Sesc SP

Matérias do mês

Postado em

Entre acordes e versos: projeto Instrumental Poesia conecta música e literatura no Sesc Avenida Paulista

Buena Onda Reggae Club e Ademir Assunção são os convidados desta edição do Instrumental Poesia
Buena Onda Reggae Club e Ademir Assunção são os convidados desta edição do Instrumental Poesia

A cada dois meses, o Sesc Avenida Paulista recebe uma programação que propõe o diálogo entre música e literatura no palco. É o Instrumental Poesia, projeto que liga os versos aos sons e ruídos da música. A ideia é unir bandas instrumentais e poetas para uma experimentação única e inédita, explorando a potência das duas linguagens e a trajetória de cada convidada e convidado. Nomes como Bixiga 70, Anna Zêpa, Hurtmold e Kimani já participaram de outras edições.

O projeto, que chega a sua quarta edição nos dias 22 e 23/1,  sempre conta com um dia de Cena Aberta, momento em que o grupo instrumental e o poeta escolhidos abrem seu ensaio para o público ter contato com o processo de criação para depois realizar a apresentação final, com a obra produzida nessa experiência de ensaio aberto.
Nesta edição, os escolhidos foram o grupo do ABC paulista, Buena Onda Reggae Club, e o poeta Ademir Assunção.  A parceria apresenta uma junção das raízes caribenhas do ska com as poesias do escritor de Araraquara, vencedor do Prêmio Jabuti de 2013.

Conversamos com Bellé Jr., do núcleo de artes performárticas e literatura do Sesc Avenida Paulista, sobre a ligação entre a música e a poesia, a potência das duas linguagens e, além disso, a escolha dos convidados e qual a linha de raciocínio para definir as bandas e poetas.

“Quando penso na Poesia, gosto de lembrar de um “gozo fabuloso” de Leminski, que certa vez troçou ao afirmar que poesia não é literatura, está mais para artes visuais e música, por exemplo. Essas duas linguagens – poesia e música – têm imenso arsenal lírico comum, vide os cancioneiros, cantautoras, poetinhas, Caetanos, Belchiores e Patti Smiths que, no mais genuíno e lindo poliamor, se deram a ambos e acabaram por darem-se a todos nós, sortudos. Este projeto do Sesc Av. Paulista, Instrumental Poesia, deseja consagrar e expandir essa zona de contato entre artes unindo bandas e conjuntos instrumentais à poesia falada, ou declamada, ou interpretada, ou gritada, ou urrada, sussurrada até. O desafio deste projeto é mesclar estrofes e fraseados que originalmente não se pertencem – o fraseado da guitarra e a estrofe inicial de um verso; a partitura de um trompete e as frases finais uma elegia – e a partir desse encontro desvendar uma nova beleza.

Em 2019 retomamos o projeto com um casório inusitado: Buena Onda Reggae Club e Ademir Assunção. A ideia, neste caso, foi atritar dois universos díspares, ainda que por vezes complementares: a doçura, o suingue e malemolência dos ritmos caribenhos, do ska, da salsa e das levadas cubanas do grupo do ABC, com a poesia ácida e debochada de um dos mais potentes poetas do país, vencedor do Jabuti com seu incrível “A Voz do Ventríloquo”.”

Outras programações

Literatura

Lançamento do Livro 'Um Circo de Rins e Fígados', de Gerald Thomas

Lançamento do Livro 'Um Circo de Rins e Fígados', de Gerald Thomas

SESC Avenida Paulista

Saiba mais

Literatura

Contos Filosóficos e Outras Prosas para Dias Mais Divertidos

Contos Filosóficos e Outras Prosas para Dias Mais Divertidos

SESC Avenida Paulista

Saiba mais