronaldo Lemos.


•INSCRIÇÕES
Aqui nesse link ou pessoalmente nas Centrais de Atendimento das unidades do Sesc SP (Capital e Interior), a partir do dia 29/3, às 14h.

•TAXAS
R$ 100,00 [inteira]
R$ 50,00 [aposentado, pessoa com mais de 60 anos, pessoa com deficiência, estudante e servidor de escola pública com comprovante]
R$ 20,00 [credencial plena e dependentes]

•INFORMAÇÕES
De terça a sábado, das 10h às 19h, pelo telefone (11) 5080-3142 ou e-mail seminarioutopia@vilamariana.sescsp.org.br


•PROGRAMAÇÃO

DIA 26/4 (TERÇA)

8h30 - Credenciamento

10h às 11h - Abertura
Sesc São Paulo
People’s Palace Projects
British Council

11h às 12h30 - Conferência de Abertura
A Utopia como Prática Transformadora da Realidade
Com Gregory Claeys (ING)

12h30 às 14h - Almoço

14h às 15h30 -  Mesa 1 | O Presente e o Futuro da Utopia de Thomas More
Panorama histórico do momento de publicação da obra, quem foram seus leitores, recepção da obra e suas reverberações ao longo dos séculos.
Com Jerry Brotton (ING), Mércio Pereira Gomes e mediação de Flora Sussekind

15h30 às 16h - Intervalo

16h às 17h30 - Mesa 2 | Poder Punitivo e Distopias
Ideias radicais sobre policiamento, presídios e segurança pública (pelo viés teórico e pragmático).
Com Edson Passetti, Orlando Zaccone e mediação de Danilo Cymrot


DIA 27/4 (QUARTA)

8h30 - Credenciamento

9h30 às 11h30 - Mesa 3 | Utopia de Lugar Nenhum: Que Lugar é Esse que Ainda Não é
A cidade utópica e as economias: sociedades em transformação, experiências utópicas, cidades-modelos ou imaginárias; mundos invertidos, modelos igualitários e sociedades; trabalho e apropriação coletiva da produção.
Com Eduardo Suplicy, Ronaldo Lemos, Lygia da Veiga Pereira e mediação de Adauto Novais

11h30 às 13h - Mesa 4 | Pensamento Ocidental e Cosmologias Ameríndias
A importância de se lançar o olhar para outras formas de existência (simbólicas e políticas) para além da predominância ocidental como possibilidade de outra organização social; ocidentalização do novo mundo.
Com Renato Sztutman, Gersem Baniwa e mediação de Paul Heritage (ING)

13h às 14h30 - Almoço

14h30 às 16h30 - Mesa 5 | A Dimensão Estética da Utopia
A importância da Arte ou a da Estética como criação de novas realidades, a utopia como pensamento estético, a geometrização do espaço, estratégias discursivas, a arte renascentista na representação da utopia.
Com Muniz Sodré, Joad Raymond, Marcus Faustini e mediação de Bia Lessa.
 

•PALESTRANTES

Edson Passetti 
Professor do Departamento de Política e do Programa de Estudos Pós Graduados em Ciências Sociais da PUC/SP. Coordena o Nu-Sol (Núcleo de Sociabilidade Libertária PUC/SP), edita a revista eletrônica Ecopolítica e coordena pesquisa sobre ecopolítica.

Eduardo Suplicy
Eduardo Matarazzo Suplicy é administrador de empresas e economista. Foi professor no Departamento de Economia da Escola de Administração de Empresas de São Paulo (1966-2012), Deputado Estadual de São Paulo (1979-1982), Deputado Federal (1983-1987), Vereador no município de São Paulo (1989-1990) e Senador (1991-2015). Em 2015 foi nomeado Secretário Municipal de Direitos Humanos e Cidadania na Prefeitura de São Paulo. Em função de sua luta pela Renda Básica de Cidadania, em fevereiro de 2016, no âmbito das comemorações dos 500 anos da publicação de “Utopia”, de Thomas More, Eduardo Suplicy recebeu o título de Doutor Honoris Causa pela Universidade Católica de Louvain, na Bélgica. É autor de diversos livros sobre cidadania, política e economia.

Gersem Baniwa
Professor Adjunto da Faculdade de Educação e Diretor de Políticas Afirmativas da Universidade Federal do Amazonas (UFAM). É doutor em Antropologia Social pela Universidade de Brasília (2006-2011). Recebeu Prêmio Capes de Tese 2012. Como liderança indígena militante foi dirigente da Federação das Organizações Indígenas do Rio Negro (FOIRN), da Coordenação das Organizações Indígenas da Amazônia Brasileia (COIAB) e Diretor-Presidente do Centro Indígena de Estudos e Pesquisas (CINEP). No campo profissional foi professor indígena entre 1986 e 1988 na aldeia Carara-Poço; foi Secretário Municipal de Educação do município de São Gabriel da Cachoeira - AM no período de 1997 a 1999, Gerente do Projeto Demonstrativo dos Povos Indígenas no Ministério do Meio Ambiente no período de 2000 a 2004, Perito Local da Embaixada da Alemanha entre 2005 e 2006, Conselheiro do Conselho Nacional de Educação no período de 2006 a 2008 e Coordenador Geral de Educação Escolar Indígena do Ministério da Educação no período de 2008 a 2012.

Gregory Claeys (ING)
Professor de História do Pensamento Político no Royal Holloway, da Universidade de Londres. É o autor de Utopia: a história de uma ideia (Edições Sesc, 2013). Editou The Cambridge Companion to Utopian Literature (Cambridge University Press, 2010), é o editor das séries Palgrave Studies in Utopianism (Palgrave-Macmillan) e o coordenador do projeto "Utopolis" de bibliografia, tradução e republicação.

Jerry Brotton (ING)
Professor de Estudos Renascentistas na Queen Mary University of London. É radialista, crítico e escritor, apresentador dos programas Maps: Power, Plunder and Possession (2010), da BBC4, Courting the East (2007) e The Venetian Ghetto (2016), da Rádio BBC 3. É Diretor Associado do projeto Global Shakespeare da Queen Mary/Universidade de Warwick e associado do People’s Palace Projects.

Joad Raymond (ING)
Estudou na Universidade de East Anglia e na Universidade de Oxford. Foi professor na Universidade de Oxford, Aberdeen e na Universidade de East Anglia. Atualmente é Professor de Estudos Renascentistas na Queen Mary University of London. Tem vários livros publicados sobre história e cultura da imprensa. Dirigiu a rede de pesquisa News Networks in Early Modern-Europe (2011-13), da Leverhulme Trust.

Lygia da Veiga Pereira
Ph.D. em Ciências Biomédicas com ênfase em Genética Humana pelo Mount Sinai School of Medicine, City University of New York, NY, EUA. Professora Titular do Departamento de Genética e Biologia Evolutiva do Instituto de Biociências da USP. Atualmente é Chefe do Laboratório Nacional de Células-Tronco Embrionárias da USP.

Marcus Faustini
Formou-se pela Escola de Teatro Martins Pena. Diretor de teatro e documentários; fundador da Escola Livre de Cinema de Nova Iguaçu e do Festival Home Theatre; diretor convidado e residente do Stratford Royal Theatre em Londres; colunista do Jornal O Globo; autor de O Novo Carioca e do Guia Afetivo da Periferia; criador da Agência de Redes para Juventude, programa que capacita jovens de comunidades para produzirem seus próprios projetos no lugar onde vivem.

Mércio Gomes
Antropólogo, doutor pela Universidade da Florida (EUA, 1977). Foi subsecretário de Planejamento da Secretaria Especial de Projetos e Educação, no governo do Rio de Janeiro (1990-1994), junto a Darcy Ribeiro, e presidente da Funai, de setembro 2003 a março 2007. Leciona e coordena o Programa de Pós-Graduação em História da Ciência, das Técnicas e Epistemologia (HCTE), do Centro de Ciências Matemáticas e da Natureza, da UFRJ.

Muniz Sodré
Doutor Honoris Causa pela Universidade Federal da Bahia. Tem Mestrado em Sociologia da Informação (Paris-II, Sorbonne), Doutorado em Letras (UFRJ) e Pós-Doutorado em Sociologia e Antropologia (École Pratique des Hautes Études en Sciences Sociales - Paris). Foi jornalista profissional, tradutor, professor-adjunto da UFF e professor-titular da UFRJ na Escola de Comunicação. Em 2012, tornou-se Professor Emérito da UFRJ. Foi membro do Conselho Econômico e de Desenvolvimento Social e presidente da Fundação Biblioteca Nacional (2005-2010).

Orlando Zaccone
Delegado de polícia civil do Estado do Rio de Janeiro, Doutor em Ciência Política pela Universidade Federal Fluminense (2013), Professor do Curso de Pós-Graduação em Direito e Processo Penal da Cândido Mendes e Professor de Criminologia da Academia de Polícia Civil Sílvio Terra. Autor dos livros Acionistas do nada: quem são os traficantes de drogas (editora Revan, 2007) e Indignos de vida: a forma jurídica da política de extermínio de inimigos na cidade do Rio de Janeiro (editora Revan, 2015).

Renato Sztutman
Professor do Departamento de Antropologia da Universidade de São Paulo. É doutor (2005) em Antropologia Social pela USP, área de etnologia indígena. É pesquisador do Centro de Estudos Ameríndios (CEstA) e do Laboratório de Imagem e Som em Antropologia (LISA). Foi um dos fundadores e co-editou, entre 1997 e 2007, a revista Sexta-Feira.

Ronaldo Lemos
Advogado e diretor do Instituto de Tecnologia e Sociedade do Rio de Janeiro (ITS). Fez seu mestrado em Harvard e o doutorado na USP. É também pesquisador e representante do MIT Media Lab no Brasil. Foi um dos criadores do Marco Civil da Internet. Ronaldo escreve para a Folha de São Paulo semanalmente e integra dois programas na Globonews, o Navegador, exibido semanalmente, e o Estúdio i. Foi professor na universidade de Princeton é hoje professor na Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ). Em 2015 ele foi nomeado pelo Fórum Econômico Mundial como um dos Jovens Líderes Globais.


•MEDIADORES

Adauto Novaes
Jornalista e professor, estudou Jornalismo no Instituto Francês de Imprensa (Sorbonne), e filosofia em Paris. Foi diretor, por 20 anos, do Centro de Estudos e Pesquisas da Fundação Nacional de Arte (Ministério da Cultura). É o idealizador e curador do ciclo de conferências Mutações. Vencedor do Prêmio Jabuti na categoria Ciências Humanas por duas vezes, foi nomeado pelo governo francês "Chevalier des Arts et des Lettres". É autor de diversos livros e artigos em português e francês.

Bia Lessa
Diretora, cenógrafa, artista plástica, curadora e museóloga. Dirigiu peças, óperas, shows, o longa-metragem CREDE-MI e eventos como o Back to Black, o Prêmio do Cinema Brasileiro e o Prêmio da Ordem do Mérito Cultural, do Ministério da Cultura. Foi convidada para criar o Pavilhão do Brasil na Expo 2000, em Hannover. Realizou em Parati o primeiro museu oral brasileiro.

Danilo Cymrot
Doutor em Criminologia pela Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo. Pesquisador do Centro de Pesquisa e Formação do Sesc em São Paulo.

Flora Süssekind
Doutora em Letras pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, professora adjunta no curso de Estética e Teoria do Teatro do Centro de Letras e Artes da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO) e pesquisadora no Setor de Filologia do Centro de Pesquisa da Fundação Casa de Rui Barbosa.

Paul Heritage (ING)
Professor de Drama e Performance da Queen Mary, University of London, por mais de duas décadas, criou projetos artísticos em prisões no Brasil e no Reino Unido, alcançando milhares de pessoas entre detentos, guardas e seus familiares em projetos premiados ligados a questões como HIV/AIDS e direitos humanos. Como produtor, trabalhou com grandes instituições britânicas levando algumas das mais importantes companhias artísticas brasileiras ao Reino Unido. Criou Festa|Amazônia, um longo programa que envolveu centenas de participantes e milhares de espectadores em Londres e na região Amazônica. De 2009 a 2012, realizou pesquisa financiada pelo AHRC sobre transferência de conhecimento entre artistas e jovens sediados em favelas e grupos comunitários britânicos. Paul foi também produtor executivo da Rio Occupation London, um projeto do Festival Oficial das Olimpíadas de Londres 2012 e foi um dos curadores do Olympic and Paralympic Cultural Forum e Arte sem Limites, um festival celebrando obras criadas por artistas britânicos com deficiência no programa londrino Unlimited. Dentre os programas de pesquisa prática que desenvolve continuamente estão Encounters Beyond Text: Art Transforming Lives, Fórum Shakespeare, que já foi realizado em 5 capitais brasileiras, e, Pontos de Contato, um projeto de intercâmbio cultural para artistas, formuladores de políticas e financiadores culturais. Em 2004, foi nomeado Cavaleiro da Ordem do Rio Branco pelo Governo Brasileiro.
 

o que: Seminário Utopia 500 Anos
quando:

Dias 26 e 27/4, terça, 10h às 17h30 e quarta, 9h30 às 16h30

onde:

Sesc Vila Mariana | Rua Pelotas, 141 | 11 5080-3000

inscrições:

A partir de 29/3, às 14h

 

Outras programações

Ações para a Cidadania

Curso Básico de Português para pessoas em situação de refúgio

Curso Básico de Português para pessoas em situação de refúgio

SESC Bom Retiro

Saiba mais

Ações para a Cidadania

Curso Básico de Português para pessoas em situação de refúgio

Curso Básico de Português para pessoas em situação de refúgio

SESC Bom Retiro

Saiba mais

Ações para a Cidadania

Curso Básico de Português para pessoas em situação de refúgio

Curso Básico de Português para pessoas em situação de refúgio

SESC Bom Retiro

Saiba mais

Ações para a Cidadania

Curso Básico de Português para pessoas em situação de refúgio

Curso Básico de Português para pessoas em situação de refúgio

SESC Bom Retiro

Saiba mais

Ações para a Cidadania

Curso Básico de Português para pessoas em situação de refúgio

Curso Básico de Português para pessoas em situação de refúgio

SESC Bom Retiro

Saiba mais

Ações para a Cidadania

Curso Básico de Português para pessoas em situação de refúgio

Curso Básico de Português para pessoas em situação de refúgio

SESC Bom Retiro

Saiba mais

Ações para a Cidadania

Curso Básico de Português para pessoas em situação de refúgio

Curso Básico de Português para pessoas em situação de refúgio

SESC Bom Retiro

Saiba mais

Ações para a Cidadania

Curso Básico de Português para pessoas em situação de refúgio

Curso Básico de Português para pessoas em situação de refúgio

SESC Bom Retiro

Saiba mais