Sesc SP

Matérias do mês

Postado em

Tem drible que, de tão bonito, deveria ser gol!

Instalação presente na exposição Drible - A arte de criar espaços<br>Foto: André Venancio/Sesc
Instalação presente na exposição Drible - A arte de criar espaços
Foto: André Venancio/Sesc

“Mesmo fazendo errado, torto e muitas vezes de um jeito suspeito, o futebol aqui no Brasil tem umas coisas... Lembra do Mundial de 2000? Os gringos vieram para cá. Aí que tinha um tal de Karembeu, do Real Madrid, time famoso... O cara chegou falando que não conhecia o capetinha. Lembra do capetinha, o Edilson? Pois é. Não devia ter falado nada. No jogo, o Edílson entrou e foi pra dentro do holandês, meteu uma caneta no cara , entrou na área e fuzilou o goleiro. Olha, naquele dia, até quem não era corintiano achou um pouco de graça…”

O taxista falador, com sotaque típico da Mooca, conta essa e outras histórias aos visitantes que se aproximam do Santana amarelo, estacionado no Ginásio de Esportes. Acima do carro e por quase toda a extensão do ginásio, 20 flâmulas verdes e amarelas trazem ilustrações de Pelé, Garrincha, Leônidas da Silva e outros tantos craques da bola, criando suas obras primas: os dribles que os consagraram. Drible da vaca, corte seco, corta luz, de letra e muitos outros são lembrados na exposição Drible – A arte de criar espaços, em cartaz no Sesc Itaquera até 31 de agosto.

Ao entrar no espaço expositivo, o visitante é levado a lugares emblemáticos em discussões futebolísticas: um deles é o boteco, onde os ícones do mundo da bola estão por toda parte: nas camisas de times de várzea, nos troféus, nos quadros e fotografias de grandes craques e também nos televisores - que exibem dribles dignos do futebol arte. Por meio de instalações sonoras, o visitante pode ouvir canções relacionadas ao futebol, e histórias que poderiam ser contadas por tantos garçons espalhados por esse país.

Um pouco mais a frente, na barbearia, vários jogadores e seus excêntricos cortes de cabelo estão presentes, graças às ilustrações de Xico de Viamão. A relação dos atacantes com seus diferentes visuais é lembrada nas histórias de um barbeiro. É só sentar e ouvir.

O espaço ainda conta uma galeria, onde estão expostos vídeos e fotos que refletem sobre a relação do drible com o jeitinho brasileiro de superar obstáculos, criando espaços, não só no campo de futebol, mas no transporte, na saúde ou na educação.
As tremulantes bandeiras brancas do carro de torcida vêm como uma espécie de manifesto pela paz no futebol, procurando fazer com que o visitante leve consigo a reflexão do ex-técnico da seleção italiana, Arrigo Sacchi: “Futebol é a coisa mais importante, entre as coisas menos importantes”.

Faça um tour virtual pelos espaços da exposição na galeria abaixo. Aproveite e clique aqui para conhecer a programação de palestras, bate-papos e exibições de filmes que acontecem paralelamente à exposição.

o que: Drible - A Arte de Criar Espaços
quando:

até 31 de agosto de 2014

onde:

Sesc Itaquera | Avenida Fernando do E. S. Alves de Mattos, 1000
(11)2523-9200

ingressos:

até R$7,00, conforme valores de acesso à unidade.

 

Outras programações

Artes Visuais

Para Respirar Liberdade - 70 Anos da Declaração dos Direitos Humanos

Para Respirar Liberdade - 70 Anos da Declaração dos Direitos Humanos

SESC Jundiaí

Saiba mais