Sesc SP

Matérias do mês

Postado em

Desacelerando com o bloco na rua

Foto: Caroline Rilley
Foto: Caroline Rilley

Bloco de carnaval FrancisKryshna realiza meditações e cantam mantras ao som de marchinhas carnavalescas no Sesc Osasco

Em fevereiro, parecia ter um sol para cada folião e, em meio a empurrões, era possível ser levado por trios elétricos que anunciavam o auge do Carnaval. Agora, com o calendário devidamente posicionado no mês de abril, a sensação é que as agitações das marchinhas ainda existem dentro de nós, desta vez em meio aos turbilhões de obrigações do cotidiano.

Ao contrário do que se pode imaginar, toda essa euforia parece desacelerar ao som do Bloco FrancisKrysna, que chega ao Sesc Osasco na programação do Inspira - Ações para uma vida saudável. Em seus batuques, a mensagem é clara: quando o objetivo é disseminar o amor, não existe época certa para botar o bloco na rua.

Dedicado a São Francisco de Assis e ao Deus hindu do amor Krishna, o projeto foi criado em 2016 por um grupo de amigos após perceberem que a oração de São Francisco — no trecho "Fazei-me instrumento de vossa paz" — tem a mesma intenção do mantra indiano Lokah Samastah Sukhino Bhavantu, que carrega o significado de "que todos os seres sejam felizes e que todas as minhas ações contribuam para isso".

Longe de ser confundido com um bloco religioso, o FrancisKryshna evoca combinações inusitadas: a oração de São Francisco de Assis se mistura às batucadas carnavalescas, à meditação e ao repertório que passa por Gilberto Gil, Carlinhos Brown e mantras hindus — sempre com a intenção de fazer com que as pessoas saiam da festança com a energia revigorada.

“As pessoas estão se afastando em vez de se unir em coisas que todos acreditam", diz a fundadora e organizadora do FrancisKryshna, Phydia de Athayde.

“Nossa intenção é que as pessoas saiam do bloco com um novo olhar para si mesmas, refletindo sobre como a energia positiva pode se espalhar no ambiente à sua volta”, conta ao relatar sobre o cenário político atual em que se encontra o país. 

Hoje a banda tem cerca de 30 músicos. Ainda existem vagas no segundo semestre desse ano para quem quiser se juntar aos cantores Filipe Stein e Vivian Amarante, além do Negão da Serrinha, mestre de bateria de vários blocos "convencionais" que, por sua vez, escolheu seguir desacelerando a rotina dos foliões junto ao FrancisKryshna. 


>>>  De 6 a 22 de abril, o Inspira – Ações para uma vida saudável promove mais de 300 atividades de saúde integrada em todas as unidades do Sesc em São Paulo. Conheça a programação completa e inspire-se!

>>>> Música para inspirar:

No Spotify

 

No Deezer

 

 

Outras programações