Sesc SP

Matérias do mês

Postado em

Atletas do triathlon falam sobre o esporte

Foto que compõe a exposição Corpo em Ação, de Guto Gonçalves.
Foto que compõe a exposição Corpo em Ação, de Guto Gonçalves.

Conversamos com competidores de triathlon retratados no ensaio fotográfico de Guto Gonçalves para a exposição Corpo em Ação, em cartaz no Sesc Carmo

Nos meses de setembro e outubro, o Sesc Carmo expõe o trabalho de Guto Gonçalves, que retratou esportistas em ação entre natação, corrida e pedalada. As imagens revelam a dinâmica do triathlon, aliadas às belas paisagens que compõem os cenários.

A EOnline entrevistou por email três atletas adeptos da modalidade, sendo um profissional que se dedica integralmente ao esporte e duas pessoas que têm outras profissões e praticam a atividade e participam de provas. Confira os melhores trechos das conversas:

Danilo Friolani, professor de inglês, 37 anos:

EOnline: Você já praticava as modalidades do triathlon separadamente, ou começou tudo de uma vez?
D.F.: Eu comecei com a corrida, depois fui pra bicicleta e por fim para a natação.

EOnline: O que o levou à prática do triathlon?
D.F.: A busca por um dinamismo maior, e sair da rotina das corridas. Depois virou objetivo pessoal.

EOnline: Já competiu em algum evento do triathlon?
D.F.:
Só fiz simulados, e vou pra minha primeira prova em novembro, Long Distance Pirassununga.

EOnline: Quais são seus objetivos no esporte?
D.F.:
É sempre me superar e manter um peso ideal para ter saúde.

EOnline: Como é sua rotina e como inclui o treinamento nesta rotina?
D.F.:
Por ser professor eu tenho uma rotina bem maluca de horários. Eu encaixo meus treinos normalmente após o almoço pra nadar e pedalar, e corro no fim do dia, lá pra meia noite.

EOnline: Qual foi o seu melhor tempo e em que competição?
D.F.:
Ainda não tenho.
 

Bia Neres, atleta profissional de triathlon pelo Esporte Clube Pinheiros:

EOnline: Como são seus treinamentos para participação em competições de Triathlon?
B.N.:
Treino todos os dias, a semana toda, normalmente as três modalidades por dia.

EOnline: De quais competições você participa?
B.N.:
Participo de Copas do Mundo de Triathlon, Pan Americano, Sul Americano e Troféu Brasil.

EOnline: Começou direto no triathlon ou iniciou nas modalidades isoladas? Quando começou a praticar?
B.N.:
Comecei na natação, em 2010.

EOnline: Na sua opinião, qual o maior desafio físico do atleta desse esporte?
B.N.:
Não digo físico, mas manter a cabeça sempre boa para fazer bons treinos determina o maior desafio do meu esporte.

EOnline: O que pensa para os Jogos Olímpicos de 2016 ? Como acha que será o desempenho do time brasileiro?
B.N.:
Estou me preparando para os jogos olímpicos de 2016. Somos muito novos no esporte e acho que ainda temos muito a crescer dentro do cenário mundial.

EOnline: Qual foi o seu melhor tempo e em que competição ?
B.N.:
Meu melhor tempo foi nos jogos Sul Americanos de Triathlon, em março de 2014.

Luiz Eduardo Rodrigues Coelho, monitor de esportes SESC, 31 anos:

EOnline: Você já praticava as modalidades do triathlon antes de iniciar, ou começou tudo junto?
L.E.R.C.:
Desde minha infância, talvez por influência dos meus pais e do ambiente onde cresci, sempre tive contato com atividades físicas, o que me levou para diferentes experiências. Nadei muitos anos, e, por conta de uma bronquite  fiquei muito tempo sem nadar, uns dez anos. Voltei para iniciar meus treinos para minha primeira prova de triathlon. Já andar de bicicleta, por conta da cidade em que morava, sempre fez parte da minha vida, mas nunca como uma modalidade e sim como um meio de transporte. Antes do triathlon, a corrida era o que eu praticava com regularidade.

EOnline: O que o levou à prática do triathlon ?
L.E.R.C.:
Quando comecei a trabalhar no Sesc Campinas um colega de trabalho, em muitas de nossas conversas sobre corrida, propôs, para alternarmos um pouco nossos treinos, que começássemos a nadar, pedalar e que um dia poderíamos fazer uma prova de triathlon. A partir desse momento meu foco passou a ser isso, o que aconteceu poucos meses depois.

EOnline: Já competiu em algum evento do triathlon ?
L.E.R.C.:
Sim, desde 2007. A partir daí participo de provas de triathlon todos os anos.

EOnline: Quais são seus objetivos no esporte?
L.E.R.C.:
Meu principal objetivo é manter-me ativo e com boa saúde para continuar fazendo provas. Quero e pretendo participar até quando o corpo e a mente permitirem. Tenho um sonho de um dia correr o Ironman Hawai.

EOnline: Como é sua rotina e como inclui o treinamento nesta rotina ?
L.E.R.C.:
Depende muito da prova que vou fazer, mas basicamente tento treinar todos os dias, dividindo as três modalidades e fazendo treinos de fortalecimento muscular pelo menos duas vezes na semana. Atualmente corro duas vezes, nado duas vezes e pedalo duas vezes, isso dentro de uma semana. Para uma competição como o Ironman meu treino passa a ter um volume maior e acrescento um treino a mais de cada modalidade. Como trabalho 9 horas por dia tento conciliar bem meus momentos de folga com os treinos, isso tem dado muito certo.

EOnline: Qual foi o seu melhor tempo e em que competição ?
L.E.R.C.:
Meu melhor tempo foi esse ano no Ironman Brasil, prova com as distâncias de 3,8Km de natação, 180Km de bike e 42Km de corrida. Consegui finalizar a prova em 11h33.
 

o que: Exposição Triathlon - Corpo em Ação
quando:

01/set a 31/out

onde:

Sesc Carmo

 

Outras programações

Artes Visuais

PretAtitude: Insurgências, emergências e afirmações na arte afro-brasileira contemporânea

PretAtitude: Insurgências, emergências e afirmações na arte afro-brasileira contemporânea

SESC Vila Mariana

Saiba mais