Sesc SP

Matérias do mês

Postado em

10 x Vittorio De Sica

Ladrões de Bicicleta. Foto: Reprodução / Divulgação
Ladrões de Bicicleta. Foto: Reprodução / Divulgação

O projeto Tela Clássica, do Sesc Pinheiros, oferece de setembro a novembro sessões gratuitas dos dez dos maiores filmes do realizador italiano; mostra inclui clássicos como Ladrões de Bicicleta e Umberto D e será encerrada com a exibição do documentárioVittorio De Sica, Minha Vida, Meus Amores

*

Católico, comunista, viciado em jogo, gênio do drama. Vittorio De Sica (1901-1974), um dos principais introdutores do neorrealismo no cinema italiano, é o diretor em destaque na nova mostra do projeto Tela Clássica, do Sesc Pinheiros. Às terças-feiras dos meses de setembro, outubro e novembro, sempre às 20h, serão exibidos gratuitamente, no Auditório da unidade, dez dos principais títulos da cinematografia de Vittorio De Sica, cujas realizações, de forte carga política e dramática, narradas por meio de histórias de singeleza e humanismo, evidenciam o espírito do povo italiano, sobretudo no período posterior à Segunda Guerra Mundial.

De Sica iniciou sua carreira como ator, em 1917, função que desempenhou até o final da vida – em mais de 50 anos de cinema, além dos 35 filmes dirigidos, atuou em cerca de 150 produções. Capaz de transitar pelo drama e pela comédia com versatilidade, diante ou atrás das câmeras, De Sica possuía grande intimidade para lidar com temas como a pobreza, a fome e a exclusão social, características que o movimento neorrealista revelou e refletiu para todo o mundo. Exemplos notáveis são as obras criadas em colaboração com seu roteirista predileto, Cesare Zavattini, que viraram clássicas do cinema mundial, como Vítimas da Tormenta(1946), Ladrões de Bicicleta(1948), Milagre em Milão(1951) e Umberto D(1952), todas contempladas na série de exibições do Sesc Pinheiros.


Em tempo!
Tela Clássica é um projeto do Sesc Pinheiros que exibe ciclos dedicados à memória e à obra dos realizadores mais representativos da história do cinema mundial. O projeto contempla nomes que inventaram a linguagem fílmica, desbravaram os caminhos da moderna produção cinematográfica e possibilitaram a evolução de uma indústria que une arte, tecnologia e entretenimento. Fritz Lang, Luis Buñuel, Serguei Eisenstein e Akira Kurosawa já foram homenageados no projeto.


Programação completa:

:: Setembro
Dia 1º - Vítimas da Tormenta (Sciuscià), de 1946
Dia 8 - Ladrões de Bicicleta (Ladri di Biciclette), de 1948 [trailer a seguir]
Dia 29 - Milagre em Milão (Miracolo a Milano), de 1951




:: Outubro
Dia 6 - Umberto D (Umberto D), de 1952 [trailer a seguir]
Dia 13 - Ontem, Hoje e Amanhã (Ieri, Oggi, Domani), de 1963
Dia 20 - Duas Mulheres (La Ciociara), de 1960
Dia 27 - O Jardim dos Finzi-Contini (Il giardino dei Finzi-Contini), de 1970



:: Novembro
Dia 3 - Matrimônio a Italiana (Matrimonio all'italiana), de 1964
Dia 10 - Bocaccio '70 (Boccaccio '70), de 1962
Dia 17 - Os Girassóis da Rússia (I girasoli), de 1970
Dia 24 - Vittorio De Sica, Minha Vida, Meus Amores (Vittorio D.), de 2009 [trailer a seguir]

 

Outras programações