Sesc SP

Matérias do mês

Postado em

Os esportes e o universo nerd

Ilustração da capa da HQ Elektra Blackman Del Mundo Edição Digital 002
Ilustração da capa da HQ Elektra Blackman Del Mundo Edição Digital 002

Quem ainda acredita no estereótipo do Nerd/ Geek (que generaliza o perfil de pessoas desta tribo como tímidas, desajeitadas, sedentárias, do sexo masculino e com inteligência e interesses voltados somente para tecnologia) não percebeu o quanto a realidade é bem diferente.

Foi com quadrinhos como Superaventuras Marvel e Superamigos que Gabriela Franco (editora-chefe do site MinasNerds) aprendeu a ler. A influência do pai, que é ilustrador, foi importante para que a jornalista pegasse gosto pelas HQs, principalmente pela personagem Elektra, da Marvel, que transformou sua vida em diversos sentidos, inclusive com a prática de Kung Fu. Mais do que colecionar HQs, ela fez pós-graduação em jornalismo cultural (Faculdade Cásper Líbero), especialização em heróis e cultura pop (Smithsonian Institute) e cinema (Academia Internacional de Cinema).

Com 42 anos, mulher, mãe de uma menina, jornalista especializada em quadrinhos de heróis e sempre cheia de energia, Gabi falou em entrevista para o Sesc São Paulo sobre como o estereótipo nerd já está ultrapassado e contou seu histórico com a prática de atividades físicas e esportivas, sempre presente em sua rotina, mostrando como existem muitas modalidades que têm tudo a ver com esse universo.

EOnline: O que é o MinasNerds* para você?
Gabriela Franco: O MinasNerds é meu projeto do coração. É a realização de um sonho, um sonho em constante evolução. É uma ferramenta de ajuda e empoderamento para mulheres no meio geek e nerd.

(* Iniciativa formada por mulheres que produzem e consomem literatura, games, quadrinhos, RPG e tudo que engloba a cultura Geek /Nerd e Cultura Pop em geral.)

EOnline: Teve alguma dificuldade para se colocar nessa cena?
Gabriela Franco: Não foi fácil e ainda hoje não é. No começo fui bem desacreditada e ainda hoje, com mais de 20 anos de experiência no assunto, ainda sou questionada por alguns homens que não aceitam meu trabalho ou o que represento. Tive que romper o estereótipo de que mulheres não leem quadrinhos, e muito menos quadrinhos de heróis. Tive que romper o estereótipo como jornalista especializada em quadrinhos, porque quadrinhos era considerado "coisa de criança" e não era uma editoria válida no jornalismo. Portanto, foram muitos paradigmas que precisaram e ainda precisam ser quebrados. Muita coisa mudou, mas muita coisa AINDA não mudou. Mas, resistência é isso, saber que a luta não acaba. Simone de Beauvoir já dizia: "Nunca se esqueça que basta uma crise política, econômica ou religiosa para que os direitos das mulheres sejam questionados. Esses direitos não são permanentes. Você terá que manter-se vigilante durante toda a sua vida.

 


 

EOnline: Quais são as atividades físico-esportivas que você pratica ou já praticou?
Gabriela Franco: Eu sou uma pessoa cheia de energia. Não consigo ficar sem fazer atividades físicas. Eu fiz natação dos 2 aos 20. Fiz os esportes mais malucos: salto ornamental, arquearia montada, fiz 10 anos de Kung Fu, há 9 me dedico à dança (ballet e jazz) e há 5 meses à ginástica funcional. Pratico em academias no meu bairro. Mas, aos finais de semana corro no parque e faço yoga. (rs)

 

 

EOnline: Encontra proximidades entre o universo Nerd/ Geek e algumas práticas?
Gabriela Franco: Olha, o que me levou a fazer a arte marcial do Kung Fu, por exemplo, foi minha personagem predileta dos quadrinhos, a ninja Elektra, da Marvel. Eu comecei a ler suas HQs e vi a dedicação e o autocontrole que ela tinha e, adolescente que era, queria imitá-la, ter a força que ela tinha, a firmeza, a disciplina. Com isso, procurei o kung fu e pratiquei durante 10 anos e sou MUITO grata por tudo o que aprendi. E sim, sou uma pessoa EXTREMAMENTE disciplinada e calma perante crises por conta do que aprendi na prática do Kung Fu. Porque ele é um modo de vida, não apenas uma arte marcial. Me transformou.

EOnline:  Qual sua relação com a Campus Party?
Gabriela Franco: Eu gosto MUITO da CPBR. Acho um evento necessário, esclarecedor, agregador de conteúdo e interesses. O MinasNerds participou como parceiro influencer na divulgação do CPBR 2019, e vamos marcar presença, esse ano apenas como ouvintes. Mas já participamos como palestrantes nas edições 2016 e 2017. 

 

 

Falando nisso, sabia que o Sesc São Paulo está na 12ª edição da Campus Party Brasil? Além da programação vinculada a Tecnologias e Artes na Open Campus, terão diversas atividades físicas e esportivas disponíveis para campuseiros e campuseiras (público que adquiriu ingresso para a CPBR12). Se estiver por lá, não deixe de viver esta experiência e compartilhar com a #SescnaCPBR12. Para mais informações clique aqui.

Outras programações

Esporte e Atividade Física

Copa do Mundo de Futebol Feminino 2019 - Exibição dos Jogos

Copa do Mundo de Futebol Feminino 2019 - Exibição dos Jogos

SESC Consolação

Saiba mais

Esporte e Atividade Física

Transmissão dos Jogos da VIII Copa do Mundo de Futebol Feminino 2019

Transmissão dos Jogos da VIII Copa do Mundo de Futebol Feminino 2019

SESC Pompeia

Saiba mais

Esporte e Atividade Física

Copa do Mundo de Futebol Feminino 2019 - Exibição dos Jogos

Copa do Mundo de Futebol Feminino 2019 - Exibição dos Jogos

SESC Consolação

Saiba mais

Esporte e Atividade Física

Transmissão dos Jogos da VIII Copa do Mundo de Futebol Feminino 2019

Transmissão dos Jogos da VIII Copa do Mundo de Futebol Feminino 2019

SESC Pompeia

Saiba mais