Sesc SP

Matérias do mês

Postado em

Coletivos Educadores para Territórios Sustentáveis

Encontro de formação em Políticas Públicas e Educação Ambiental no Brasil: das Unidades de Conservação à Educação Ambiental. RPPN Ecofuturo-Parque das Neblinas, 2014 (Foto: Séfora Tognol)

 
#PraCegoVer #PraTodosVerem Descrição da Imagem: Foto retangular, colorida, na qual destacam-se um grupo de pessoas, em sua maioria mulheres, sentado em roda. Em primeiro plano, os indivíduos aparecem de costas e, conforme a imagem se aprofunda, começam a aparecer de perfil. O grupo parece prestar atenção ao que diz uma mulher que aparece centralizada, a única em pé, ao fundo da sala. O lugar em que estão possiu paredes pintadas em dos tons de amarelos diferentes, sendo a parede à esquerda forrada com uma obra artística parecendo papelão e outra parede, mais clara, com um painel que suporta um telivisor e um notebook. No canto da parede, há ainda garrafas e copos de vidro sobre uma mesa feita a partir de cones de papelão reforçado. Fim da descrição.

 

Era uma tarde chuvosa de 2014 em Bertioga. As educadoras que realizavam o Diagnóstico e Planejamento Participativo do Plano de Manejo da Reserva estavam em reunião, analisando dados, revisando entrevistas, ouvindo os sonhos e expectativas das pessoas que conheciam aos poucos. Neste processo, também conheceram instituições que se relacionavam com as questões socioambientais da cidade e perceberam que, naquele momento, muitos temas ligados a estas questões ‘pipocavam’ na cidade, mas eram poucos os espaços de diálogo e troca entre essas pessoas que tanto tinham a compartilhar e aprender juntas! Animadas pela coordenadora da equipe à época, decidiram incentivar na cidade a criação de um Coletivo Educador, grupo composto por instituições de órgãos públicos e privados, ONGs e associações, além de representantes da sociedade civil¹. 

"A ideia nasceu assim mesmo, regada a cafezinho da tarde. A gente não sabia como ia ser, nem quanto tempo ia durar", relata Séfora Tognolo de Aguilar, supervisora de Educação Ambiental do Sesc Bertioga. Desde então, o Coletivo Educador Bertioga esteve diretamente envolvido como mediador entre o poder público e a população, com o objetivo de promover reflexões sobre o papel de educadoras/es ambientais na formulação de políticas públicas.  

Em 2016, dando continuidade ao processo de consolidação deste coletivo, foi promovido um ciclo de encontros mediados para elaboração do Projeto Político Pedagógico, um documento com perspectiva educativa e norteadora sobre a atuação do grupo. Coletivamente, buscou-se compreender quais seriam os objetivos, diretrizes filosóficas e bases conceituais para sua missão: "A formação de pessoas para ações coletivas na transformação da problemática socioambiental do município de Bertioga”, como descrito no documento consolidado.  


Encontro de formação com tema Cinema no Sesc: Comunidade, vínculos e sabores. Auditório do Sesc Bertioga, 2014 (Foto: Acervo Sesc)


#PraCegoVer #PraTodosVerem Descrição da Imagem: Foto retangular, colorida, na qual destacam-se um grupo de pessoas diversas, sentadas em roda, parte delas no chão e outra em cadeiras do que parece ser um auditório. Em primeiro plano, os indivíduos aparecem de costas e, conforme a imagem se aprofunda, começam a aparecer de perfil. O grupo parece prestar atenção em alguém sentado à esquerda. O lugar em que estão possiu paredes pintadas em dois tons de azuis diferentes, com cinco luminárias espaçadas dois extintores de incêncio. Ao fundo, uma porta de madeira de duas folhas. O chão, em destaque, possui dois tons de amarelo, sendo o mais escuro formado pelo piso de cerâmica e o mais claro pintado direto no chão de cimento. No canto esquerdo da parede, há ainda dois homens controlando uma câmera filmadora. Fim da descrição.


E assim foi se desenhando o trabalho dessa gente que se reunia para um café da tarde ou almoço, trocava ideias e projetava um futuro mais participativo e com melhor qualidade de vida para e com a comunidade. Fortalecidas em suas práticas educativas nos ambientes de trabalho, essas pessoas e instituições foram também se envolvendo cada vez mais nas questões da cidade, como na revisão do Plano Diretor, na atuação com o turismo da cidade, com as reivindicações das/os monitoras/es ambientais locais, na mobilização contra o projeto de transposição do Rio Itapanhaú - principal rio do município e da região -,  sempre trazendo a ótica da sustentabilidade e conservação ambiental de forma qualificada e permanente.  

Com este horizonte, as pessoas envolvidas na construção e manutenção do Coletivo Educador Bertioga passaram também a ocupar conselhos municipais e estaduais, comissões, câmaras temáticas, fóruns e redes regionais, outros coletivos e associações, bem como desenvolver ações próprias, como em 2017, com o ciclo de diálogos previsto no projeto político pedagógico; em 2018, com as pré oficinas de elaboração do Plano de Manejo do Parque Estadual Restinga de Bertioga; em 2019, com a elaboração do guia popular do Plano de Manejo do PERB – que teve seu lançamento este ano; em 2020, como representante da sociedade civil organizada na comissão municipal de educação ambiental; e em 2021, na organização de ações online para mobilização da comunidade em torno da temática socioambiental. 

E, num piscar de olhos, se passaram sete anos, entre idas e vindas de pessoas, projetos e sonhos. E uma coisa é certa: a participação continua sendo um dos aspectos centrais do grupo, seu objetivo primordial. Para Adriana Veronesi Ferreira, uma das integrantes, a participação no coletivo é um desafio, um “exercício de saber o que é atuar em um coletivo”. Esta atuação no Coletivo Educador Bertioga acontece de forma espontânea, voluntária e horizontal, deixando o caminho aberto para entradas e saídas das instituições e aproveitando os aprendizados dessa livre convivência, mesmo sabendo que acolher a diversidade de ideias e mediar conflitos não são tarefas simples, tampouco fáceis de lidar. Tudo é aprendizado!  

Entre desafios e oportunidades, o Coletivo Educador Bertioga segue na busca por conciliar a proteção do patrimônio natural da cidade ao desenvolvimento de um município sustentável. A presença de áreas protegidas e a vocação para o desenvolvimento de atividades associadas à educação ambiental e ao turismo de base comunitária, contribuem para que Bertioga caminhe rumo à sustentabilidade e conservação dos recursos naturais, com a participação da população.  

Para saber mais sobre essas e outras histórias do Coletivo Educador, acompanhe sua página no Facebook e clique nos links das outras matérias relacionadas. 

2016:  O desejo de uma coletividade 

2018: A Floresta que Ensina o Amor pela Vida 

2020: Políticas públicas de transição para sociedades sustentáveis com Claudia Visoni

          Educação ambiental e coletividade nas políticas públicas com Rogério Wong

2021: Live de lançamento do Guia Popular de Plano de Manejo do PERB com Juliana Castro, Néia Carvalho e Gil de Souza

          Guia Popular do Plano de Manejo do PERB

---

Referências: 

BIASOLI, S.; SORRENTINO, M. Educação Ambiental e Municípios. Políticas Públicas para Sociedades Sustentáveis. In: Como construir políticas públicas de educação ambiental para sociedades sustentáveis? (Org) RAYMUNDO, M. H. A.; BRIANEZI, T.; SORRENTINO, M. – São Carlos (SP): Diagrama Editorial. 227 p. 2015. 

BRASIL. Programa Nacional de Formação de Educadoras(es) Ambientais – ProFEA. Por um Brasil educado e educando ambientalmente para sustentabilidade. Brasília: Ministério do Meio Ambiente/Diretoria de Educação Ambiental, 2006. 

BRASIL. Coletivos educadores para territórios sustentáveis. Brasília: Ministério do Meio Ambiente. Secretaria de Articulação Institucional e Cidadania Ambiental. Departamento de Educação Ambiental. 2007. 26p.  

ECOFUTURO. Plano de Manejo da RPPN Sesc Bertioga. Parte B Caderno VI. Diagnóstico e Planejamento Participativo, 2015.  

FERRARO JR, L. A.; SORRENTINO, M. Coletivos Educadores. In: FERRARO JR. L. A. (Org). Encontros e caminhos: formação de educadoras(es) ambientais e coletivos educadores. Brasília, DF: MMA/DEA, 2005, p.57-69. 

JANTALIA, L. M. O. A participação das comunidades e o papel do Coletivo Educador na elaboração do Plano de Manejo do Parque Estadual Restinga de Bertioga –SP. In: PERES, I. K.; BATTAINI, V. (Org). Simpósio de Educação Ambiental e Transição para Sociedades Sustentáveis, 2018, Piracicaba/SP. Anais eletrônicos. Piracicaba: MH-Ambiente Natural, 2020. 

---


¹ Atualmente o Coletivo Educador Bertioga é formado por representantes e voluntárias(os) da Fundação Florestal (Parque Estadual da Restinga de Bertioga e APA Marinha Litoral Centro), da Prefeitura de Bertioga (Núcleo de Educação Ambiental da Secretaria de Meio Ambiente), do Sesc Bertioga (Setor de Educação para Sustentabilidade), da Construtora Sobloco (Programa Clorofila de Educação Ambiental), da Associação Quintal Aroeira, além de voluntárias(os) que não estão ligadas(os) diretamente à instituições.