Sesc SP

Matérias do mês

Postado em

Que comecem os trabalhos!

Está aberta a VI Conferência Internacional de Educação Ambiental e SustentabilidadeO Melhor de Ambos os Mundos. A escolha do Sesc Bertioga para sediar o evento, que ocorre pela primeira vez no continente Americano, não foi por acaso: instalada no sopé da Serra do Mar, com uma área verde preservada de aproximadamente 995 mil m², a unidade possui uma vocação natural para o desenvolvimento de ações socioambientais, em que aspectos da biodiversidade e da cultura local são abordados em forma de passeios, vivências e oficinas, estimulando a compreensão da importância das inter-relações entre ambiente e sociedade. Essa programação, que é permanente no Sesc, também faz parte da Conferência, que é uma correalização da Superintendência de Gestão Ambiental da Universidade de São Paulo e do Sesc.


A cerimônia de abertura, que ocorreu ontem no Auditório da unidade, contou com presenças importantes para o contexto atual da educação ambiental, além de apresentar um painel composto por representantes desse contexto nas regiões da África e Ásia.
Danilo Santos de Miranda, diretor regional do Sesc em São Paulo, abriu a cerimônia apresentando o trabalho que o Sesc desenvolve na área de educação ambiental há mais de duas décadas, por meio de suas unidades de Itaquera e Interlagos (ambas com trabalhos apresentados nos próximos dias de Conferência).  Lembrou também que hoje, o Sesc Bertioga constitui uma Reserva Particular de Patrimônio Natural (RPPN), fator importante para a preservação da biodiversidade local.


Também compunham a mesa de abertura, o Superintendente de Gestão Ambiental da USP, Professor Marcelo de Andrade Romero – que trouxe um pouco da experiência de constituir a gestão ambiental na universidade, - Mahesh Pradhan, representante do Escritório Regional da Ásia e Pacífico do Programa das Nações Unidas para o Ambiente – que lembrou que essa conferência é, até agora, a que conta com o maior número de participantes, - o prefeito da cidade de Bertioga, José Mauro Dedemo Orlandini – contando os desafios da questão ambiental em uma cidade com apenas 23 anos de autonomia, - Nilo Sergio de Melo Diniz, Diretor do Departamento de Educação Ambiental do Ministério do Meio Ambiente, representando a Ministra do Meio Ambiente, Izabella Mônica Vieira Teixeira, - José Vicente de Freitas, Coordenador Geral de Educação Ambiental da Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão, representando o Ministro de Estado da Educação, José Henrique Paim Fernandes, - Yara da Cunha  Costa, Coordenadora de Educação Ambiental, representando o Secretário de Estado de Meio Ambiente em exercício, Rubens Namam Rizek Junior, - Maria Alice Lopes de Souza, gerente de Educação do Departamento Nacional do Sesc, - e Wellington Delitti, vice-diretor do Instituto de Biociências da USP.


Após a Cerimônia, Patricia Leme – bióloga e educadora ambiental da USP – foi convidada a mediar um painel de debates com as presenças de Mahesh Pradhan, Jospeh Gitile Naitulli - Coordenador da rede de universidades sustentáveis MESA - Wu Jiang, coordenador da rede mundial de universidades sustentáveis da Ásia, e Marcos Sorrentino, coordenador do laboratório de Educação e Política Ambiental da USP e referência para o tema no Brasil. O objetivo do Painel foi apresentar um panorama mundial da educação ambiental, suas conquistas e desafios.


O evento segue nos próximos dias, com workshops, vivências e apresentações que estimulam a reflexão a cerca da relação homem e meio ambiente. Nesse ano, a Conferência também é a base para a 3ª etapa do projeto Radio Ambiente 21 , produção coletiva de rádio pautada na perspectiva da educomunicação.

Outras programações