Sesc SP

Matérias do mês

Postado em

Quantas identidades estão impressas em São Paulo?

Evento organizado pelo Departamento de Patrimônio Histórico do município ocorre nos dias 18 e 19 de agosto e propõe um mergulho na diversidade dos costumes, saberes e identidades da metrópole paulistana

Quantas identidades estão impressas em São Paulo? Quantas permanecem apenas na história? É possível enxergar suas narrativas marcadas nos espaços da cidade?

A partir desses questionamentos, o Departamento de Patrimônio Histórico da Prefeitura Municipal de São Paulo promove a quarta edição da Jornada do Patrimônio. Nos dias 18 e 19 de agosto, diversas unidades do Sesc participam do evento com 15 passeios que convidam os participantes a se aproximarem da história e da memória da cidade, especialmente as menos evidenciadas.

De espaços consagrados pela prática de capoeira aos palacetes de Higienópolis, das ruas do Bixiga ao Morro da Querosene, as caminhadas levam os participantes a uma visão mais aprofundada, algo fundamental para uma melhor compreensão do DNA da cidade. Também estão previstas palestras, visitas a imóveis e apresentações artísticas por toda a capital paulista.

"A Jornada do Patrimônio 2018 é um convite para refletirmos sobre o papel dos bens culturais na formação desta identidade ao longo de sua história", destaca a assistente técnica de Turismo Social do Sesc, Cristina Fongaro. Como se sabe, São Paulo é terra de índios, portugueses, africanos, italianos, espanhóis, asiáticos, nordestinos. Povos que participaram da formação cultural da cidade, constituindo seus modos de habitar e viver em diferentes épocas desde sua fundação. Embora esses entrelaçamentos multiculturais tenham ocorrido por toda a parte na cidade, nem sempre são visíveis. “A Liberdade, por exemplo, é conhecida como tradicional bairro japonês. Entretanto, menos conhecido é o fato de que a região também foi uma rota de fuga para escravos e, portanto, parte importante da memória negra”, cita Cristina. Ainda de acordo com ela, a temática deste ano, “Uma Cidade, Muitas Mãos”, pretende contribuir para trazer à luz a memória dos povos que ajudaram a construir a cidade, porém nem sempre representados.

A quarta edição da Jornada do Patrimônio conta com uma intensa programação de roteiros, palestras e manifestações artísticas elaboradas por diversas instituições que já realizam atividades na cidade ligadas ao patrimônio histórico. As atividades do Sesc na Jornada podem ser conferidas em sescsp.org.br/jornadadopatrimonioe a programação completa do evento pode ser vista em jornadadopatrimonio.prefeitura.sp.gov.br
 

Outras programações