Sesc SP

Matérias do mês

Postado em

Do luto ao muro: a simbologia Adinkra

Carimbos para aplicação de estampa (CC BY-SA 3.0)
Carimbos para aplicação de estampa (CC BY-SA 3.0)

Adinkra é uma série de pictogramas dos povos Akan, que hoje vivem nos territórios de Gana e Costa do Marfim. Os desenhos são estampados em tecidos, por meio de carimbos, e se consolidam como uma importante forma de comunicação, com ideias e conceitos únicos. 

A sua origem está relacionada à morte do rei Nana Kofi Adinkra, pelos povos Akan. Nana utilizava mantos com os símbolos estampados e que foram, aos poucos, sendo utilizados em rituais fúnebres e, mais tarde, aplicados em outras ocasiões como em eventos tradicionais ou formais.

Os pictogramas são baseados em elementos da natureza, do cosmos e da próprio corpo humano, representando não só palavras, como também provérbios e mensagens completas, perpetuando tradições e virtudes locais.

 

Estamparia Adinkra por Anthony Boakye (CC BY-SA 3.0)

 

No Brasil, o artista plástico Roger Ramos, o RAMONEGRO,  faz uma releitura do trabalho Akan em grafites pela cidade. De acordo com ele, o seu processo começou com as suas pesquisas no campo da moda: “já que a técnica vem dos carimbos impressos em tecidos pela nação Akan, de certa forma funciona como uma gravura que compõe com o corpo do individuo; me fiz a seguinte pergunta: como aplicar essa gravura em outro corpo, no caso a cidade (urbe)”.

RAMONEGRO veste agora a cidade com o stencil que, de acordo com ele, também é uma técnica usada no campo da moda/design de interiores, especialmente pelos egípcios, chineses e japoneses.

Roger Ramos estará no Sesc Registro, nos dias 25 e 26, ministrando uma oficina de grafite com símbolos Adinkra. Saiba mais aqui.

 

Texto e Fotos por Alexandre Leopoldino, editor web do Sesc Registro

Outras programações