Sesc SP

Matérias do mês

Postado em

Vamos falar de tecnologias livres?

O professor Teteus Bionic, 11 anos, está na programação do Sesc Thermas durante a ação em rede
O professor Teteus Bionic, 11 anos, está na programação do Sesc Thermas durante a ação em rede

Em junho, unidades do Sesc São Paulo na capital, no interior e no litoral destacam mais de uma centena de atividades, entre cursos, oficinas, vivências e bate-papos sobre hardware livre, software livre, direitos autorais, design aberto, inteligência coletiva, mídias livres e ciência de dados, que chamam a atenção do público para a diversidade das tecnologias chamadas "livres", suas aplicações e importância para a transformação social

 

Ao conhecimento adquirido aplicado na realização de uma determinada tarefa por meio um de dispositivo – nem sempre físico – dá-se o nome de tecnologia. Cercados que estamos por estes dispositivos, sendo moldados por eles, é preciso prestar mais atenção às tecnologias livres.

As tecnologias proprietárias são aquelas estruturadas por códigos fechados e que conferem licenciamento com direitos exclusivos para seus produtores. Já as tecnologias livres permitem que os usuários conheçam detalhes da estrutura e da operação dos mecanismos para que posam intervir livremente em seu funcionamento, adaptando-as para necessidades específicas, estimulando o compartilhamento de resultados, de modo que toda a comunidade se beneficie.

Para isso, as pessoas por trás dessas tecnologias oferecem acesso ao código fonte, com a possibilidade de compartilhamento de cópias. Princípios como os das tecnologias livres, aplicáveis tanto nas tecnologias digitais quanto nas analógicas ou mistas, são fundamentais para promover o protagonismo e a autonomia das pessoas e dos grupos sociais (conheça aqui, por exemplo, o que tem sido desenvolvido a partir da plataforma eletrônica Arduino, uma tecnologia livre).

No Espaço de Tecnologias e Artes (ETA), disponível em unidades do Sesc São Paulo, os públicos são regularmente estimulados a subverter os usos e consertar objetos, criar dispositivos, gambiarras e softwares, apropriando-se das tecnologias para colocá-las a seu favor, buscando soluções que possam ser compartilhadas.

 

 

Partilhando da compreensão de que é preciso estimular o uso de tecnologias livres como uma forma de promover transformações individuais e coletivas que ampliem a autonomia de ação das pessoas sobre o mundo, o Sesc promove durante o mês de junho a segunda edição do Tecnologias e Artes em Rede (clique aqui para lembrar da edição anterior, que aconteceu em setembro de 2018 e teve como tema As Mulheres e as Tecnologias).

Tecnologias e Artes em Rede: Tecnologias Livres aproxima o público de artistas, técnicos e pesquisadores da área. Clique aqui para ver as programações e cursos dessa ação que acontece ao longo do mês de junho.

Outras programações

Tecnologias e Artes

LABLivre no ETA: criação e desenvolvimento artístico e tecnológico

LABLivre no ETA: criação e desenvolvimento artístico e tecnológico

SESC Vila Mariana

Saiba mais

Tecnologias e Artes

LABLivre no ETA: criação e desenvolvimento artístico e tecnológico

LABLivre no ETA: criação e desenvolvimento artístico e tecnológico

SESC Vila Mariana

Saiba mais